Aprenda a gerar, consultar e cancelar autorização consignatária no SouGov

bxblue-autorizacao-consignataria-.jpg

Publicado em: 27/12/2021

A autorização consignatária é um procedimento obrigatório para os servidores federais que desejam contratar um empréstimo consignado. Sem ela, não é possível sequer dar continuidade às negociações, motivo pelo qual é imprescindível que os servidores saibam como gerar, consultar e cancelar autorizações.

Até o mês de abril, a autorização era feita nas plataformas Sigepe, que estão sendo substituídas gradativamente pelo SouGov, o novo aplicativo que irá concentrar e ampliar todos os serviços da vida funcional dos servidores SIAPE.

Com isso, a forma de os servidores públicos federais acessarem os serviços consignatários mudou. Entenda como emitir agora a autorização consignatária no SouGov.

Inscreva-se e receba conteúdos exclusivos para servidores federais
Erro ao enviar, tente novamente.

Autorização consignatária

O procedimento de autorização consignatária é a liberação dada pelo servidor federal à instituição financeira onde pretende contratar um empréstimo, para que as negociações e a contratação possam ser conduzidas.

No empréstimo consignado, o pagamento da dívida é feito via desconto em folha. Ou seja, em vez de quitar as parcelas via carnês, faturas ou boletos, o valor é descontado mensalmente do contracheque do servidor e transferido automaticamente ao banco.

Isso só é possível mediante uma relação de convênio entre a instituição financeira e o órgão pagador do servidor e a autorização consignatária, que funciona como uma permissão inicial para que as negociações possam ser feitas. 

Como acessar o SouGov?

A consulta, aprovação e cancelamento da autorização consignatária depende do acesso ao SouGov, que pode ser feito no site ou aplicativo.

Aqueles que optarem pelo site, devem acessar o SouGov Web. Já os adeptos do aplicativo, precisam fazer o download nas lojas de aplicativos App Store e Play Store.

Em ambas, também é necessário fazer o login. Ao clicar em “Entrar com gov.br”, o servidor tem a opção de acessar o SouGov com o CPF e senha cadastrados no sistema gov.br (o método de login centralizado para todos os serviços públicos digitais), ou pelas outras alternativas disponíveis, tais como certificado digital, banco ou QR Code.

Como gerar autorização consignatária no novo Sigepe/SouGov

Abra o aplicativo SouGov, faça login na plataforma e, na página inicial, vá em “AutoAtendimento”.

É imprescindível que, caso possua mais de um vínculo com a Administração Pública, o servidor selecione aquele em que deseja efetuar a contratação. Isso também é válido para o cancelamento e consulta da autorização.

Depois, clique em Consignação e, em seguida, selecione a opção “Empréstimo Consignado”. Clique em “Autorizar Consignatário”.

Foto: Reprodução | SouGov

Na próxima tela, selecione o tipo de consignação para aparecer as opções disponíveis e clique na alternativa desejada.

Selecione o Consignatário, que é a instituição financeira onde pretende contratar o empréstimo consignado, clique em “Autorizar” e, depois, em “Confirmar”.

Foto: Reprodução | SouGov

Feito isso, uma mensagem de confirmação aparecerá na tela e também será enviada ao e-mail do titular, com todos os dados da autorização e do consignatário.

Foto: Reprodução | SouGov

Consulta a autorizações consignatárias

Apesar da confirmação da autorização consignatária ser enviada a pessoa que fez o procedimento, o servidor também pode fazer a consulta a qualquer momento nas plataformas SouGov.

Veja como consultar autorização gerada para consignatário

Abra o aplicativo, faça o login e, na página inicial, vá até “AutoAtendimento” e clique em “Consignação”; selecione a opção “Empréstimo Consignado”.

Clique em “Consultar Autorização de Consignatário”; para obter mais informações, clique na seta ao lado de “Utilizadas”.

Foto: Reprodução | SouGov

Cancelamento de autorização de empréstimo consignado

A autorização consignatária é válida por 30 dias. Após o término do prazo, ela é automaticamente cancelada

Ainda assim, o servidor tem a opção de cancelar o procedimento antes da data-limite.

Passo a passo para cancelar autorização consignatária no SouGov

Assim como nos tutoriais anteriores, para cancelar a autorização consignatária o servidor deve fazer login no SouGov, ir até o trecho de “AutoAtendimento” e clicar em “Consignação”.

O próximo passo é selecionar a opção “Empréstimo Consignado” e, depois, “Cancelar Autorização de Consignatário”. 

Caso tenha mais de uma autorização realizada, o servidor deve selecionar aquela que deseja cancelar e clicar em “Confirmar”.

Pronto. Em instantes uma mensagem de confirmação do cancelamento aparecerá na tela.

Foto: Reprodução | SouGov

Sobre o SouGov

O SouGov é uma plataforma criada para centralizar todos os serviços relacionados à vida funcional dos servidores federais em um único lugar.

Até o lançamento do SouGov, que ocorreu em maio de 2021, os servidores precisavam acessar as funcionalidades em diferentes aplicativos do Sigepe. 

Contudo, gradativamente os serviços antes distribuídos no Sigepe têm sido migrados para o SouGov. A expectativa é que, até 2023, todos os serviços possam ser acessados na nova plataforma.

À medida que novas funcionalidades são adicionadas ao SouGov, os aplicativos Sigepe são desativados. Até o momento, o SouGov conta com mais de 40 serviços e aplicativos como Sigepe Mobile, Sigepe Banco de Talentos e Sigepe Gestor já foram desativados.

Por trás da criação do SouGov, está a Secretaria Especial de Desburocratização, Gestão e Governo Digital, do Ministério da Economia. A medida está relacionada ao projeto do Governo Digital, conforme prevê a Lei 14.129/2021, que visa aumentar a eficiência pública.

Selos de confiabilidade

Com o objetivo de aumentar a segurança dos usuários do SouGov, a plataforma conta com três selos de confiabilidade: bronze, prata e ouro.

Os selos representam o nível de confiabilidade cadastral. O bronze é o nível básico, para cadastros feitos apenas com o CPF. 

Já o selo prata é para cadastros verificados, ou seja, com validação feita via internet banking, base de dados de Servidores Públicos da União ou validação facial. 

Por fim, o selo ouro é dado aos cadastros comprovados, validados com certificação digital ou validação facial.

Vale ressaltar que o acesso aos serviços depende do selo do usuário. Servidores com os selos bronze ou prata têm acesso limitado às funcionalidades, enquanto que aqueles que possuem selo outro têm acesso a todos os serviços da plataforma.


Informações de carreira e todas as novidades para servidores públicos federais estão no canal da bxblue no YouTube: conheça e se inscreva gratuitamente.