Aposentadorias acima do mínimo terão reajuste de 5,45% em 2021

aposentadorias acima do mínimo - dinheiro na carteira

Publicado em: 12/01/2021

O valor do reajuste das aposentadorias acima do mínimo em 2021 acaba de ser confirmado. Calculado com base no INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor) acumulado de 2020, o aumento corresponderá a 5,45%.

O indicador foi divulgado hoje (12) pelo IBGE, Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas e, deve ser publicado em breve no Diário Oficial da União (DOU).

Veja outras informações relevantes para o seu bolso!

Qual será o valor das aposentadorias acima do mínimo em 2021?

Qual o aumento do aposentado que ganha acima do salário mínimo?

Os Aposentados e Pensionistas do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) vão ter um aumento de 5,45% nas aposentadorias acima do mínimo. Ou seja, todo beneficiário que receber acima de R$ 1.100, que é o piso nacional do salário mínimo – terá esse acréscimo. O valor foi confirmado pela Portaria SEPTR/ME nº 477 de 12 de janeiro de 2021.

Quem recebe até um salário terá reajuste de 5,26% em 2021.

AnoReajuste para quem recebe até um salário mínimoReajuste para quem recebe acima de um salário mínimo
20215,26%5,45%
20204,10%4,48%
20194,61%3,43%
20181,81%2,07%
Fonte: INSS

Reajuste das aposentadorias acima do mínimo também altera o valor do teto

O valor máximo que o INSS pode pagar a uma pessoa, conhecido como teto do INSS também será atualizado, conforme a nova alíquota do aumento.

Hoje, o valor que é de R$ 6.101,06 deve passar para R$ 6.433,57 (valor bruto).

Valor do benefício pago pelo INSSValor do benefício para 2021 (com os reajustes)Valor da diferença
R$1.045,00
(Ref.: 2020)
R$1.100,00R$55,00
R$1.200,00R$ 1.265,40R$65,40
R$1.400,00R$1.476,30R$76,30
R$1.600,00R$1.687,20R$87,20
R$1.800,00R$1.898,10R$98,10
R$2.000,00R$2.109,00R$109,00
R$2.200,00R$2.319,90R$119,90
R$2.400,00R$2.530,80R$130,80
R$2.600,00R$2.741,70R$141,70
R$2.800,00R$2.952,60R$152,60
R$3.000,00R$3.163,50R$163,50
R$3.200,00R$3.374,40R$174,40
R$3.400,00R$3.585,30R$185,30
R$3.600,00R$3.796,20R$196,20
R$3.800,00R$4.007,10R$207,10
R$4.000,00R$4.218,00R$218,00
R$4.200,00R$4.428,90R$228,90
R$4.400,00R$4.639,80R$239,80
R$4.600,00R$4.850,70R$250,70
R$4.800,00R$5.061,60R$261,60
R$5.000,00R$5.272,50R$272,50
R$5.200,00R$5.483,40R$283,40
R$5.400,00R$5.694,30R$294,30
R$5.600,00R$5.905,20R$305,20
R$5.800,00R$6.116,10R$316,10
R$6.000,00R$6.327,00R$327,00
R$ 6.433,57R$6.784,20R$350,63
Fonte: INSS

O provento que é transferido mensalmente pode ter ainda o desconto do Imposto de Renda e outras consignações.

Os titulares de empréstimos consignados, por exemplo, tem o valor da(s) parcela(s) do(s) contrato(s) debitados automaticamente do benefício. Por lei, esse valor mensal não pode ultrapassar 30%, que é a margem consignável.

Datas dos pagamentos – calendário 2021

Seguindo o novo cronograma (tabela de pagamentos do INSS de 2021), as aposentadorias acima do mínimo serão pagas a partir de 1º de fevereiro de 2021.

Vale lembrar que o pagamento é referente a competência de janeiro. O último pagamento do ano anterior já foi realizado. Todos os segurados receberam até o dia 08 de janeiro.

A ordem é definida pelo número final do benefício (sem considerar o dígito). No caso dos beneficiários que recebem acima de um salário a data agrupa mais de um número na mesma data:

Número final do benefício INSS e ordem dos pagamentos
1 e 6
2 e 7
3 e 8
4 e 9
5 e 0
Fonte: INSS

Quem ainda tiver dúvidas sobre como e onde localizar o número do benefício, pode consultar:

  1. Carta de concessão do benefício;
  2. Cartão cidadão (pelo número do PIS/PASEP);
  3. Perfil no Meu INSS.

Todas essas informações podem ser conferidas online e a distância. Outra alternativa é ligar no telefone 135 do INSS.

DICA EXTRA: ao acessar o Meu INSS, o beneficiário pode emitir também o Extrato de Pagamento ou Histórico de Créditos. O relatório traz os valores já pagos em meses anteriores o valor provisionado para o próximo vencimento.

Perfil dos Beneficiários no Brasil

Atualmente cerca de 30% dos segurados da Previdência Social recebem valores superiores. A maioria tem direito apenas ao valor mínimo.

Para definição do valor da aposentadoria, são avaliados idade, tempo de contribuição e outras informações sobre o perfil do cidadão. Neste ano, entraram em vigor as novas regras da aposentadoria que são resultado da Reforma Previdenciária.

Leia também: Novas regras do INSS: um guia completo da Nova Previdência

Além dos Aposentados, a base do INSS é composta também pelos Pensionistas.

Os benefícios podem ser solicitados diretamente (ao cumprir as regras e pré-requisitos mínimos, qualquer cidadão pode dar entrada na aposentadoria) ou na Justiça. A análise dos processos judiciais são mais demorados e podem levar anos para uma conclusão.

Em ambos casos, é preciso apresentar documentação comprobatória para requerer o direito. Sendo o titular direto, os documentos serão os pessoais ou, para as pensões, do titular e do beneficiário.

Os benefícios podem ainda ser acumulados, ou seja, uma pessoa pode ter uma aposentadoria e uma pensão. Isso só não ocorre quando o segurado recebe auxílios – sendo permanentes ou emergenciais.


Se você é beneficiário INSS e não quer perder informações relevantes, pode receber notícias selecionadas direto no seu WhatsApp.  Clique aqui para se inscrever GRATUITAMENTE.