Aposentados com mais de 60 anos podem agendar a Prova de Vida INSS 2019

Aposentados com mais de 60 anos agora podem agendar a Prova de Vida INSS 2019. Saiba como e quando realizar o recadastramento da sua senha.

A Febraban informou que os bancos continuarão a realizar a prova de vida dos beneficiários INSS, da mesma forma – mesmo após as mudanças propostas pelo novo Governo.
A Medida Provisória (MP) nº 871, aprovada por Jair Bolsonaro determinou que Aposentados e Pensionistas INSS com mais de 60 anos de idade deveriam agendar data para a fé de vida anual.

A Medida Provisória tinha validade de 60 dias e poderia ser prorrogada por mais 60. Apesar de já ter força de lei, desde então, ainda precisava ser aprovada pelo Congresso para não perder a validade.

A partir de agora, com a resolução 677/2019, publicada recentemente, os idosos com mais de 60 anos tem mais uma opção: os segurados do INSS com idade igual ou superior a 60 anos poderão agendar para serem atendidos em uma das agências do órgão.

Leia também: Revisão dos benefícios INSS: saiba quais benefícios serão reavaliados

Vale lembrar que, pelas regras atuais, a comprovação é feita sem necessidade de qualquer tipo de agendamento prévio. Cada banco estabelece uma data limite e comunica os segurados.

O comparecimento às agências ou autoatendimento nos caixas eletrônicos tem como objetivo renovar a senha para recebimento do benefício mensal.

Novas regras do INSS

Alguns pontos citados na Medida Provisória foram aprovados na nova resolução. Entre eles, estão o agendamento e a possibilidade da realização da prova de vida na residência dos segurados (acima de 80 anos).

Confira os incisos da resolução resolução 677/2019:


§ 1º A prova de vida e a renovação de senha deverão ser efetuadas pelo recebedor do beneficio, por meio de atendimento eletrônico com uso de biometria ou mediante a identificação por funcionário da instituição financeira pagadora do benefício.

§ 2º A prova de vida e a renovação de senha poderão ser realizadas pelo representante legal ou pelo procurador do beneficiário legalmente cadastrado no INSS ou na instituição financeira responsável pelo pagamento do benefício.

§ 3º A instituição financeira deverá transmitir ao INSS os registros relativos à prova de vida e à renovação das senhas, utilizando o Protocolo de Pagamento de Benefícios em Meio Magnético, parte integrante do Contrato de Prestação de Pagamento de Benefícios.

§ 4º Os beneficiários com idade igual ou superior a sessenta anos poderão solicitar a realização de prova de vida no INSS, sem prejuízo da possibilidade de comparecer à instituição financeira pagadora.

§ 5º Para beneficiários com dificuldades de locomoção e idosos acima de oitenta anos, que recebam benefícios, poderá ser realizada pesquisa externa, com comparecimento a residência ou local informado no requerimento, para permitir a identificação do titular do benefício e a realização da comprovação de vida, sem prejuízo da possibilidade de comparecer à instituição financeira pagadora.

§ 6º Nos casos de beneficiários com dificuldades de locomoção, o requerimento para realização de prova de vida por meio de pesquisa externa, na forma do § 5º deste artigo, deverá ser efetuado por interessado, perante a Agência da Previdência Social, com comprovação da dificuldade de locomoção por atestado médico ou declaração emitida pelo hospital, sem prejuízo da possibilidade de comparecer à instituição financeira pagadora.

§ 7º Os serviços dispostos nos parágrafos 4º ao 6º deverão ser previamente agendados na Central 135, Meu INSS ou outros canais a serem disponibilizados pelo INSS.

§ 8º O INSS poderá bloquear o pagamento do benefício encaminhado às instituições financeiras até que o beneficiário atenda à convocação, permitida a liberação do pagamento automaticamente pela instituição financeira.

§ 9º A prova de vida e o desbloqueio de crédito realizado perante a rede bancária será realizada de forma imediata, mediante identificação do titular, procurador ou representante legal.” (NR)


A obrigatoriedade da fé de vida é uma forma de prevenir fraudes, além de atualizar informações cadastrais importantes.

Com isso, tanto o INSS, quanto os próprios segurados podem evitar prejuízos financeiros, como orienta o Advogado especialista em Previdência Luiz Mello:

Com o “pente-fino do INSS” e Reforma da Previdência o Governo deverá economizar bilhões de reais dos cofres públicos. Por outro lado, os beneficiários também podem assegurar o que é seu por direito. Quem está em dia com o INSS não tem com o que se preocupar

Apesar dessas orientações, também vale ficar atento às notícias sobre o INSS. Agendar a prova de vida pode inclusive contribuir para melhor organização dos bancos e segurados.

Então, como saber quem deve agendar a prova de vida e não correr o risco de perder as datas? Entenda. 

Quem pode e como agendar a prova de vida 2019?

Com a nova resolução, as novas regras para agendamento da prova de vida são válidas para:

  • Beneficiários com idade igual ou superior a 60 anos;
  • Segurados acima de 80 anos com dificuldades de locomoção.

Vale lembrar que o INSS alertou recentemente para um falso alerta. A mensagem divulgava que todos os segurados precisavam fazer a prova de vida até o dia 28 de fevereiro.

Leia tambémProva de vida: Aposentados e Pensionistas INSS têm só até o dia 28

Esse prazo foi válido apenas no ano passado, em virtude do grande números de beneficiários que ainda não tinham realizado a atualização.

Agendamento da prova de vida

O agendamento da prova de vida pode ser feito pela Central de Atendimento 135 e pelo Meu INSS ou outros canais a serem disponibilizados. O mesmo vale para as pessoas com dificuldade de locomoção. 

Para agendar a visita de um Servidor para o procedimento é necessário apresentar em uma das agências, um atestado médico ou declaração emitida pelo hospital.

Mas como saber a data certa para a prova de vida?

Como saber a data da prova de vida INSS?

As datas para comparecimento ao banco variam de acordo com cada instituição. Alguns bancos utilizam a data do aniversário do beneficiário. Outros consideram convocam o segurado um mês antes de vencer o prazo da última prova de vida realizada.

Na dúvida, os Aposentados e Pensionistas, com menos de 60 anos, devem procurar diretamente o banco pelo qual recebem o benefício. Para ajudar, relacionamos abaixo os contatos das centrais de atendimento dos principais bancos:

 

BancoSAC (Central de Atendimento ao Consumidor)
Bradesco0800 704 8383
Itaú0800 722 7377
Santander0800 762 7777
Banco do Brasil0800 729 0722
Caixa Econômica Federal (CEF)0800 726 0101
Banrisul0800 646 1515
Daycoval0800 775 0500
Safra0800 772 5755
Mercantil0800 70 70 398
Pan0800-776-8000

 

Quem perder a data ou deixar de fazer a prova de vida pode ter o benefício suspenso. Dessa forma, até que o comparecimento à agência ou procedimento no autoatendimento seja realizado, o Aposentado ou Pensionista pode ficar sem receber.

Leia tambémQuem não fizer a prova de vida 2019 terá o benefício INSS bloqueado

Aproveite também para conferir as 5 perguntas e respostas mais frequentes sobre a prova de vida INSS. 

5 Perguntas & Respostas sobre a Prova de Vida

Saiba agora quais são as dúvidas mais comuns sobre a comprovação de vida junto ao INSS.

1) A prova de vida é obrigatória?

R: Sim. A prova de vida é obrigatória para todos os beneficiários do INSS que recebem por conta corrente, conta poupança ou cartão magnético. Portanto, inclui todos os Aposentados e Pensionistas.

2) Quem não precisa fazer a prova de vida?

R: Aqueles beneficiários que tiveram a concessão da aposentadoria ou pensão há menos de um ano. Por se tratar da emissão recente do benefício, a comprovação inicial tem a mesma validade. Passado esse prazo, o segurado deve respeitar o prazo de renovação previsto pelo banco.

3) Como fazer a fé de vida?

R: Para fazer a prova de vida, os segurados do INSS devem comparecer anualmente a uma agência do banco pagador do benefício para recadastramento da senha.

O procedimento também pode ser realizado no autoatendimento (caixa eletrônico. Entretanto, como o cadastro é biométrico somente o beneficiário pode concluí-lo.

Com a nova opção, a partir deste mês, também é possível agendar o recadastro direto em uma agência do INSS.

4) Qual é a data correta para o comparecimento nas agências?

R: Cada banco tem uma regra, incluindo uma data limite. O agendamento em uma agência do INSS é opcional (válido como uma alternativa para aqueles beneficiários com 60 anos ou mais). Por isso, cada segurado deve se informar no banco em que recebe, sobre a data correta. 

5) Quais documentos são necessários?

R: Para identificação, o Aposentado ou Pensionista deve apresentar um documento com foto de fé pública. São válidos carteira de identidade, carteira de trabalho, carteira nacional de habilitação. 

Então, se você é Aposentado ou Pensionista programe-se para garantir o seu benefício, dentro do prazo.

 

Quer fazer um empréstimo consignado?

A bxblue pode te ajudar a contratar o consignado que você está precisando! Compare propostas de crédito consignado de diferentes bancos e escolha a melhor para você.

Simule seu consignado

Empréstimo Consignado: quais benefícios INSS são consignáveis? NEWS | Governo pode gerar cancelamento de benefícios no INSS em 2019
  • Consulte por temas

  • Você também vai gostar de