Como calcular os juros do empréstimo consignado?

Um dos principais itens do Custo Efetivo Total do crédito pessoal é a taxa de juros. Aprenda a calcular os juros do empréstimo consignado.

calcular os juros do empréstimo consignado - caderno de escola, símbolo de juros e lápis
bxblue - ebook Guia de Crédito Consciente para download

Calcular os juros do empréstimo consignado pode nem sempre ser uma tarefa fácil. Afinal, além de saber quais são as taxas cobradas em cada banco, é necessário entender como esses juros serão aplicados sobre o valor da operação.

Além disso, é importante levar em consideração que inúmeros fatos influenciam na formação dos juros. Assim, o cenário econômico, fiscal, político e até a inflação interferem na formação de preços de um contrato de empréstimo consignado.

Outras variáveis também afetam a composição da taxa. Dentre elas, o prazo de pagamento, perfil do tomador e o modelo praticado por cada instituição financeira também são fatores fundamentais.

Continue a leitura para conferir os detalhes sobre as formas de calcular os juros do empréstimo consignado e ainda como descobrir, de modo fácil e rápido, a instituição financeira que possui a melhor oferta de juros.

Taxas de juros do empréstimo consignado

As taxas de juros do consignado e do empréstimo comum funcionam como a locação de um bem, como um imóvel. Porém, a diferença é que, na tomada de crédito, “aluga-se” o dinheiro. Na prática, os bancos fazem a ponte entre os detentores do capital (investidores ou poupadores) e os tomadores desses recursos (devedores).

A cada vez que um empréstimo é realizado, o tomador do empréstimo devolve ao banco uma quantia maior do que a que retirou. Ao mesmo tempo, o investidor também recebe mais dinheiro do que o total aplicado. Portanto, a taxa de juros do consignado compõe, na prática, o custo do crédito.

Os juros, por sua vez, podem se apresentar em diferentes modalidades: existem taxas de juros compostas, nominais, efetivas, reais, entre outras. A seguir, confira um resumo com o conceito da taxa de juros simples e da taxa de juros compostos para entender melhor como esta taxa afeta as operações de crédito pessoal.

Taxas de juros compostos

Nessa modalidade, a cada novo período estipulado no contrato — os juros podem ser anuais, diários, mensais, entre outros intervalos — o valor-base para aplicar os juros pode ser alterado. Assim, em um empréstimo de R$ 1.000 (mil reais) com juros compostos de 8% ao ano e duração de 2 anos, por exemplo, tem-se o seguinte cenário:

  • no primeiro ano, o tomador pagará R$ 80 reais de juros (8% de R$ 1.000);
  • no segundo ano, a forma de calcular os juros se modifica. Dessa forma, os reajustes serão contabilizados sobre a soma do total do empréstimo e dos juros aplicados no período anterior (R$ 1.000 + R$ 80 = R$ 1.080 [mil e oitenta reais]);
  • depois de fazer essa adição, os juros de 8% incidirão sobre a nova quantia de base, resultando em R$ 86 (oitenta e seis reais) de juros, que correspondem a 8% de R$ 1.080.
  • em um contrato de 2 anos, o devedor terá devolvido ao banco R$ 1.166 (mil cento e sessenta e seis reais), sendo R$ 1.000 do valor financiado, R$ 80 de juros aplicados no primeiro ano e mais R$ 86 de juros incidentes sobre o empréstimo no segundo ano.

Taxas de juros simples

Neste caso, o percentual será sempre aplicado sobre o valor emprestado no começo do contrato. Ou seja, é o contrário do que ocorre nos juros compostos, nos quais o valor de base sobre o qual serão aplicados os juros muda.

Por exemplo: a pessoa que tomou um empréstimo de R$ 1.000 (mil reais), sendo a taxa de juros simples de 8% ao ano em uma negociação de 2 anos terá de pagar o seguinte:

  • No primeiro ano ela pagará R$ 80 (oitenta reais) de juros (8% de R$ 1.000);
  • No segundo ano, ela pagará outros R$ 80 (oitenta reais) de juros (8% de R$ 1.000);
  • Ao término de 2 anos (fim do contrato), esse tomador de crédito terá devolvido ao banco R$ 1.160 (mil cento e sessenta reais): o valor emprestado (mil reais) + juros do primeiro ano (80 reais) + juros do segundo ano (80 reais).
Simule seu empréstimo consignado

O que você quer descobrir?

Seu convênio:

Qual é a sua margem consignável?

Em quantas parcelas?

Em quantas parcelas?

Em quantas parcelas?

Empréstimo de até

R$

Proposta sujeita à confirmação de margem consignável

Quais fatores influenciam na formação dos juros?

De início, destaca-se que os juros no empréstimo consignado e no mercado de empréstimo como um todo são dinâmicos. Sendo assim, para saber se uma taxa de juros é vantajosa em determinado momento da economia, a melhor forma é comparar as ofertas de várias instituições financeiras.

Neste cenário, é importante compreender princípios básicos do contexto político, social e econômico do período em que o contrato de empréstimo será assinado. Isso ocorre porque, como já mencionado, todos esses fatores podem interferir na composição da taxa e afetar a forma de calcular os juros do empréstimo. Saiba mais:

Inflação

Se a inflação estiver elevada, a tendência é que as taxas de juros dos empréstimos aumentem. Esse fenômeno ocorre porque, com a alta dos preços de produtos e serviços, o dinheiro das pessoas passa a valer menos, ou seja, compra-se uma quantidade menor de bens e produtos com o dinheiro atual do que em momento anterior. Assim, na hora de emprestar, o risco para o banco será maior. Dessa forma, a inflação alta pode pressionar a elevação dos juros.

Situação fiscal do setor público

Déficits nas contas públicas também elevam os juros, uma vez que os entes governamentais passam a tomar empréstimo dos bancos a fim de cobrir os déficits financeiros.

Como consequência, sobra menos capital no mercado privado disponível para os empréstimos, o que encarece o acesso ao dinheiro para o consumidor. Além disso, o saldo negativo do poder público coloca a lei da oferta e da procura a favor dos bancos, com mais busca pelo produto (dinheiro), o que pressiona o custo do crédito.

Selic

A taxa Selic (Sistema Especial de Liquidação e de Custódia) é a taxa básica de juros da economia brasileira e serve de padrão para o setor financeiro. Dessa forma, a cada aumento da Selic, existe também uma expansão de todos os juros da economia, inclusive os aplicados em empréstimos. Por outro lado, quando o contrário acontece, isto é, a Selic cai, as taxas de juros também costumam retroceder.

Prazo para o pagamento da dívida

Outro fator que afeta a fórmula para calcular os juros do empréstimo consignado é o prazo para o pagamento. Assim, quanto maior for o tempo para o devedor quitar o débito, maior serão os gastos com os juros.

Os juros integram o CET?

As taxas de juros do consignado não são as únicas despesas envolvidas na transação do crédito consignado. Dessa maneira, o tomador do crédito terá ainda gastos com tarifas, seguros e operações administrativas do banco, além dos juros.

Em outras palavras, os juros integram sim o Custo Efetivo Total (CET) de uma dívida, incluindo despesas relacionadas ao mercado de crédito consignado — embora não seja formado apenas por ele.

Por que as taxas de juros do consignado são menores?

As taxas de juros do empréstimo consignado são menores — quando comparadas com as do empréstimo direto com o banco e até mesmo outras modalidades de crédito pessoal — porque a quitação do débito se dá pelo desconto automático na folha de pagamento do devedor.

Assim, praticamente não há risco de inadimplência para as instituições financeiras. Com a certeza de que o dinheiro emprestado será, de fato, devolvido, os bancos podem cobrar menos dos consumidores que realizam este tipo de operação.

Contudo, o consignado não é uma modalidade acessível a todos os consumidores brasileiros, pois a legislação permite apenas sua utilização àqueles que possuem renda fixa. É o caso de aposentados e pensionistas do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social), servidores públicos e profissionais de empresas privadas que tenham convênios assinados com os bancos, além de Militares das Forças Armadas (Exército, Marinha e Aeronáutica).

Taxas de juros do consignado x outros empréstimos e financiamentos

A cobrança de juros no empréstimo consignado ainda tem barreiras impostas pela legislação, diferentemente de outros empréstimos, já que o mesmo depende da anuência do órgão empregador. Por esse motivo, fica mais protegida contra eventuais taxas abusivas e das oscilações do mercado no modelo consignado. Confira os detalhes:

  • Empréstimo consignado para aposentados: os juros por mês não podem ser maiores do que 2,08% e o prazo máximo para pagar a dívida é de 72 meses;
  • Empréstimo consignado para servidores públicos da ativa: para os servidores públicos, os juros do consignado não podem ultrapassar 2,05% ao mês e o prazo para quitar o débito é de 96 meses.

Frisa-se que podem ocorrer variações nas regras dos prazos do consignado conforme a política de crédito de cada instituição.

Como calcular os juros do empréstimo consignado de forma rápida?

Certamente, quem vai tomar um empréstimo gostaria de encontrar as melhores condições possíveis para fechar esse tipo de transação. Contudo, fazer essa pesquisa direto nos bancos é cansativa e exige tempo do consumidor.

Para ajudar a calcular os juros do empréstimo consignado de um jeito mais fácil, a bxblue conta com uma ferramenta de consulta gratuita que reúne as condições reais oferecidas pelos bancos: trata-se do simulador de empréstimo consignado online.

Com esse recurso, é possível comparar as propostas das melhores instituições financeiras sem sair de casa. Além das taxas de juros, o consumidor também compara e avalia, com rapidez, valores do empréstimo, prazos e condições gerais de contratação, como o Custo Efetivo Total.

Afinal, é bom lembrar que mesmo os juros do consignado sendo mais baixos do que outros tipos de empréstimos, cada instituição pode oferecer, dentro dos limites legais, taxas diferenciadas. Dessa forma, o crédito pode ser ainda mais barato dependendo da instituição financeira escolhida. Simule gratuitamente agora.

Veja também: juros do empréstimo consignado em 2021


Saiba tudo de empréstimo consignado e confira dicas para organizar sua vida financeira no canal da BX Blue no YouTube: inscreva-se gratuitamente aqui.


Redação BX Blue

Redação BX Blue

Somos especialistas em empréstimo consignado e focados em divulgar informações úteis para as suas finanças.

O empréstimo consignado ideal para você

A BX Blue busca várias ofertas para te ajudar a encontrar o consignado que você precisa!

Compare online, escolha a melhor oferta e receba o dinheiro com rapidez e segurança.

Ver ofertas de consignado