Como emitir o extrato INSS para o Imposto de Renda 2020?

Todos os beneficiários do INSS precisam apresentar também os Informes de Rendimentos, na hora de fazer a Declaração de Ajuste Anual do Imposto de Renda das Pessoas Físicas (DIRPF). E, por isso, é preciso saber como emitir o extrato para Imposto de Renda.

A obrigação anual junto a Receita Federal é válida tanto para para residentes no Brasil, quanto para os segurados que residem no exterior.

O extrato para essa finalidade pode ser obtido de duas formas:

  1. Online: o informe de rendimentos pode ser emitido pela internet, sem sair de casa, por meio dos sites Meu INSS ou Previdência Social e também pelo Aplicativo Meu INSS;
  2. Presencialmente: o beneficiário deve se dirigir até a agência do INSS mais próxima e solicitá-lo. O serviço precisa ser agendado.

Veja agora o passo a passo detalhado de como obter o extrato INSS para o Imposto de Renda 2020. Confira!

Quais são as opções para consultar e emitir o extrato INSS?

Como emitir o extrato INSS para o Imposto de Renda?

O extrato para Imposto de Renda INSS demonstra todos os valores que foram pagos a um beneficiário do INSS, durante um ano. O documento está disponível para todo e qualquer cidadão que receba auxílio da instituição.

Veja agora como fazer a sua solicitação ou acessar o informe de rendimentos INSS para a Declaração do IR 2020.

1) Consulta do extrato INSS pela Internet

Com a consulta do extrato INSS para o IRPF 2020, pela internet, é possível ter acesso as informações necessárias, em poucos minutos. O acesso pode ser realizado pelo computador, smartphone ou tablet.

Site Meu INSS – Extrato para Imposto de Renda online

Pelo Meu INSS os cidadãos ou beneficiários podem acessar gratuitamente diversos serviços. Entre eles, o extrato para o Imposto de Renda, seguindo esses passos:

Passo 1: acesse o site do Meu INSS e entre na conta. Esse serviço é autenticado, ou seja, precisa da identificação do beneficiário.

Caso ainda não tenha uma senha, é necessário criar pelo Portal Gov.Br.

Leia tambémO cadastro do Meu INSS mudou. Crie seu novo login agora!

Esse login, também chamado de login único, é válido também para outros serviços digitais o Governo, assim como para acesso ao aplicativo Meu INSS.

Passo 2:  clicar na opção “Extrato para Imposto de Renda”. Essa seção estará disponível, em destaque, na tela inicial do sistema.

 

Passo 3: na próxima tela, basta selecionar o ano-calendário de interesse e o benefício (caso tenha mais de um). Em seguida, já é possível visualizar ou emitir o extrato INSS para o Imposto de Renda. Para o IR 2020, o ano-calendário a ser emitido é 2019.

O documento pode ser salvo para futuras consultas ou acessado novamente online, sempre que necessário.

IMPORTANTE: o Informe de Rendimentos ou extrato para Imposto de Renda só estará disponível para quem já teve o benefício concedido.

Site da Previdência Social

Emitir o extrato INSS para o IR pelo site da Previdência Social também é muito fácil e pode ser realizado em dois passos:

Passo 1: acesse o site da Previdência Social e preencha todos os campos solicitados.

Passo 2: Pronto! O extrato para Imposto de Renda do INSS referente ao ano escolhido já será demonstrado na próxima tela.

Para facilitar o acesso, o documento pode ser salvo no computador ou celular. É imprescindível ter essa informação em mãos, na hora de fazer a declaração do IR.

Aplicativo Meu INSS – Extrato para Imposto de Renda online

Os usuários que preferirem, pode acessar o extrato pelo aplicativo Meu INSS.

Passo 1: faça o download e instale o aplicativo no smartphone ou tablet. O app está disponível para Android ou iOS.

Para iniciar a instalação, basta clicar na opção “Instalar” e seguir as instruções.

Passo 2: acesse a conta com o CPF e senha cadastrados anteriormente e busque a opção “Extrato para Imposto de Renda”.

 

Da mesma forma, o beneficiário deve selecionar o ano de interesse.

2) Agências da Previdência Social (APS)

Para emitir o extrato INSS em uma das Agências da Previdência Social, é preciso agendar o serviço com antecedência. Além disso, o Aposentado ou Pensionista precisa apresentar a documentação necessária: documento com foto e CPF.

Leia tambémRede de Atendimento INSS: conheça todos os canais disponíveis

Os procuradores ou representantes legais devem apresentar também a procuração no nome do segurado. Em caso de dúvida, é recomendável ligar na Central 135.

Passo 1: acesse o site do Meu INSS e entre na conta seguindo as dicas já mencionadas.

Passo 2: clicar na opção “Agendamentos/Solicitações”, na tela inicial.

Para prosseguir, basta clicar em “Novo requerimento”.

Passo 3: buscar a opção “Extrato para Imposto de Renda (IR) – Atendimento presencial” e seguir as instruções na tela.

Os dados de contato devem ser atualizados para facilitar o retorno e acompanhamento do requerimento.

As informações serão preenchidas automaticamente para conferência. Se, se necessário, devem ser alterados. Para prosseguir, basta clicar em “Avançar”.

A próxima tela irá apresentar um aviso de confirmação das informações. Clique em “Continuar”.

As páginas seguintes apresentarão outras mensagens, relembrando que é possível emitir o extrato do INSS para o IR online, ou seja, sem a necessidade de ir até uma agência.

IMPORTANTE: o agendamento e não comparecimento pode gerar responsabilização civil, penal e administrativa nos termos da lei. Portanto, siga com o requerimento apenas se for extremamente necessário.

Se agendado, comparecer no local, dia e horário agendados para retirar o extrato impresso.

Veja agora quem deve declarar o IR 2020.

Declaração de Imposto de Renda da Pessoa Física

A declaração de Imposto de Renda é, atualmente, obrigatória para todos que tenham recebido rendimentos acima da soma de R$28.559,70 em 2019.

Leia tambémImposto de Renda de Aposentados e Pensionistas INSS 2020

Também deve declarar seus bens aqueles que tiveram rendimentos isentos, não tributáveis ou tributados na fonte acima de R$40.000,00.

Quem faz operações em bolsas de valores ou mercados futuros se junta ao grupo daqueles que devem declarar. Assim como os que tem posses acima de R$300 mil até o fim do ano anterior e aqueles que escolherem a isenção de imposto de venda de um imóvel residencial para a compra de um outro imóvel em até 180 dias.

O período para a transmissão da declaração é de 02 de março a 30 de abril de 2020.


Recapitulando:

  • receberam rendimentos tributáveis acima de R$28.559,70 durante o ano passado;
  • receberam rendimentos isentos acima de R$40.000,00 durante o ano;
  • obtiveram ganho de capital na venda de bens ou realizaram operações de qualquer tipo na Bolsa de Valores;
  • tinham posses somando mais de R$300 mil até 31/12/2019;
  • escolherem a isenção de imposto de venda de um imóvel residencial para a compra de um outro imóvel em até 180 dias.

Os beneficiários que contrataram empréstimo consignado em 2019 ou que pagaram parcelas dos contratos de R$ 5.000,00 ou valor superior também devem declarar o empréstimo.


Pronto.  Agora você já sabe como emitir o extrato INSS para sua declaração de Imposto de Renda. Aproveite para transmitir sua declaração e já ficar em dia com o “leão”.

Continue acompanhando as publicações da bxblue, para ficar bem informado sobre as notícias do Imposto de Renda 2020.

 

Quer fazer um empréstimo consignado?

A bxblue pode te ajudar a contratar o consignado que você está precisando! Compare propostas de crédito consignado de diferentes bancos e escolha a melhor para você.

Simule seu consignado

  • Consulte por temas

  • Você também vai gostar de