Empréstimo consignado para aposentados e pensionistas INSS

bxblue-ressarcimento-do-auxilio-emergencial.jpg

Publicado em: 01/09/2021

Aposentados e pensionistas INSS têm uma modalidade de crédito exclusiva, com taxas de juros mais baratas. Além disso, também é possível simular e contratar as melhores condições dos bancos, sem sair de casa.

empréstimo consignado é uma modalidade de acesso ao crédito exclusiva para alguns grupos, especialmente, aos aposentados e pensionistas INSS.

Uma das maiores vantagens dessa linha passa diretamente pela baixa taxa de juros e também pela comodidade na hora de saldar o débito das parcelas mensais.

Fundamentado na Lei no 10.820/2003, o crédito consignado foi criado para auxiliar o acesso a crédito por aposentados e pensionistas, funcionários públicos e também funcionários de empresas privadas.

Em todos os casos, é preciso que o órgão pagador do salário ou benefício, possua convênio específico com a instituição financeira, que é quem cede o crédito.

Leia tambémQuais são os tipos de convênios aceitos no Empréstimo Consignado?

Aproveite para conhecer mais sobre esta linha de empréstimo pessoal. Continue a leitura e tire todas as suas dúvidas agora mesmo!

Inscreva-se para receber conteúdos exclusivos sobre empréstimo consignado
Erro ao enviar, tente novamente.

Como funciona o empréstimo consignado para aposentados e pensionistas INSS?

O empréstimo consignado apresenta uma diferença básica em relação aos demais tipos de crédito pessoal. As parcelas são debitadas automaticamente do benefício do INSS, todo mês. Isso, antes que o beneficiário tenha recebido a aposentadoria ou pensão em sua conta. Então, como o banco garante o pagamento antecipado, pode oferecer como vantagem taxas de juros mais baratas.

Além disso, aposentados e pensionistas INSS conseguem condições melhores na hora de solicitar o crédito porque as instituições financeiras levam em conta também a estabilidade financeira.

Descubra quais são as principais regras do empréstimo para beneficiários INSS.

Quais são as principais regras do empréstimo para beneficiários INSS?

Quem recebe benefício do INSS pode solicitar o empréstimo consignado diretamente na instituição financeira de sua preferência. 

Embora não haja necessidade de possuir uma conta no banco de interesse, somente alguns bancos estão autorizados a oferecer consignado INSS.

Porém, a liberação do dinheiro só será feita na conta em que o benefício é pago. Ou seja, no nome do mesmo titular.

Mesmo contando com a estabilidade financeira, que pode ser comprovada pela renda fixa do benefício, o crédito só pode ser liberado após a análise de crédito.

Neste sentido, o processo para contratação é o mesmo de outros públicos.

Depois de aprovado e averbado pelo INSS, o crédito pode ser liberado em um prazo entre 3 e 5 dias úteis. Esse prazo pode variar de acordo com o banco e o tipo de convênio.

Confira, a seguir, as demais orientações gerais sobre a modalidade:

Empréstimo consignado para aposentados e pensionistas

Tanto aposentados quanto pensionistas podem solicitar uma proposta de crédito pessoalmente, em uma agência bancária ou realizar uma simulação de crédito online, podendo comparar a oferta de vários bancos.

Nessa última opção, além da facilidade de fazer de onde quiser (bastando para isso ter apenas um computador ou celular conectado à internet), também é possível encontrar as melhores opções de taxas.

Outro ponto positivo é a maior rapidez na liberação do crédito.

Leia tambémQual é o melhor empréstimo para aposentados e pensionistas INSS?

De acordo com as regras previstas pela lei 10.820, a mensalidade do empréstimo consignado não pode ser superior a 35% do valor do benefício.

Para exemplificar: quem recebe R$1.000,00 por mês, vai conseguir um empréstimo que tenha parcelas de até R$350,00 mensais.

Esse valor, conhecido como margem consignável, pode ser referente a um único contrato ou ao somatório de todos os contratos de empréstimo.

Vale destacar que, destes 35%, 5% deve ser utilizado exclusivamente para quitar despesas e efetuar saques com o cartão de crédito consignado.

Se o beneficiário perceber que sua renda mensal está sendo insuficiente para os demais gastos, em alguns casos, é possível fazer uma renegociação dos contratos atuais com o banco.

Duas opções para essa situação são o refinanciamento ou a portabilidade de crédito.

O empréstimo consignado pode ser oferecido mesmo para aposentados e pensionistas INSS que estejam negativados.

Também é possível fazer mais de um empréstimo consignado ao mesmo tempo, desde que o limite de 35% do benefício não seja ultrapassado.

Atualmente o número de contratos permitidos por benefício é de 9 linhas de crédito. Assim, o novo contrato estará sujeito a margem consignável ou ao número máximo permitido de contratos.

Embora essa opção de crédito seja mais acessível, não é liberada para todos os tipos de benefícios.

Portanto, somente alguns benefícios, entre aposentadorias e pensões, são consignáveis. Saiba agora quais benefícios não são elegíveis.

Benefícios não consignáveis

Alguns benefícios concedidos pelo INSS não se enquadram na categoria de empréstimo consignado. Entre eles, estão algumas pensões:

  • Complemento de pensão a conta da União;
  • Pensão vitalícia seringueiros;
  • Pensão vitalícia dependentes seringueiros.

Alguns casos de pensão por morte são consideradas como uma verba temporária e também não são aceitas.

Portanto, é fundamental fazer uma consulta dessas regras antes de buscar por essa opção.

Seu benefício é consignável? Então, aproveite para saber quais são as taxas de juros e o prazos do consignado.

Qual é a taxa de juros e prazo para pagamento do empréstimo consignado?

Os juros são uma taxa bancária que está atrelada ao risco que cada banco têm ao realizar essa operação financeira.

No consignado, a parcela é descontada da folha de pagamento do beneficiário automaticamente – o que reduz a chance de inadimplência.

As taxas de juros variam de acordo com cada banco. Entretanto, a taxa de juros nominal do consignado não pode ultrapassar 2,08% ao mês, para o empréstimo, e 3% ao mês para o cartão consignado.

Leia tambémBancos anunciam redução da taxa de juros do Empréstimo Consignado INSS

Além da taxa de juros, o contrato de um empréstimo têm outros custos envolvidos. A esse valor total se dá o nome de Custo Efetivo Total (CET).

A instituição financeira deve apresentar todas as informações de forma clara, para que o cliente saiba o que está contratando.

Nenhum valor além do que está declarado no contrato deve ser pago. Nem antes e nem depois do empréstimo.

Para contratar o crédito consignado são necessários os seguintes documentos:

  • RG e CPF;
  • Comprovante de residência
  • Contracheque ou extrato do benefício.

O contracheque é o que ajudará a identificar a margem consignável livre e o valor máximo que pode ser liberado em cada caso.

O empréstimo consignado só pode ser contratado no mesmo estado em que o beneficiário reside e recebe o benefício.

Depois de contratado, o desconto referente a parcela de pagamento do empréstimo ou da fatura do cartão, será mostrado no extrato do benefício.

Os prazos para o pagamento e o limite de valor disponibilizado dependem da idade do beneficiário.

De modo geral, os prazos podem variar entre 6 e 24 meses. Mas aposentados e pensionistas INSS podem quitar a dívida em até 72 meses (seis anos).

É importante lembrar que, quanto maior o prazo para pagamento das parcelas, maior a taxa de juros. Assim, contratos com prazos mais extensos tendem a ser mais caros também.

Até que idade é permitido fazer empréstimo consignado?

Mesmo o crédito consignado sendo regulamentado por uma lei, as instituições financeiras podem criar suas próprias políticas de crédito.

Especialmente no que diz respeito ao limite de idade dos aposentados e pensionistas INSS, na hora da contratação de um empréstimo.

Geralmente, o limite para a solicitação do crédito consignado é de 79 anos, 11 meses e 29 dias.

Leia tambémQual é o limite de idade para o Empréstimo Consignado INSS?

Vale destacar que quanto mais próximo da idade limite, menor será o valor disponibilizado e o prazo de pagamento.

São poucos os bancos que trabalham com crédito consignado INSS para pessoas com mais de 80 anos.

Como a legislação atual declara que depois dos 70 anos o cidadão é inimputável, ou seja, não responde por si ou pelos seus atos (judicialmente falando), a solicitação de empréstimos também é afetada.

Caso o cliente venha a falecer, está previsto em lei que a dívida é extinta, já que o pagamento é descontado na folha do benefício e esta não existirá mais.

Mesmo em casos em que o benefício é passado para outra pessoa a dívida é liquidada.

Simulação de empréstimo consignado INSS

Com o  simulador de empréstimo para aposentado é possível encontrar quais bancos oferecem as menores taxas de juros, comparando as propostas de empréstimo consignado.

O simulador funciona de forma bem simples!

Basta preencher um formulário com algumas informações pessoais e sobre a operação desejada.

É importante informar o valor e o prazo de pagamento desejados.

Em seguida, será necessário disponibilizar os documentos solicitados para a análise de crédito. A proposta será elaborada com base nessas informações.

Lembre-se: na hora de contratar um empréstimo consignado, não é só o valor oferecido e o prazo de pagamento que devem ser observados.

Mesmo com limite imposto por lei, as taxas de juros variam de um banco pro outro e devem receber atenção.

Com poucas informações você já pode montar uma oferta personalizada de acordo com suas necessidades. 

Compare taxas de juros, prazos e realize um empréstimo consignado para aposentados e pensionistas INSS, com as melhores opções. 

Quer receber as últimas notícias, em primeira mão direto no seu Whatsapp? Se inscreva gratuitamente: