Como ligar para o Banco Central? Disque 145 para reclamações

Além de fornecer informações úteis, o órgão regulador também recebe reclamações diversas. Veja como ligar para o Banco Central.

como ligar para o banco central - pessoa digitando no celular

Descobrir como ligar para o Banco Central é muito importante para qualquer pessoa que deseje ou necessite obter informações relativas às instituições financeiras que operam no país. Além disso, esse tipo de serviço é indispensável para garantir o direito de acesso à informações relevantes — sobretudo, também, para registrar reclamações contra bancos e demais instituições financeiras.

Nesse contexto, a Central de Atendimento 145 é um dos principais canais disponíveis, seja para esclarecer pontos relacionados a assuntos de responsabilidade do Banco Central, para fazer elogios, sugestões ou até mesmo reclamações e denúncias contra servidores da instituição.

A seguir, descubra como entrar em contato, por diferentes formas, os horários de atendimento disponíveis e o que é necessário para realizar as chamadas.

Como falar com o Banco Central?

De modo geral, a pessoa que desejar falar com o Banco Central do Brasil tem à sua disposição uma série de canais, tanto via telefone, quanto por meio de correspondências ou, ainda, através da sede da instituição, localizada em Brasília, no Distrito Federal.

Veja, em detalhes, como ter acesso a informações nos diferentes meios ativos atualmente.

Por telefone

O órgão regulador mantém a sua Central de Atendimento telefônica por meio do número 145. Disponível das 08h às 20h (horário de Brasília), de segunda a sexta-feira, o número possui um custo equivalente a de ligações locais.

O suporte prestado aos usuários, por sua vez, tem por objetivo oferecer um canal no qual o cidadão pode tirar dúvidas com a instituição, fazer reclamações contra bancos e outras instituições financeiras.

Cabe destacar, porém, que o avanço da covid-19 provocou uma série de mudanças no processo de atendimento. Basicamente, em razão do aumento do número de atendimentos do Banco Central, o tempo de espera passou a ser maior.

Por correspondência

Se preferir, é possível enviar dúvida, sugestão ou reclamação para o órgão via correspondência. No entanto, este formato exige atenção para alguns aspectos relevantes — sob pena de devolução da correspondência —, tais como:

  • preencher corretamente o nome do remetente; e
  • informar o endereço completo do destinatário.

Em linhas gerais, para ter o documento devidamente entregue à autoridade competente, a carta deve ser direcionada para o setor de Atendimento ao Cidadão. Abaixo, confira os dados:

          Banco Central do Brasil

          Deati/Divisão de Atendimento ao Cidadão

          Setor Bancário Sul (SBS) – Quadra 3 – Bloco B – Ed. Sede

          70074-900 – Brasília – DF

Importante: assim como por meio do telefone, o tempo de espera para uma resposta do órgão pode ser maior, em razão da pandemia do coronavírus. Tais medidas foram adotadas para minimizar o avanço da contaminação no país e, portanto, alternativamente o usuário pode solicitar seu contato pela internet.

Presencialmente

Por fim, é também possível receber atendimento pessoalmente a fim de obter acesso a informações ou, ainda, realizar eventuais reclamações. Neste caso, porém, o usuário deverá se dirigir até a sede do Banco Central, localizada em Brasília.

O espaço para o cidadão está disponível de segunda a sexta-feira, de 10h às 16h (horário de Brasília) no Edifício Sede, localizado no Setor Bancário Sul (SBS), Quadra 3 – Bloco B. Brasília – DF – CEP: 70074-900.

Em função do impacto do novo coronavírus no país, o atendimento presencial está temporariamente suspenso. Dessa forma, é recomendável entrar em contato via telefone para conferir a disponibilidade de atendimento presencial.

Pela internet

Para quem tiver conexão com internet, o Banco Central oferece diversos pontos de contato virtual, seja para se informar sobre ações e iniciativas do órgão ou acessar serviços, diretamente no site oficial do BC; para pedir informação sobre assuntos de responsabilidade do Banco Central ou registrar reclamação contra bancos e outras instituições financeiras. Neste último caso, é preciso ter uma conta gov.br.

Simule seu empréstimo consignado

O que você quer descobrir?

Seu convênio:

Qual é a sua margem consignável?

Em quantas parcelas?

Em quantas parcelas?

Em quantas parcelas?

Empréstimo de até

R$

Proposta sujeita à confirmação de margem consignável

Qual o telefone do Banco Central?

A central telefônica do Banco Central pode ser acessada por meio do número 145, de segunda a sexta-feira, das 08h às 20h (horário de Brasília).

A ligação para o BC é gratuita?

A ligação para o Banco Central via aparelhos fixos ou móveis possui o custo de uma ligação local.

Como fazer reclamação contra bancos e instituições financeiras no BC?

Assim como outros órgãos reguladores, o Banco Central é responsável por normatizar as operações de todas as instituições financeiras do país. Portanto, faz parte do seu escopo fiscalizar e penalizar aquelas que descumprirem as determinações legais.

Nesse contexto, aquele que eventualmente deseje registrar sua reclamação, poderá entrar em contato com o órgão através dos canais destacados anteriormente.

Para tanto, é necessário falar com a instituição financeira reclamada em primeiro lugar, pois boa parte dos problemas pode ser resolvida diretamente entre as partes.

Além disso, é importante lembrar que as reclamações direcionadas ao BC tem como objetivo ampliar a fiscalização sobre o sistema financeiro. Dessa forma, não é objetivo do BC interferir diretamente na solução de reclamações individuais.

Em resumo, o fluxo de reclamações funciona da seguinte forma:

  • primeiro o interessado envia sua reclamação para o Banco Central, preferencialmente pela internet;
  • em seguida, o órgão inicia os procedimentos de acordo com a origem das reclamações. Dentre as ações mais comuns, pode-se destacar as melhorias na legislação ou até mesmo fiscalizações;
  • por fim, o BC devolve a reclamação para a instituição financeira que, por sua vez, tem um prazo de até 10 úteis para responder ao cidadão.

Como acompanhar reclamações contra bancos no BC

Para acompanhar o status da reclamação, a pessoa interessada pode acessar o site do Banco Central. Abaixo, confira o passo a passo simplificado do procedimento:

  • acesse o site https://www3.bcb.gov.br/acompanhamento;
  • em seguida, insira o número do CPF ou CNPJ;
  • informe também o número do protocolo da reclamação — gerado no atendimento anterior;
  • confirme os caracteres especiais e toque no botão “Entrar”.

Como tirar dúvidas e pedir informações e relatórios do Banco Central?

É possível esclarecer dúvidas diretamente com o Banco Central sobre diferentes temas, tais como as normas estabelecidas pelo órgão, horário de funcionamento das instituições financeiras, informações de câmbio, séries históricas, etc. Ademais, a pessoa também pode solicitar informações sob sigilo e demais temas atribuídos ao Banco Central.

Para requisitar relatórios sigilosos ou cadastro no Registrato e Sisbacen, a pessoa física ou jurídica deve preencher formulário e registrar sua solicitação através da internet ou via correspondência. Ainda, é necessário enviar a documentação do requisitante digitalmente ao BC.

Como falar com a Ouvidoria do BC?

Através da Ouvidoria do Banco Central os usuários podem registrar eventuais reclamações, bem como enviar sugestões e elogios relacionados aos serviços oferecidos pela instituição. Caso necessário, o canal também está disponível para registrar denúncias contra os servidores.

Os canais para contato com a Ouvidoria do BC são:

  1. Denúncia: para comunicar a prática de atos ilícitos
  2. Elogio: disponível para o registro de satisfação dos usuários em relação ao atendimento público;
  3. Reclamação: canal para registro de insatisfação com os serviços prestados;
  4. Sugestão: disponível para atender propostas de melhoria.

Para falar sobre quaisquer destes assuntos na Ouvidoria do Banco Central, clique aqui.

Importante: as demandas direcionadas à Ouvidoria estão sendo atendidas via e-mail em função da pandemia da covid-19.

Além disso, qualquer cidadão pode falar com o órgão através dos formulários físicos que estão disponíveis nas regionais do BC (via correspondência). Conheça os endereços das regionais do BC aqui.


Saiba tudo de empréstimo consignado e confira dicas para organizar sua vida financeira no canal da BX Blue no YouTube: inscreva-se gratuitamente aqui.


Redação BX Blue

Redação BX Blue

Somos especialistas em empréstimo consignado e focados em divulgar informações úteis para as suas finanças.

Quer fazer um empréstimo consignado?

A bxblue pode te ajudar a contratar o consignado que você está precisando! Compare propostas de crédito consignado de diferentes bancos e escolha a melhor para você.

Simule seu consignado