Quais as diferenças entre Empréstimo e Empréstimo Consignado?

bxblue-quais-sao-as-principais-diferencas-entre-o-emprestimo-e-o-emprestimo-consignado

O empréstimo é uma uma das primeiras opções lembradas por quem precisa de dinheiro. Independente do motivo do seu uso, quem tem uma necessidade e precisa resolver  com emergência ou no curto prazo, procura sempre pelas melhores condições.

Mas entre tantos bancos e tantas linhas de crédito disponíveis, fica até difícil saber qual apresenta mais vantagens.

Por isso, o primeiro passo é saber quais as principais diferenças entre empréstimo e empréstimo consignado.

O que é um Empréstimo?

O termo empréstimo, popularmente falando, pode ser entendido como uma troca. Uma das partes cede algo para a outra em troca de algum benefício. Essa transação pode ser formal (contrato ou documento legal) ou de maneira informal (como acordos de palavra).

No caso do empréstimo bancário, o banco (cedente) empresta dinheiro para uma empresa ou pessoa física (beneficiários).empréstimo pessoal ou crédito pessoal pode ser solicitado por qualquer pessoa com mais de 18 anos.

Por ser um dos principais serviços financeiros dos bancos, sua remuneração é dada pela taxa de juros e demais tarifas operacionais. É por isso que o valor final que o cliente paga, pode variar muito. A taxa de juros média de um empréstimo pessoal é de 6,49% ao mês e o prazo de até 48 meses.

Nessa transação, o dinheiro só pode ser liberado mediante assinatura de um contrato entre o interessado e o banco. Depois de assinar o contrato e ter o crédito recebido, o tomador do empréstimo paga ao banco uma prestação mensal.

O valor dessa parcela será igual ao total do valor emprestado + taxas, divido pelo prazo para pagamento. Assim, se o contrato é de R$15.000 para ser pago em 24 meses, a prestação mensal é de R$625. Esse pagamento geralmente é realizado via boleto bancário.

Quando a parcela é paga no prazo, o valor da dívida permanece o mesmo. No entanto, quando o pagamento é efetuado fora da data prevista, o valor é reajustado. Essa diferença é em função dos demais juros incidentes sob o contrato. Um exemplo disso, são os juros de mora:  taxa percentual sobre o atraso do pagamento de um título de crédito, em um determinado período de tempo.

Um do grandes problemas em atrasar várias parcelas do empréstimo é acumular a dívida. Como os juros vão sendo somados e acrescidos ao valor inicial, o saldo restante pode aumentar significativamente.

Neste casos, muitos especialistas em finanças orientam a renegociação do contrato. Dessa forma, o beneficiário pode limpar o seu nome e evitar outras implicações como o endividamento.

Hoje uma alternativa disponível ao empréstimo pessoal é o empréstimo consignado, que oferece outras vantagens.

O que é o Empréstimo Consignado?

Diferente de outros tipos de empréstimo, o empréstimo consignado é o crédito pessoal debitado automaticamente no contracheque.

Na prática, todo mês o valor da parcela já vem descontado do salário ou benefício, no caso de aposentados e pensionistas INSS. Dessa forma, o tomador do empréstimo sabe o quanto irá pagar e não tem que se preocupar em quitar o boleto, por exemplo.

Além disso, as taxas de juros do empréstimo consignado são menores que a do empréstimo comum. Isso é possível porque, como os bancos retêm o pagamento direto na folha, reduzem o risco de não receber.

Essa é uma modalidade de crédito muito utilizada por Aposentados, Pensionistas, Servidores Públicos e Trabalhadores com carteira assinada e Militares. Pessoas com idade entre 18 e 80 anos conseguem contratar o crédito sem muita burocracia.

Hoje as taxas de juros do empréstimo consignado giram em torno de 2,05% e 2,08% ao mês. Aposentados e Pensionistas têm até 72 meses para pagar e Servidores Públicos até 96 meses.

Embora pareçam similares, os dois tipos de empréstimos são diferentes em vários aspectos.

12 diferenças entre o Empréstimo Pessoal e o Empréstimo Consignado

Apesar de serem opções de crédito pessoal, tanto o empréstimo pessoal, quanto o empréstimo consignado são mais indicados para determinados casos. Por isso, vale a pena conhecer as suas principais diferenças:

Taxas de juros

  • Empréstimo pessoal: 6,49% ao mês (média);
  • Empréstimo Consignado: De 2,05% a 2,08% ao mês (taxa de juros nominal);

Públicos Atendidos

  • Empréstimo pessoal: Qualquer pessoa que tiver conta no banco de interesse;
  • Empréstimo Consignado: Aposentados, Pensionistas do INSS, Servidores Públicos Federais, Estaduais e Municipais, Trabalhadores com carteira assinada e Militares das Forças Armadas;

Limite de idade

  • Empréstimo pessoal: De 18 a 80 anos (pode variar em função da política de cada banco);
  • Empréstimo Consignado: De 18 a 80 anos (pode variar em função da política de cada banco);

Bancos

Limite do valor liberado

  • Empréstimo pessoal: Até  30% do rendimento mensal líquido;
  • Empréstimo Consignado:  Até 35% do rendimento mensal líquido (sendo 5% para uso exclusivo em cartão de crédito);

Prazo para pagamento

  • Empréstimo pessoal: Até 48 meses (pode variar em função da política de cada banco);
  • Empréstimo Consignado: Até 96 meses (caso máximo aplicado aos Servidores Federais);

Carência

  • Empréstimo pessoal: até 60 dias (pode variar em função da política de cada banco);
  • Empréstimo Consignado: geralmente sem carência;

Garantias exigidas

  • Empréstimo pessoal: geralmente com fiador e avalista;
  • Empréstimo Consignado: sem fiador ou avalista;

Condições para liberação de crédito

Cobrança de TAC (Taxa de Abertura de Crédito)

  • Empréstimo pessoal: geralmente cobrada
  • Empréstimo Consignado: isento para beneficiários INSS;

Prazo de liberação do crédito

  • Empréstimo pessoal: Em até 72 horas (condição variável em função da política de cada banco);
  • Empréstimo Consignado: Em até 48 horas (condição variável em função da política de cada banco e da averbação);

Forma de pagamento

  • Empréstimo pessoal: Pagamento via título ou débito automático em conta corrente;
  • Empréstimo Consignado: Desconto no contracheque ou benefício do INSS;

Portabilidade de crédito

  • Empréstimo pessoal: sim;
  • Empréstimo Consignado: sim.

Observação: Fontes: Banco Central, Previdência Social e Bancos

Antes de decidir contratar uma modalidade ou outra, é importante se perguntar se o empréstimo é mesmo necessário.

Embora essa dúvida pareça não fazer sentido, garantimos que se fizer o uso consciente do empréstimo, terá uma fonte alternativa para conseguir o dinheiro que tanto precisa.

 

Quer fazer um empréstimo consignado?

A bxblue pode te ajudar a contratar o consignado que você está precisando! Compare propostas de crédito consignado de diferentes bancos e escolha a melhor para você.

Simule seu consignado

Quais as diferenças entre Empréstimo e Empréstimo Consignado?

Posts recomendados