Como fica o empréstimo consignado depois da portabilidade?

Muitas são as dúvidas dos consumidores sobre o contrato do consignado depois da portabilidade do empréstimo. Saiba tudo da operação.

homem contando dinheiro, notas de real, moeda brasileira

A portabilidade de crédito consignado é uma modalidade que oferece uma chance a mais de organizar as finanças e reduzir despesas mensais. A operação, que também é aplicável a outras modalidades de crédito, como o crédito pessoal, pode gerar dúvidas nos consumidores. Entre elas está como fica o empréstimo consignado depois da portabilidade.

A seguir, confira mais detalhes sobre a portabilidade, suas vantagens, regras e o que ocorre com o novo contrato a partir da mudança de credor.

O que é portabilidade de empréstimo?

A portabilidade de empréstimo é uma modalidade que consiste na compra da dívida do consignado por outra instituição financeira. É, portanto, uma opção para quem tem um empréstimo ativo e necessita pagar uma parcela com valor menor, por exemplo — sendo justamente essa uma vantagem que o consignado oferece. 

Basicamente, a portabilidade de crédito pode ocorrer de forma muito simples: o primeiro passo é o cliente fazer uma solicitação ao próprio banco para que este disponibilize as informações sobre os empréstimos vigentes, reunidas no Demonstrativo de Evolução da Dívida

Com os dados em mãos, o tomador verifica outras possibilidades de empréstimo, especialmente com taxas mais acessíveis. Com novas opções em mãos, basta verificar qual proposta é mais interessante, ou seja, aquela que apresenta maior compensação financeira.

Se o procedimento for aceito por ambas as partes, o banco ou instituição financeira compra a dívida e a renegocia, com um novo contrato, através de novos prazos, parcelas e valores — normalmente menores do que os anteriores.

Vantagens da portabilidade do consignado

Ainda que se trate de um recurso não tão amplamente utilizado a portabilidade do consignado garante uma série de vantagens interessantes, como:

  • taxas de juros menores: a taxa de juros com valor menor é um dos pontos mais atrativos da portabilidade do consignado. Mesmo que seja uma pequena diferença, uma taxa de juros menor pode proporcionar uma grande diferença no valor final do empréstimo;
  • maior liberdade: o banco de um primeiro empréstimo nem sempre é escolhido levando em consideração o contexto financeiro dos tomadores — sobretudo quando a decisão é feita emergencialmente. No entanto, com a portabilidade do consignado é possível fazer uma escolha mais consciente, levando em consideração as taxas, o melhor atendimento, entre outros detalhes;
  • liberação da margem consignável: outro fator de grande importância, no consignado, é a liberação da margem para uso imediato. Isso porque, caso haja a disponibilidade de margem, o consumidor pode contratar mais de um crédito ao mesmo tempo.

Importante: a margem consignável corresponde, atualmente, a 40% do rendimento líquido do beneficiário INSS, sendo 35% destinados para o empréstimo e o restante para liquidar as despesas com o cartão de crédito consignado. Isso significa que, a cada mês, o valor das parcelas não pode ser superior ao percentual destinado à margem.

Como fica o empréstimo consignado depois da portabilidade?

Em termos simples, a portabilidade de crédito consignado nada mais é do que a compra da dívida de um banco por outro. A solicitação desse procedimento parte, na grande maioria das vezes, do próprio cliente — que analisou suas opções e verificou que existiam mais vantagens do que desvantagens.

Com a conclusão do trâmite, algumas coisas podem mudar em relação ao contrato original. Veja, abaixo, quais os principais pontos do consignado após a portabilidade.

Simule seu empréstimo consignado

O que você quer descobrir?

Seu convênio:

Qual é a sua margem consignável?

Em quantas parcelas?

Em quantas parcelas?

Em quantas parcelas?

Empréstimo de até

R$

Proposta sujeita à confirmação de margem consignável

Quitação total do empréstimo

A possibilidade de quitar totalmente o empréstimo é uma grande vantagem da portabilidade, afinal, o banco vai comprar a dívida do contrato do banco que o detém. 

Assim, como qualquer procedimento de quitação de dívida, existe um abatimento de juros que costuma ser bastante vantajoso. Desta forma, pode ser que o valor pago na totalidade tenha até mesmo um valor de troco.

Logo, se uma pessoa solicitou, por exemplo, um empréstimo de R$ 5 mil e já fez o pagamento de R$ 1.500,00, com a portabilidade ela tem a possibilidade de reaver esse valor como troco.

Desaverbação do contrato

Se um contrato se mostra desvantajoso após estar em andamento, é possível realizar um novo contrato com outro banco, dependendo do interesse do mesmo em realizar tal operação.

Em caso afirmativo, deve-se prosseguir com a desaverbação do contrato original e a averbação de um novo contrato.

Esse processo, por sua vez, garante juros menores, atendimento personalizado, assim como parcelas menores. Além disso, a portabilidade faz com que seja possível novos empréstimos desde que a margem consignada seja respeitada.

Apuração da existência de troco

Como dito anteriormente, o troco é um ponto a ser levado em consideração quando se pensa em realizar a portabilidade, afinal, às vezes é necessário ter um dinheiro em mãos para colocar algum plano em prática. Assim, o troco da portabilidade do empréstimo consignado pode ser um grande benefício.

Basicamente, o troco consiste em ter o valor pago no empréstimo anterior devolvido pela nova instituição. Por exemplo, se o empréstimo solicitado foi de R$ 5.000,00 e o valor pago foi de R$ 1.500,00, este valor poderá retornar para o bolso do cliente como crédito.

Como fica o novo contrato de empréstimo consignado?

Para compreender melhor como fica o empréstimo consignado depois da portabilidade é importante entender como é feita a solicitação e o que deve ser feito para mudar o contrato de instituição. 

Nesse sentido, o primeiro passo é solicitar junto ao banco que detém o contrato inicial do empréstimo consignado os dados referentes ao mesmo, o que deve ser providenciado, obrigatoriamente, no prazo de até 24 horas.

Dentre as informações mais comuns, estão:

  • Número do contrato do empréstimo consignado;
  • Total do saldo devedor atualizado;
  • Demonstrativo da evolução do saldo devedor (DDC);
  • Prazo total e remanescente;
  • Modalidade do empréstimo;
  • Taxa de juros anual (nominal e efetiva);
  • Sistema de pagamento;
  • Valor de cada prestação. Deve conter a informação do valor principal e também dos encargos.
  • Data do último vencimento da solicitação.

O próximo passo é, portanto, contratar uma nova instituição financeira que possa adquirir a dívida e então celebrar novos termos para o segundo empréstimo, cuja escolha se dá por diversas razões, especialmente a busca por melhores condições de pagamento, como taxas de juros menores.

Dessa forma, o que ocorre com o empréstimo consignado depois da portabilidade é a celebração de um novo negócio de crédito entre o tomador e a nova instituição financeira.

Portabilidade de empréstimo consignado com a BX Blue

Os beneficiários do INSS podem realizar o procedimento da portabilidade com rapidez e segurança, por meio de plataformas de crédito online como a BX Blue. Atuando como um marketplace de empréstimo consignado, o simulador gratuito da BX Blue permite comparar ofertas dos mais diversos bancos do país sem sair de casa.

Além disso, o procedimento é facilitado com a estimativa do saldo devedor, sem a necessidade de aguardar o banco original do empréstimo fornecer o DED.

Fazer uma portabilidade de empréstimo consignado com a BX Blue é muito fácil. As etapas podem ser feitas pela internet, e são muito simples. Confira o passo a passo:

Simulação dos valores

A primeira etapa é fazer a simulação dos valores que devem ser portados. É fácil e é possível fazer todo o processo pela internet. Todas as informações do contrato devem estar em mãos. Vale reforçar: o procedimento da simulação online é totalmente gratuito, sem compromisso.

Encontre a melhor oferta e escolha a melhor opção

Após fazer a simulação de valores, a plataforma vai apresentar uma série de opções, que devem ser analisadas, a fim de se verificar qual é a que melhor atende às suas necessidades. Em seguida, basta escolher a oferta, ponderando os aspectos que considerar mais importantes para a sua necessidade.

Fazer a portabilidade

A última etapa é a finalização do procedimento. Tudo acontece de forma digital para assegurar a comodidade do tomador, com total segurança e privacidade dos dados.

Se você é aposentado ou pensionista do INSS, faça sua simulação agora mesmo, compare e realize a portabilidade do seu consignado com total agilidade, segurança e conveniência.


Saiba tudo de empréstimo consignado e confira dicas para organizar sua vida financeira no canal da BX Blue no YouTube: inscreva-se gratuitamente aqui.


Redação BX Blue

Redação BX Blue

Somos especialistas em empréstimo consignado e focados em divulgar informações úteis para as suas finanças.

Quer fazer um empréstimo consignado?

A bxblue pode te ajudar a contratar o consignado que você está precisando! Compare propostas de crédito consignado de diferentes bancos e escolha a melhor para você.

Simule seu consignado