Tutorial: Aprenda a alterar dados bancários no SouGov

Servidores ativos, aposentados ou pensionistas podem alterar dados bancários no SouGov e manter as informações atualizadas. Veja como.

bxblue-alterar-dados-bancarios-no-sougov.jpg

A plataforma SouGov é uma opção disponível aos servidores públicos federais ativos, inativos, aposentados e pensionistas. Por meio dela, uma série de tarefas relacionadas à vida funcional dos servidores pode ser executada remotamente como, por exemplo, alterar dados bancários no SouGov.

Seja pelo aplicativo ou pelo SouGov web, o usuário pode fazer as alterações pelo recurso Cadastro de Dados Bancários de forma bastante intuitiva, simples e fácil. A seguir, acompanhe o passo a passo completo e demais detalhes para o uso desse serviço. Descubra também como manter suas informações financeiras sempre atualizadas.

SouGov

O SouGov é uma plataforma que faz parte de um programa de transformação digital do Ministério da Economia, criado pela Secretaria Especial de Desburocratização, Gestão e Governo Digital com o objetivo de melhorar a conexão entre os servidores e as unidades de gestão de pessoas da Administração Pública.

Basicamente, trata-se de uma plataforma virtual que reúne diversos serviços relacionados à vida funcional dos servidores cujo provento é gerido pelo Siape.

De modo geral, sua criação foi inspirada na necessidade de centralizar os canais de serviços e benefícios de servidores vinculados à Administração Pública Federal, antes distribuídos em diversos aplicativos do Sigepe.

Quando e por que alterar dados bancários no SouGov?

Via de regra, a remuneração devida aos servidores públicos ativos, aposentados ou pensionistas apenas se dá mediante a disponibilização de uma conta salário criada em favor do titular, ou seja, do próprio servidor.

Dessa forma, tendo em vista as reestruturações aplicadas há pouco tempo por algumas instituições financeiras ou, ainda, as eventuais alterações de dados financeiros, o usuário deve registrar corretamente os dados das novas contas por meio do app.

Portanto, sempre que houver alterações no domicílio bancário dos servidores é necessário fazer a atualização de tais informações. Do contrário, o processamento da folha de pagamento pode ficar comprometido.

Quem deve cadastrar ou alterar os dados bancários no SouGov?

Em geral, cabe aos servidores a responsabilidade por manter atualizados o seu cadastro bancário, além de registrar as informações financeiras para receber a sua remuneração mensal, incluindo os inativos, como os aposentados e pensionistas.

Vale lembrar que não há necessidade de informar senhas, afinal, trata-se apenas dos dados para que os pagamentos sejam efetuados. São eles:

  • nome do servidor ativo ou inativo;
  • CPF;
  • instituição financeira (banco);
  • agência (incluindo dígito verificador);
  • conta bancária (incluindo dígito verificador).
Simule seu empréstimo consignado

O que você quer descobrir?

Seu convênio:

Qual é a sua margem consignável?

Em quantas parcelas?

Em quantas parcelas?

Em quantas parcelas?

Empréstimo de até

R$

Proposta sujeita à confirmação de margem consignável

5 passos para alterar os dados bancários no SouGov

Para fazer a alteração de dados bancários pelo app SouGov, basta seguir os passos destacados abaixo:

  1. Cadastre seu dispositivo;
  2. Acesse o aplicativo SouGov.br;
  3. Clique na opção “Solicitações” e “Dados Bancários”;
  4. Altere ou inclua novas informações financeiras;
  5. Insira um comprovante de dados bancários.

Abaixo, veja, em detalhes, cada etapa do processo pelo aplicativo ou pela versão web do SouGov, sem que haja necessidade de entrar em contato com a Central de Gestão de Pessoas ou o órgão empregador.

1. Cadastrar o dispositivo

O cadastramento de dispositivos é um procedimento exigido em caráter de segurança, para autenticação de serviços digitais como a solicitação de empréstimo consignado ou para alterar dados bancários no SouGov, por exemplo.

Para tanto, o usuário deve:

  • acessar o SouGov.br e selecionar a engrenagem no canto direito superior;
  • em seguida, basta clicar em “Segurança” e “Cadastramento de Dispositivo”;
  • na etapa seguinte, selecionar o botão “SIM” e validar o cadastramento através do código enviado para o e-mail de cadastro;
  • por fim, confirmar a identidade gov.br por meio da senha de cadastro do app.

2. Acessar o aplicativo SouGov.br

Feito o cadastramento prévio do dispositivo que será utilizado para fazer o requerimento das alterações bancárias, o próximo passo é acessar o app SouGov — com as informações de login previamente registradas no portal gov.br.

Foto: Captura de tela | SouGov

3. Clicar na opção “Solicitações” e “Dados Bancários”

A alteração de dados bancários é feita por meio da solicitação deste serviço via app. Sendo assim, tal opção está disponível na opção “Dados Bancários”, junto à “Solicitações”, no menu.

Foto: Captura de tela | SouGov

4. Alterar ou incluir novas informações financeiras

Nesta fase, poderão ser alteradas as informações da Conta Salário ou inclusão de uma nova conta para outros recebimentos. Basta clicar no lápis de edição — disponível à direita dos atuais dados bancários — ou selecionar o botão “Adicionar” para editar os dados bancários em caso de inclusão de uma nova conta.

Foto: Captura de tela | SouGov

Cabe destacar que se a conta for a mesma para o salário e os demais recebimentos, ao adicionar uma nova conta, basta replicar os dados da primeira. No entanto, caso preferir, o usuário também pode informar outras contas de sua titularidade para fins diversos. Após atualizar as informações é preciso clicar em “Próximo” para dar continuidade ao procedimento.

Foto: Captura de tela | SouGov

5. Inserir um comprovante de dados bancários

Este é o momento em que o usuário deve incluir o comprovante de dados bancários, exigido para avaliar a mudança de conta. Para tanto, é preciso clicar na opção de anexar e enviar o arquivo seja no formato imagem (JPEG) ou documento (PDF) e, depois, clicar no botão “Próximo”.

Foto: Captura de tela | SouGov

Por fim, o servidor aposentado ou pensionista deve conferir os dados atuais, bem como as alterações feitas. Se tudo estiver correto, o próximo passo é clicar no botão “Confirmar”.

Foto: Captura de tela | SouGov

Pronto. Sua solicitação foi concluída. Para conferir o status e acompanhar o requerimento, o servidor deve selecionar a opção “Minhas Solicitações”, disponível no menu principal do SouGov ou aguardar atualizações do procedimento que serão enviadas para o e-mail registrado no SouGov.

Foto: Captura de tela | SouGov

Como saber se os dados bancários foram alterados?

Após o envio das informações, seja no cadastramento ou em eventuais atualizações, o departamento responsável faz a validação das novas informações e, caso estejam corretas, o servidor ou aposentado e pensionista é informado, via e-mail, sobre o resultado da análise da alteração

Em alguns casos pode ser necessário corrigir algum detalhe, porém, caso esteja correto, os dados bancários são alterados. Lembrando que também é possível acompanhar o resultado da análise no aplicativo SouGov, como destacado anteriormente.

Vale destacar, ainda, que as alterações se dão na folha de pagamento do mesmo mês em que foi registrada, desde que os dados tenham sido alterados até o 5º dia útil do mês corrente. Passado esse período, as alterações surtirão efeito na folha de pagamento do mês subsequente.

Se os dados bancários ficarem desatualizados, o recebimento do pagamento da remuneração mensal pode ser comprometido e gerar consequências que vão desde a devolução do valor para o órgão pagador — devido à transferência para conta bancária inexistente — até a suspensão do pagamento, enquanto o cadastro não for devidamente regularizado.

Conta bancária para receber empréstimo consignado público

O empréstimo consignado é um tipo de crédito disponível, em geral, para servidores ativos, aposentados ou pensionistas da Administração Pública Federal — além de outros convênios atendidos pelas regras da modalidade.

Além de dispor de margem consignável para contratação do empréstimo, porém, o titular deve estar com sua situação cadastral regularizada, especialmente em relação à conta bancária para que o valor seja creditado.

Por se tratar de uma modalidade de crédito cujo pagamento das parcelas se dá automaticamente por meio do desconto no salário ou benefício do tomador, dados bancários divergentes impossibilitam o depósito do valor concedido pelas instituições consignatárias.

Sendo assim, é recomendável atualizar constantemente as informações bancárias, bem como os demais dados cadastrais sempre que a conta estiver divergente, com dados incompletos ou, ainda, não seja movimentada há muito tempo para evitar o indeferimento de emprésitmo pelo banco.


Informações de carreira e todas as novidades para servidores públicos federais estão no canal da bxblue no YouTube: conheça e se inscreva gratuitamente.


Redação BX Blue

Redação BX Blue

Somos especialistas em empréstimo consignado e focados em divulgar informações úteis para as suas finanças.

Quer fazer um empréstimo consignado?

A bxblue pode te ajudar a contratar o consignado que você está precisando! Compare propostas de crédito consignado de diferentes bancos e escolha a melhor para você.

Simule seu consignado