Qual banco tem a menor taxa de juros para consignado em 2021?

menor taxa de juros para o consignado - homem refletindo sobre preços e valores

Publicado em: 13/08/2021

Assim como muitos produtos com valores mais elevados, no empréstimo consignado é importante a prática de fazer pesquisas e comparar valores em busca da menor taxa de juros para consignado.

E de olho na importância desta prática para os brasileiros, especialmente em um cenário econômico desafiador, reunimos dados oficiais sobre os juros mais baixos do mercado. Siga a leitura para aprender mais sobre consignado e descobrir onde estão as menores taxas.

Inscreva-se para receber conteúdos exclusivos sobre empréstimo consignado
Erro ao enviar, tente novamente.

O que é o empréstimo consignado?

O empréstimo consignado é a modalidade de crédito pessoal com a menor taxa de juros do mercado. 

A afirmação pode soar clichê ou até levar a pensar em propaganda enganosa, mas a forma como funciona este tipo específico de crédito ajuda a compreender o motivo por trás do diferencial do consignado.

No setor financeiro, as taxas de juros são proporcionais ao risco de inadimplência da dívida. Por consequência, quanto menor o risco de a dívida não ser quitada, menor os juros.

A possibilidade de inadimplência é significativamente baixa no consignado pois, ao contrário dos outros tipos de empréstimo e financiamentos, em que a quitação da dívida fica sob responsabilidade do tomador, nessa modalidade o pagamento é feito por meio do desconto automático em folha de pagamento do salário ou benefício.

E é por esse motivo que o consignado é disponibilizado para pessoas que apresentam o que é conhecido por estabilidade financeira, ou seja, renda regular assegurada: servidores públicos (consignado público), beneficiários do INSS (consignado INSS) e trabalhadores com carteira assinada (consignado privado).

Consignado privado x público x INSS

É importante deixar claro que, ao falar de consignado, pode-se fazer referência a três tipos, que possuem algumas características específicas: público, privado e INSS (Instituto Nacional de Seguro Social).

Essa classificação diz respeito ao convênio entre as instituições financeiras e os órgãos pagadores, pelo fato do consignado ser quitado a partir do desconto em folha. 

O consignado privado é o tipo de empréstimo em que empresas privadas fecham parcerias com bancos para tornar disponível a modalidade aos seus funcionários regidos sob a CLT (Consolidação das Leis do Trabalho). Dentre os consignados, é a categoria menos frequente, pois nem todas as empresas empregadoras o disponibilizam (motivo pelo qual é importante o trabalhador fazer a verificação na própria empresa).

Já o consignado público é exclusivo para trabalhadores do setor público, como servidores municipais, estaduais e federais (SIAPE), e também os integrantes das Forças Armadas, em que o convênio é feito entre instituições bancárias e os órgãos e entidades públicas. É uma categoria bem mais ampla do consignado.

Por fim, o consignado INSS é a categoria em que a concessão de crédito é resultado do convênio entre o órgão da Previdência Social e as instituições financeiras e correspondentes bancários. Também é a linha mais ampla do consignado, em números absolutos, por compreender todos os aposentados e pensionistas do INSS que recebam algum benefício consignável.

As duas últimas opções são mais recorrentes quando o assunto é consignado, porque por natureza são convênios de maior estabilidade, aspecto crucial nesse tipo de crédito.

Como funciona o empréstimo consignado?

De modo simplificado, o empréstimo consignado funciona da seguinte forma: uma pessoa que deseja contratá-lo e se encaixa nos requisitos da modalidade, deve fazer o pedido junto a um correspondente bancário ou instituição financeira de confiança.

O banco fará uma avaliação dos dados enviados pelo consumidor (comprovante de renda e documentos pessoais), para saber se ele pode fazer o consignado. Outro ponto é fundamental no processo de contratação do consignado: a margem consignável. Para conseguir um empréstimo, o tomador deve ter margem livre. 

A margem consignável é a reserva de valor destinada ao pagamento das parcelas do empréstimo. Atualmente, a margem estabelecida pela Lei 14.131/2021 , válida até 31 de dezembro de 2021, é de 35%. O que significa que do valor recebido pela pessoa que deseja contratar um empréstimo, até 35% pode ser usado para pagar parcelas de empréstimo consignado e até 5% para prestações do cartão de crédito consignado, exclusivamente.

Sem um percentual dessa margem livre, o consignado não é liberado ao consumidor. Mas se houver margem, o próximo passo é a entrega de documentos e negociação dos valores, seguido da aprovação do banco.  

O consumidor também deve pedir a autorização de seu órgão pagador (responsável por efetuar o pagamento de seu salário ou benefício) para a realização do empréstimo. No caso dos beneficiários do INSS, por exemplo, é necessário pedir a autorização do órgão para que ele libere o desconto em folha. Esse procedimento é conhecido como averbação.

Atualmente, tanto o consignado público quanto o consignado INSS tem o procedimento da averbação online, o que torna muito mais rápido o processo de contratação do empréstimo.

Depois do contrato averbado, o valor é depositado em poucos dias na conta do tomador, que não precisa se preocupar com as datas de pagamento, já que a quitação é feita de modo automático, mensalmente, pelo desconto em folha.

Arte: bxblue

Taxa de juros: entenda como ela influencia no valor do consignado

As instituições financeiras que oferecem o serviço de empréstimo cobram um valor em cima do dinheiro concedido. Esse valor é chamado de taxa de juros.

Ou seja, ao contratar um empréstimo, além do valor emprestado o tomador também pagará nas prestações um acréscimo pelo serviço. 

Porém, diferentemente de outras modalidades, no consignado a taxa de juros é pré-fixada. Isso significa que no momento da contratação os juros são definidos, bem como os valores de cada parcela, e ambos não sofrem alteração ao longo da quitação. Em outras palavras, não há surpresas nos valores descontados na folha do tomador do consignado, já que todo mês ele é exatamente o mesmo.

Ao mencionar as taxas de juros, é necessário levar em consideração o impacto de fatores externos que influenciam o cenário econômico.

A elevação da taxa Selic, por exemplo, que é a taxa básica de juros, também pode acarretar no aumento das taxas do consignado, como afirmam os especialistas. Outro fator é a própria dinâmica de oferta e procura do mercado: quando o número de consumidores buscando determinado crédito é menor, os bancos podem optar por reduzir as taxas de juros para estimular a contratação da modalidade, e vice-versa.

Empréstimo consignado possui “teto” de juros

A taxa de juros mais baixa em comparação às outras formas de crédito pessoal soma-se a uma segunda característica do consignado, que é o teto instituído legalmente para o percentual dessas taxas. 

Portanto, os bancos não podem cobrar quaisquer taxas de juros, pois devem respeitar o limite previsto nas regras do consignado para os convênios SIAPE (Sistema Integrado de Administração de Pessoal) e INSS.

O teto atual da taxa de juros do consignado para beneficiários do INSS, por exemplo, é de 1,80% ao mês. Já o dos servidores públicos, é 2,05%. 

Dessa forma, as taxas de juros para o consignado voltado a estes públicos não devem ultrapassar os limites legais fixados, ao contrário do que ocorre em outros créditos, cujas taxas de juros podem chegar facilmente a valores que superam os dois dígitos mensais.

Qual banco tem a menor taxa de juros para consignado?

O Banco Central, instituição responsável pela administração da política econômica do país, publica periodicamente uma tabela com a taxa média de juros cobrada nos consignados público, privado e INSS.

No entanto, as taxas de juros dos bancos são atualizadas quase que diariamente, de modo a acompanhar as mudanças no mercado.

Por esse motivo, as taxas apresentadas a seguir podem já não ser as mesmas dentre alguns dias. Como as atualizações do BC não são feitas em tempo real, podem ocorrer variações.

De todo modo, uma saída é acessar o relatório do BC para estar por dentro das últimas atualizações e usar ferramentas de comparação de taxas.

Confira a seguir as 10 menores taxas de juros consignado 2021 para INSS, em ordem crescente, na semana entre 26 e 30 de julho.

BancoTaxa de juros ao mêsTaxa de juros ao ano
Banco Inter1,17%14,91%
Banco Sicoob1,17%14,97%
CCB Brasil1,26%16,24%
Banco Cetelem1,28%16,43%
Financ Alfa1,29%16,56%
Banco Cooperativo Sicredi1,30%16,77%
Banco Daycoval1,40%18,22%
Banco do Estado do RS1,41%18,32%
Paraná Banco1,43%18,57%
Caixa Econômica Federal1,45%18,85%
Fonte: Banco Central | Período: 26/07/2021 a 30/07/2021

Agora confira as menores taxas de juros para consignado público, também em ordem crescente, no mesmo período 26 e 30 de julho:

BancoTaxa de juros ao mêsTaxa de juros ao ano
Banco Cooperativo Sicredi0,92%11,64%
Banco Inbursa1,01%12,80%
Banco do Nordeste do Brasil1,02%12,89%
Banco Inter1,04%13,17%
BRB- CFI S.A.1,08%13,75%
BRB – Banco de Brasília1,09%13,83%
Financ Alfa S.A.1,13%14,38%
Caixa Econômica Federal 1,14%14,61%
Banco Cetelem1,17%14,98%
Itaú Unibanco1,18%15,11%
Fonte: Banco Central | Período: 26/07/2021 a 30/07/2021

Veja também as menores taxas para consignado privado, em ordem crescente, de 26 a 30 de julho:

BancoTaxa de juros ao mêsTaxa de juros ao ano
Banco do Estado de Sergipe1,01%12,85%
Banco Sicoob1,18%15,11%
Banco Seguro1,36%17,55%
Caixa Econômica Federal1,37%17,78%
Banco Randon1,42%18,49%
Banco Inter1,45%18,82%
Banco BMG 1,48%19,28%
BRB – CFI1,56%20,43%
Banco do Brasil1,58%20,70%
Pintos S.A. CFI1,59%20,91%
Fonte: Banco Central| Período: 26/07/2021 a 30/07/2021

Como encontrar a menor taxa de juros para consignado?

Como já ressaltado, as taxas de juros oscilam com frequência, e uma forma de estar sempre atualizado em relação às mudanças do mercado de crédito é usar um simulador online de empréstimo consignado.

O simulador da bxblue, além de trazer a taxa atualizada, também permite fazer a comparação de ofertas de empréstimo consignado de diferentes instituições financeiras.

A partir de informações fornecidas pelo consumidor, o simulador apresenta, em poucos instantes, propostas personalizadas de diferentes bancos para o serviço de empréstimo. Faça uma simulação agora mesmo.


Quer receber as últimas notícias, em primeira mão direto no seu Whatsapp? Se inscreva gratuitamente: