Como fazer a atualização de dados cadastrais do beneficiário no INSS?

atualização de dados cadastrais

Publicado em: 09/03/2020

Um dos compromissos da maioria dos cidadãos, incluindo os Aposentados e Pensionistas, é realizar a atualização de dados cadastrais junto ao INSS. Assim, conforme solicitado pelo próprio INSS ou em função de alguma mudança ou correção, é preciso solicitar a atualização.

Saiba agora como manter as suas informações em dia.

Atualização de dados cadastrais do beneficiário no INSS

O INSS dispõe de um serviço online e gratuito para a atualização dos dados cadastrais. Os motivos podem ser os mais variados como:

  • correção de informações (para o caso de ter algum dado errado);
  • mudança de endereço;
  • alteração de nome (em função de separação ou emissão de nova certidão de casamento);
  • alteração de e-mail ou telefone para contato;
  • atualização da atividade (no caso de Empregado Doméstico, Contribuinte Individual, Facultativo ou Segurado Especial).

Vale ressaltar que a atualização de vínculos e contribuições previdenciárias do trabalhador só é feita quando há o pedido por um benefício.

Quem pode utilizar esse serviço?

Obrigatoriamente todos os beneficiários (Aposentados ou Pensionistas) do INSS. Ou seja, todos aqueles que recebem algum tipo de benefício mensalmente.

No caso dos titulares dos benefícios menores de idade, esses são representados por seus responsáveis que, se necessário devem solicitar a alteração cadastral de ambos.

Documentos necessários

Para a renovação e validação das informações, o solicitante deve disponibilizar, quando solicitado:

Documentos pessoais do beneficiário (com foto): são aceitos RG, CNH (Carteira Nacional de Habilitação) ou qualquer outra carteirinha similar que permita comprovar que se trata da mesma pessoa.

Outros documentos: dependendo da atualização será preciso disponibilizar também outros documentos, como por exemplo, título eleitoral, certidões de nascimento ou casamento, comprovante de residência, dentre outros.

Vale lembrar que no caso dos representantes ou procuradores legais outros documentos podem ser exigidos. É o caso do termo ou procuração, além do documento de identificação com foto e CPF do procurador ou representante.

Da mesma forma, o objetivo é assegurar que primeiro, o representante tem os devidos poderes e autorizações para representar o beneficiário e está de fato defendendo seus direitos – coibindo assim o número de fraudes.

Como solicitar a atualização de dados cadastrais no INSS?

Com a digitalização dos processo do INSS, os segurados não precisam mais de deslocar até uma agência. Tanto a atualização, quanto o acompanhamento da solicitação podem ser realizados online por meio do Meu INSS, disponível na versão web (site) ou aplicativo.

A plataforma oferece diversos serviços, além deste, e tem como objetivo facilitar o acesso e a comunicação com a Previdência Social.

Saiba agora como acessar e solicitar a atualização de dados cadastrais.

Passo 1: acessar o Meu INSS

Para acessar o Meu INSS é necessário ter um cadastro prévio. É preciso, portanto, criar um usuário e uma senha que é pessoal e intransferível.

Leia tambémO cadastro do Meu INSS mudou. Crie seu novo login agora!

O usuário é identificado pelo CPF, por se tratar de uma informação menos sujeita a erros.

Passo 2: selecionar a opção Agendamentos/Solicitações

Depois de fazer o login do Meu INSS, o usuário deve selecionar a opção Agendamentos/Solicitações, disponível na página inicial.

Caso já tenha algum requerimento em andamento, aparecerá na tela seguinte. Para uma nova solicitação basta clicar em “novo requerimento”. É muito importante conferir os dados do usuário, na lateral, antes de prosseguir.

Como todos os serviços estarão listados nesta tela, para facilitar a busca, é recomendável digitar no campo pesquisar (lupa localizada no canto superior), a palavra “atualização”.

Em seguida o filtro irá carregar apenas as opções relacionadas a esse serviço.

Passo 3: selecionar a opção da Atualização de Dados Cadastrais

Ao clicar em “Atualização de Dados Cadastrais – à distância”, deverá aparecer uma mensagem de atualização de contatos na tela inicial. Neste momento é recomendável já confirmar os dados principais.

O endereço secundário deve ser usado apenas para quem reside no exterior. Depois de conferir as informações, basta clicar em “avançar”, no canto inferior da tela.

O sistema irá identificar se ocorreu alguma mudança e, do contrário, irá demonstrar a mensagem “nenhum dado foi atualizado. Deseja continuar?”. Clicando em “Continuar” já é possível prosseguir.

A próxima tela irá demonstrar um aviso muito importante. O usuário deve ter em mente que os dadas cadastrais dizem respeito ao endereço e contatos do beneficiário. As alterações relacionadas aos vínculos e remunerações só são realizadas no momento de solicitação do benefício.

Estando ciente, o usuário deve clicar mais uma vez em “Avançar”.

Passo 4: atualizar informações

Um novo aviso será exibido na tela, com orientações sobre os tipos de anexos aceitos.

Depois de ler, basta clicar em “Avançar”, mais uma vez.

Nesta etapa também é necessário confirmar os dados do requerente. Caso seja um procurador, o solicitante deve selecionar a opção “Procurar” em “Você deseja cadastrar Procurador ou Representante Legal para este pedido?”.

Informações como nome, data de nascimento, filiação e CPF também podem ser atualizados. Esse caso também é válido para quem desejar atualizar os dados com base na Certidão Civil.

Os documentos comprobatórios, se necessário, devem ser anexados, ao clicar no botão “novo”. Os arquivos não podem ultrapassar 50MB e devem se encaminhados no formato PDF, conforme instruções da tela inicial.

Cada documento deve ser inserido separadamente, para facilitar a análise. Assim, havendo mais de um documento é preciso inserir um a um.

Para finalizar a etapa basta clicar em “Avançar”. Pronto! A atualização foi realizada com sucesso.

Acompanhamento da solicitação

Antes de concluir o pedido, o solicitante deve preencher o campo obrigatório “Você aceita acompanhar o andamento do processo pelo Meu INSS, Central 135 ou e-mail?”.

Assim, caso queira acompanhar a solicitação online pelo site ou aplicativo Meu INSS, o requerente pode entrar na mesma opção Agendamentos/Solicitações. Uma vez que um novo pedido tenha sido aberto, todos os agendamentos ou requerimentos constarão na tela inicial, para consulta.

As notificações sobre o andamento do processo também serão encaminhadas por e-mail. Caso o titular do benefício não tenha um e-mail próprio, é recomendável inserir um e-mail de alguém de sua confiança.

O INSS deverá informar o segurado previamente, nos casos em que for indispensável o atendimento presencial para comprovação de alguma informação obrigatória ou adicional.

Por que é importante manter os dados atualizados no INSS

É preciso lembrar que, embora o INSS possa utilizar outras bases do Governo com fonte de informação, irá se basear nas informações que o beneficiário cede, acreditando, portanto, em sua legitimidade.

Os contatos informados (telefones e e-mails) devem ser atualizados, sempre que houver alguma modificação. É por um destes contatos que o INSS irá retornar para falar diretamente com o segurado. Desta forma, contatos desatualizados ou incorretos podem atrasar processos ou retornos. Sem contato por muito tempo, o INSS pode até suspender o benefício.

É importante lembrar que a atualização de dados cadastrais é complementar a Prova de Vida Anual.  Um processo não invalida o outros, sendo portanto, tratados de formas independentes.

Então, mudou de endereço? Seu número de telefone foi atualizado? Não deixe de informar o INSS. Mantenha seus dados renovados para não ter qualquer problema de comunicação ou relação ao seu benefício!

 

Quer fazer um empréstimo consignado?

A bxblue pode te ajudar a contratar o consignado que você está precisando! Compare propostas de crédito consignado de diferentes bancos e escolha a melhor para você.

Simule seu consignado