Como usar o Crédito Consignado para pagar o IPVA e IPTU

bxblue-como-usar-o-credito-consignado-para-pagar-o-ipva-e-iptu

Os primeiros meses do ano concentram algumas das principais despesas no orçamento familiar anual. O pagamento de impostos como IPVA e IPTU, por exemplo, começam a ser efetuados a partir de janeiro.

Por isso, não tão raro, muitos contribuintes se veem em situação difícil na hora de pagar estes impostos. Assim, para fugir do vermelho, a solução encontrada por grande parte das pessoas pode ser buscar uma linha de crédito de modo a quitar todos esses débitos em dia.

É importante ressaltar que essas taxas são utilizadas pelo Governo Estadual e Municipal, respectivamente, para aplicar em melhorias na saúde, educação e infraestrutura.

Por isso, os governos oferecem descontos exclusivos para quem pretende pagar em uma única cota.

Aproveite para avaliar as vantagens de utilizar um empréstimo para quitar antecipadamente o IPVA e IPTU, com desconto.

Saiba mais agora mesmo!

Vale a pena fazer um empréstimo para pagar o IPVA e IPTU à vista?

De modo geral, fazer um empréstimo consignado para quitar o IPVA e IPTU é sim uma excelente alternativa.

Nessa modalidade, as parcelas são descontadas do pagamento de salário ou benefício do tomador.

Sendo assim, os bancos têm menores riscos de não receberem o montante emprestado e, por isso, as taxas de juros são as mais baixas do mercado.

Atualmente, o teto da taxa de juros nominal para esse tipo de crédito é de 2,08% por mês para Aposentados e Pensionistas e de 2,05% para Servidores Públicos. 

Enquanto isso, a cobrança de multas por atraso no pagamento do IPVA e IPTU podem chegar  4% em média, com juros de 1% por dia.

Para entender melhor, veja, a seguir, exemplos de quando vale a pena pagar à vista ou parcelar o imposto.

Pagamento à vista

Os consumidores podem obter diversas vantagens na hora de pagar a vista os seus impostos.

Estados como São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais, por exemplo, oferecem 3% de desconto para o condutor que pagar o IPVA de seu veículo em uma única vez.

Por outro lado, o Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) pode ter seu desconto variável, de acordo com cada cidade. Nesse caso, para saber se vale realmente a pena esse tipo de transação, é preciso calcular os juros do parcelamento oferecido pela Prefeitura.

Pagamento parcelado

Na maioria dos estados, o pagamento do IPVA e IPTU parcelado pode não incorrer na cobrança de juros — caso os vencimentos estejam em dia. Entretanto, ao ficar inadimplente, o contribuinte pode ter que arcar com custos ainda mais elevados.

A prefeitura da cidade de São Paulo, por exemplo, adota medidas drásticas para punir aqueles que atrasam o pagamento. O valor total da dívida passa a levar em consideração a aplicação de multa, juros e correção monetária.

Ainda, casos mais graves de inadimplência mesmo após o parcelamento, o contribuinte pode ter seu nome incluído na dívida ativa da união.

Portanto, para identificar o parcelamento como melhor opção, o interessado deverá fazer um cálculo levando em consideração as taxas cobradas no Custo Efetivo Total (CET) da dívida.

Em relação ao empréstimo consignado, este valor pode ser menor, portanto, sendo o pagamento à vista, uma opção a ser considerada, a partir do valor obtido pelo empréstimo.

3 Vantagens em pagar as contas do início do ano à vista

É natural que muitos consumidores fiquem em dúvida na hora de pagar as dívidas do início do ano.

Com os programas de incentivo para reduzir o número de inadimplentes e as facilidades como o pagamento parcelado, identificar a alternativa correta pode ser uma tarefa difícil.

Leia tambémComo usar o Crédito Consignado para quitar as dívidas do início do ano?

Contudo, o pagamento à vista para quem tem essa possibilidade é uma saída mais inteligente para o controle do orçamento familiar.

É válido lembrar que a falta de pagamento do IPVA e IPTU podem gerar punições como a inclusão do nome do contribuinte em órgãos de proteção ao crédito e o acréscimo de multas pelo atraso.

Veja, a seguir, porque pagar à vista pode ser muito vantajoso.

Quitar impostos e outras dívidas mais caras

Juntos, o IPVA e IPTU representam uma fatia considerável nos gastos pessoais logo nos primeiros dias do ano. Assim, por se tratar de uma linha de crédito com juros baixíssimos, o empréstimo consignado pode ser utilizado para pagar dívidas mais caras.

Para isso, o interessado pode concentrar todas as suas principais despesas em apenas um credor. Nesse caso, é possível negociar descontos, reduzir as taxas de juros e evitar a inadimplência pela incapacidade financeira.

Obter descontos

Como já destacamos, a maioria dos governos estaduais e municipais oferecem bons descontos para o pagamento do IPVA e IPTU, em conta única.

Essa prática é muito comum em todos os grandes centros, especialmente para evitar o desfalque na arrecadação de recursos.

Ter crédito liberado para outras necessidades

Quitar dívidas à vista é uma forma de evitar a inadimplência e manter acesso livre a linhas de crédito para necessidades futuras.

O empréstimo consignado pode ser utilizado por diversas formas  –  diferentemente do que acontece em um financiamento.

Por isso, eliminar despesas pode ajudar a realizar outros objetivos durante o ano. Ou seja, adquirir novos objetos, investir em uma viagem ou até mesmo aplicar nos estudos.

Como fazer um Empréstimo Consignado Online?

O empréstimo consignado está disponível para beneficiários do INSS, Servidores Públicos, Militares e Trabalhadores CLT de empresas conveniadas.

Pessoas desse grupo podem fazer uma simulação, encontrar a melhor oferta de crédito e fechar o seu contrato rapidamente.

Para isso, basta utilizar o simulador de empréstimo consignado online. Por meio dessa ferramenta, é possível comparar a taxa de juros de diversos bancos, simular diferentes prazos e condições de pagamento. 

Quer fazer um empréstimo consignado?

A bxblue pode te ajudar a contratar o consignado que você está precisando! Compare propostas de crédito consignado de diferentes bancos e escolha a melhor para você.

Simule seu consignado

Como usar o Crédito Consignado para pagar o IPVA e IPTU

Posts recomendados