Servidor federal: veja como fazer a prova de vida pelo SouGov

bxblue-prova-de-vida-pelo-sougov

Publicado em: 17/05/2021

O governo federal disponibilizou a prova de vida pelo SouGov para aproximadamente 700 mil aposentados, pensionistas e anistiados políticos civis da Administração Pública federal. A prova de vida digital é uma alternativa à prova de vida presencial, normalmente feita em agências bancárias.

O novo formato estava em fase de testes desde novembro de 2020 e se configura como mais uma iniciativa do projeto de transformação digital do governo para serviços públicos. O SouGov.br irá substituir em breve diversas plataformas do SIGEPE, concentrando os serviços da vida funcional e financeira de 1,3 mi de usuários.

Além de simplificar o procedimento, a digitalização do serviço também é uma medida de proteção contra o coronavírus, já que o público majoritário é formado por idosos, grupo de risco da doença.

O que é a prova de vida digital?

Para manter o acesso a um benefício previdenciário do Sistema Integrado de Administração de Recursos Humanos (Siape), o servidor público federal aposentado ou pensionista deve fazer um recadastramento anual no seu mês de aniversário, conhecido como prova de vida.

Com a prova de vida digital, essa comprovação, antes feita de forma presencial em agências bancárias, passa a ser feita online por meio do aplicativo SouGov.

Por meio da apresentação de documento de identificação com foto (como RG ou CNH) e CPF, o servidor aposentado ou pensionista comprova que está vivo e, portanto, possui direito ao benefício da aposentadoria ou pensão. 

Como fazer a prova de vida pelo SouGov?

O aplicativo SouGov faz a prova de vida por meio da validação facial. Para realizá-la, é preciso ter acesso ao gov.br e ter os aplicativos SouGov.br e MeuGov.br baixados no celular.

Veja o passo a passo para fazer a prova de vida do servidor público federal pelo SouGov:

  • Abra o aplicativo SouGov;
  • Na página inicial, clique nas três linhas à esquerda do nome SouGov;
  • Clique na opção “Prova de Vida”;
  • Na tela seguinte, aparecerá uma dentre três opções: regular (significa que não é necessário realizar a prova de vida), pendente (quer dizer que o beneficiário está dentro do prazo para realização, é necessário clicar em “Instruções para Prova de Vida”) e em atraso (significa o prazo já acabou, mas ainda é possível fazer o procedimento ao clicar na opção “Instruções para Prova de Vida”);
  • Após selecionar uma das opções, leia as orientações com atenção e clique em “Entendi! Abrir MeuGov.br” para ser direcionado automaticamente ao aplicativo MeuGov.
Foto: Reprodução/Governo Federal
Foto: Reprodução/Governo Federal

Entenda quais são os próximos passos no aplicativo MeuGov:

  • Acesse o aplicativo MeuGov;
  • Digite o número do seu CPF e clique em “Avançar”;
  • Preencha o campo com a sua senha atual e selecione “Entrar”;
  • Selecione a opção “Autorizar” e, em seguida, “Realizar Validação”;
  • Depois, clique na opção “Permitir”;
  • Feito isso, um tutorial aparecerá na tela. Você pode acompanhá-lo ou clicar em “Pular”;
  • Siga as orientações do aplicativo para realizar a validação facial, centralize o seu rosto, e clique na câmera que aparece na tela para tirar sua foto;
  • Aguarde a mensagem de confirmação da validação facial e volte ao aplicativo SouGov para consultar a situação atual de sua prova de vida.
Foto: Reprodução/Governo Federal
Foto: Reprodução/Governo Federal
Foto: Reprodução/Governo Federal
Foto: Reprodução/Governo Federal

Quem pode fazer a prova de vida digital?

O SouGov é um aplicativo que funciona como um canal de atendimento exclusivo para servidores públicos federais ativos, aposentados, pensionistas e anistiados. Como a prova de vida digital é feita por meio do app, ela é voltada apenas para esse público.

No entanto, para que a comprovação possa, de fato, ser feita a partir da funcionalidade do “SouGov prova de vida”, o beneficiário deve ter o cadastro de biometria no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) ou no Departamento Nacional de Trânsito (Denatran). Na ausência do cadastro biométrico, a prova de vida deve ser feita por meio do comparecimento à agência bancária onde o servidor aposentado recebe o benefício.

Já o acompanhamento da situação da prova de vida, assim como o acesso ao comprovante e o recebimento de alertas do prazo para a realização da comprovação, podem ser feitos mesmo por aqueles que não possuem biometria cadastrada.

Prova de vida suspensa até 31 de maio

A obrigatoriedade da prova de vida dos servidores públicos aposentados e pensionistas está suspensa até o dia 31 de maio, sem a possibilidade de perda dos benefícios.

Sobre o SouGov

O SouGov.br é um aplicativo desenvolvido como parte do projeto de transformação digital do governo, oficializado pela Lei 14.129/2021, que trata do Governo Digital.

O objetivo é torná-lo um canal único de atendimento a direitos, benefícios e serviços para servidores ativos, aposentados e pensionistas, assim como melhorar o canal de relacionamento entre os servidores e a Administração Pública Federal.

O novo aplicativo será implantado em fases, nas quais novos serviços serão migrados de outros aplicativos para o SouGov ao longo do tempo, ao passo que os outros apps serão gradualmente desativados.

Neste primeiro momento, o aplicativo oferece os serviços do SIGEPE Mobile, que deve ser desativado no mês de junho. Aplicativos como SIGEPE Gestor, SIGEPE Servidor e Pensionista e SIGEPE Banco de Talentos também serão substituídos pelo SouGov. A expectativa é que, até setembro de 2022, o aplicativo ofereça em torno de 50 serviços.

Orientações de segurança quanto ao aplicativo SouGov

É importante que os servidores públicos se atentem aos canais oficiais do governo federal, cujo endereço eletrônico têm a extensão “gov.br” no endereço. Isso porque diversos sites, no Brasil e no exterior, têm sido utilizados para roubar dados e informações dos funcionários federais.

Um dos endereços falsos que o Ministério da Economia já pediu a suspensão é servidor.sougovbr.online. A página captura usuários e senhas do aplicativo SouGov.br.

Outro site falso é o “sigacgestor.com” – o site verdadeiro do Sigac é “sso.gestaodeacesso.planejamento.gov.br/cassso/login” e, vale lembrar, a plataforma do Sigac está em fase de transição para o aplicativo SouGov, que até 2022 irá concentrar todos os serviços da vida funcional do servidor púbico ativo e inativo e pensionista do Poder Executivo Federal.

Para garantir a segurança, os servidores federais devem digitar dados como CPF e senha do Sigac apenas em páginas com o domínio oficial gov.br ou nos aplicativos baixados da loja virtual oficial do governo federal.

Se por acaso algum servidor público já tenha inserido seus dados nos sites falsos mencionados ou outros de que suspeite, a orientação é pela Secretaria de Gestão e Desempenho de Pessoal da pasta da Economia é fazer a troca imediata da senha do portal Gov.br e dos sistemas Sigac/Sigepe.


Para continuar a receber notícias em primeira mão sobre o funcionalismo público, você que é servidor público federal (SIAPE) pode se inscrever em nosso canal exclusivo. Se inscreva GRATUITAMENTE aqui para receber notícias selecionadas via WhatsApp.