O que é o extrato CNIS ou extrato Previdenciário?

bxblue acesso ao extrato cnis extrato previdenciario meu inss

Publicado em: 10/09/2021

CNIS é a sigla de Cadastro Nacional de Informações Sociais, que é um banco de dados do Governo Federal que registra informações trabalhistas e previdenciárias de todos os trabalhadores. Essas mesmas informações podem ser consultadas através do extrato CNIS.

Aproveite para saber mais sobre esse extrato e sobre a sua importância para quem já é beneficiário INSS ou para quem ainda pretende se aposentar.

Inscreva-se para receber novidades sobre empréstimo consignado
Erro ao enviar, tente novamente.

Saiba o que é o extrato CNIS ou extrato previdenciário

O extrato CNIS ou extrato previdenciário é um demonstrativo que relaciona todos os vínculos trabalhistas e previdenciários que constam no Cadastro Nacional de Informações Sociais (CNIS).

É por essa conferência que o INSS comprova todas as contribuições sociais vinculadas a um CPF. Esses valores são utilizados para o cálculo da aposentadoria, por exemplo. 

Informações que constam no CNIS

Que informações o extrato previdenciário tem?

O extrato CNIS contém informações como o nome do empregador, o período trabalhado e a remuneração recebida. Além disso, é por meio deste documento que os valores pagos, a partir da Guia da Previdência Social (GPS), também podem ser confirmados.

Embora muitas dessas informações constem no contracheque, holerite ou ainda na carteira de trabalho, é sempre recomendável consultar o que efetivamente foi pago ao INSS. Vale lembrar que a GPS refere-se ao recolhimento das contribuições sociais, então se foi quitada seu pagamento constará no Dataprev. 

Como acessar o extrato previdenciário (CNIS) pelo Meu INSS?

Como tirar o CNIS pela internet?

O beneficiário que já tem acesso ao Meu INSS pode acessar o extrato, no momento em que desejar ou necessitar. Seu acesso pode ser realizado tanto pelo computador, quanto por smartphones e tablets, a partir do site ou do aplicativo Meu INSS.

Para acessá-lo, tanto pelo site quanto pelo app, basta seguir esse passo a passo:

  1. Passo 1: acesse o Meu INSS e faça o login;
  2. Passo 2: clique em “extrato de contribuição (CNIS);
  3. Passo 3: Pronto! As informações já estarão disponíveis na tela para consulta ou impressão.

Veja em detalhes cada etapa para ter essa informação.

Passo 1: acesse o Meu INSS

Entre no site ou acesse o aplicativo Meu INSS. Esse é o portal de serviços da Previdência Social que agrupo diversos serviços gratuitos para os cidadãos.

Passo 2: faça o seu login com o novo cadastro

Como esse serviço é autenticado, será necessário logar no site para ter acesso às informações.

Ao clicar em “entrar com gov.br”  aparecerá  uma tela para colocar o CPF e a senha do gov.br. Caso não tenha, clique em “crie sua conta” e faça o cadastro.

Como o cadastro no Meu INSS mudou, caso ainda não tenha, será necessário criar o novo login.

Leia tambémComo fazer o cadastro no Meu INSS

Quem já tem acesso ao Brasil Cidadão ou ao cidadão.br, pode acessar com os mesmos dados (o cadastro é o mesmo e válido para acesso aos serviços digitais do Governo). Insira o CPF e a senha ou nova senha criada para acessar o extrato CNIS.

Em seguida, acesse a opção “Extrato de Contribuição(CNIS)”, na página inicial. 

Passo 3: Pronto! Acesse seu Extrato Previdenciário

Estando logado, as informações já serão disponibilizadas na tela para consulta ou impressão. Na aba “relações previdenciárias” estarão listadas todas as empresas que fizeram o recolhimento ou pagamento da GPS (Guia da Previdência Social).

As empresas são identificadas pela Razão Social e CNPJ. Em filiado constará o tipo de contribuição. 

Início e fim se referem ao dia, mês e ano do início e término do vínculo empregatício com a empresa citada. Em última remuneração, constará a data do último pagamento realizado, que coincidirá com a data do último recolhimento do imposto.

Ainda na tela inicial, o usuário pode clicar nas opções “avaliar” ou “baixar PDF”. Na primeira opção, pode ser realizada uma avaliação do serviço sobre o serviço Extrato Previdenciário (CNIS). Para prosseguir, basta clicar em “avaliar agora”.

Em seguida, abrirá uma nova tela em que será possível fazer a avaliação.

Ao clicar em Baixar PDF aparece uma aba em que é possível escolher entre a versão completa (com vínculos e remunerações) e a versão resumida ( em que aparece somente os vínculos). Selecione uma das opções e clique em continuar.

O arquivo será salvo no seu computador ou smartphone, em formato PDF.

Para ler o arquivo, é necessário ter um leitor PDF. Esse programa é comum em todos os dispositivos, mas caso ainda não tenha, é possível fazer o download e instalação gratuitamente.

Como tirar o extrato na CEF ou Banco do Brasil?

Os correntistas da Caixa Econômica Federal (CEF) e do Banco do Brasil podem consultar o extrato CNIS direto no caixa eletrônico.

Essa opção também está disponível nos serviços oferecidos pelo internet banking. Na CEF, basta buscar pela opção “Previdência Social” e no Banco do Brasil por “extrato previdenciário”.

Em caso de dúvidas, é recomendado ir até uma agência e se informar com o gerente da unidade. 

Como solicitar o extrato em uma agência INSS?

Para retirar o extrato CNIS em uma das agências INSS é preciso solicitar o agendamento do serviço antes. O agendamento pode ser realizado no Meu INSS em “agendamentos/ solicitações”, Preencha a tela seguinte colocando o nome, cpf , data de nascimento e depois clique em “continuar sem login”. Selecione a opção ” agendar para retirada de extrato” e em seguida ” extrato previdenciário (CNIS).

O documento só pode ser retirado pelo solicitante, no dia e horários marcados, mediante apresentação de documentos pessoais.

No caso de terceiros, é necessário apresentar a procuração ou termo de representação legal, documento de identificação com foto e CPF do procurador ou representante.

Por que acessar o extrato CNIS?

Com a consulta online do extrato CNIS, seu acesso pode ser facilitado. Portanto, é indicado acessar o documento com frequência. Entenda sua importância, de forma muito clara e objetiva:

1 – Conferência da contribuição social

Todas as contribuições realizadas devem constar no extrato CNIS. Do contrário, é necessário avaliar porque os valores não foram quitados.

Se a empresa descontou o valor, mas não recolheu a GPS, pode ser acionada junto a justiça. O valor será atualizado para o valor presente e, portanto, além do dever devido pode pagar multas e encargos adicionais. 

No caso da contribuição individual, vale consultar um contador para avaliação do valor devido.

2 – Cálculo do valor da aposentadoria

O cálculo do valor da aposentadoria leva em consideração o valor que é obtido a partir das informações que são armazenadas no CNIS. 

Assim, conferir o extrato CNIS pode ajudar na conferência dos valores recebidos e o valor do benefício futuro. Justamente porque esse é um direito do trabalhador ou contribuinte.

Agora que você já sabe o que é o extrato CNIS e porque deve acessá-lo, aproveite para conferir suas informações online.

 

Quer receber as últimas notícias, em primeira mão direto no seu Whatsapp? Se inscreva gratuitamente: