6 casos em que o consignado é a melhor opção de crédito

bxblue-consignado-e-a-melhor-opcao

Publicado em: 25/06/2021

O consignado é o tipo de empréstimo pessoal mais atrativo dentre os disponíveis no mercado. Porém, com tantas alternativas à disposição do consumidor, é perfeitamente compreensível se questionar sobre quando o consignado é a melhor opção.

Os diferentes tipos de crédito pessoal existem justamente para atender a necessidades variadas. A depender do contexto de cada pessoa, um determinado empréstimo será mais aconselhável do que outro, seja pela taxa de juros, pelas condições ou pelos pré-requisitos para a contratação.

Desta forma, há cenários nos quais o crédito consignado é o mais indicado. Para tanto, leva-se em consideração, mas não só, as características e vantagens deste crédito em particular.

Receba novidades por e-mail.
Erro ao enviar, tente novamente.

Afinal, o que é o empréstimo consignado?

A principal característica do empréstimo consignado e que o diferencia dos demais empréstimos é o fato de ele ser descontado automaticamente direto do salário do servidor público ou do benefício previdenciário do INSS.

Dessa forma, o tomador não precisa efetuar o pagamento das parcelas mensalmente, pois o órgão pagador de seu salário ou benefício é quem faz o depósito à instituição financeira credora.

Assim, o valor creditado para o tomador do empréstimo já chega com o desconto da parcela do consignado.

É justamente essa garantia de pagamento que faz com que os juros do consignado sejam os menores do mercado.

Além disso, há um limite para as taxas de juros que podem ser cobradas no empréstimo consignado INSS e no empréstimo consignado para servidor público. Atualmente, o teto é de 2,08% para aposentados e pensionistas da Previdência Social e de 2,05% para os funcionários públicos.

Por ser vinculado ao pagamento, essa modalidade de empréstimo requer uma estabilidade financeira e, portanto, é disponibilizada para grupos específicos.

Confira para quais grupos de pessoas o empréstimo consignado é voltado:

  • Aposentados e pensionistas do INSS;
  • Servidores públicos municipais, estaduais e federais ativos e inativos;
  • Militares das Forças Armadas;
  • Trabalhadores com carteira assinada;

Outro diferencial do consignado é que as parcelas são fixas, então não há o risco de ter diferentes valores descontados na folha de pagamento a cada mês, já que todos os juros e valores ficam previstos no contrato.

É válido destacar também que não é necessário ser correntista de um banco para fechar a contratação do empréstimo com ele.

6 casos em que o consignado é a melhor opção de empréstimo

Estar com dívidas acumuladas ou necessitar de um dinheiro extra com urgência pode acender o alerta sobre o empréstimo.

Especialistas apontam para a importância de refletir sobre a real necessidade do empréstimo e se certificar de que os valores das parcelas não comprometerão o orçamento do tomador antes da contratação. Com isso, é possível obter o crédito de forma consciente.

Conhecer as situações em que o consignado é recomendado também é uma maneira de fazer empréstimo conscientemente.

Confira abaixo uma lista exemplificativa de quando o consignado é a melhor opção de crédito:

1. Para trocar dívidas caras

Ao adquirir algum bem, produto ou serviço, há sempre um prazo acordado entre a empresa e o consumidor.

Se a data de vencimento é desrespeitada, normalmente há a cobrança de juros, que funciona como uma penalidade pelo atraso de pagamento.

O juros também pode ser o valor cobrado pelo “aluguel” de dinheiro, como no caso do empréstimo pessoal de qualquer modalidade.

Fato é que os juros não são os mesmos em todas as empresas e instituições. Os juros de cartão de crédito, por exemplo, podem chegar a 875% ao ano, de acordo com a Agência Brasileira de Defesa do Consumidor.

Em contextos como esse, contratar um consignado pode ser uma boa opção, visto que o valor da dívida pendente pode ficar muito maior com os juros e multas do que o do empréstimo consignado.

Dessa forma, é possível trocar uma dívida cara (como a do cartão de crédito) por outra mais barata (a do consignado).

2. Quando a vida financeira precisa de organização

O acúmulo de dívidas pode levar não só a problemas orçamentários, como também a uma desorganização que traz ansiedade ao consumidor.

É fácil perder o controle dos gastos e dos prazos com contas e vencimentos variados.

O empréstimo consignado pode ser uma saída para organizar as dívidas. Isso porque com o dinheiro do empréstimo, é possível quitar todas as demais pendências financeiras e focar na quitação de apenas uma: a do consignado, que vem descontado automaticamente do salário ou benefício.

3. Se o consumidor está negativado

O cadastro negativo em serviços de proteção ao crédito como o SPC ou Serasa acontece em decorrência de inadimplência.

Algumas empresas costumam fazer a consulta ao cadastro do cliente antes de vender algum tipo de serviço, como abertura de contas, de empresas ou solicitação de empréstimos. Mas não do consignado.

Quem está com o “nome sujo” pode contratar o consignado da mesma forma, pois essa transação financeira não exige a consulta da situação cadastral do solicitante de empréstimo.

O consignado pode, inclusive, ser uma forma de quitar as dívidas e regularizar a situação cadastral no mercado.

4. Caso tenha necessidade de obter dinheiro mais rápido

O fato do pagamento das parcelas de empréstimo ocorrer por meio do desconto em contracheque, além de reduzir os juros da operação, torna todo o processo de contratação mais fácil.

A solicitação de empréstimos convencionais leva tempo, pois há uma série de critérios a serem analisados, especialmente no que diz respeito às condições financeiras do tomador para arcar com a dívida do empréstimo.

Como o consignado conta com a garantia de pagamento, os bancos exigem menos documentações e a averbação do contrato acontece em até dois dias. Depois disso, o dinheiro é depositado na conta do solicitante. Por isso, o consignado é a melhor opção para quem tem pressa.

5. Se há necessidade de prazo maior para quitar a dívida

O prazo é um dos maiores diferenciais do consignado. Nessa modalidade eles costumam ser mais longos, o que significa que o consumidor tem mais tempo para pagar.

O período mínimo para quitar um empréstimo consignado varia entre 12 e 24 meses.

O prazo máximo também tem variações, as quais dependem do convênio do tomador.

O pagamento do consignado de beneficiários do INSS pode ser feito em até 72 meses, enquanto o de servidores públicos, em até 96 meses. O valor das parcelas é inversamente proporcional ao tempo de pagamento. Isto é, quanto maior for o prazo, menor serão as parcelas.

Mas independentemente do prazo escolhido, o tomador sempre tem a opção de fazer a quitação antecipada do empréstimo consignado.

6. Para quem busca comodidade na contratação

O empréstimo consignado pode ser feito 100% online e com segurança, desde a simulação até a assinatura do contrato.

Os sistemas das empresas e instituições financeiras que oferecem o serviço de empréstimo possuem sistema de segurança criptografado, além de uma série de outras etapas de segurança.

A bxblue, por exemplo, possui sistema de verificação que inclui o envio de foto ou vídeo do usuário, a fim de evitar casos de fraude. Todos os documentos podem ser enviados online, por meio da digitalização, e a assinatura também é feita de forma digital.

Com isso, não é preciso sequer sair de casa e esperar em filas para ter o dinheiro do empréstimo depositado em sua conta.

Além do processo de contratação, a bxblue também tem a ferramenta para simulação. O simulador de empréstimo é online e gratuito, e pode ser utilizado por qualquer pessoa para comparar os juros, valores de empréstimo e condições gerais para pagamento em diferentes bancos. Simule agora mesmo o seu consignado.


Quer receber as últimas notícias, em primeira mão direto no seu Whatsapp? Se inscreva gratuitamente: