Por que os juros de um empréstimo variam de um banco para o outro?

bxblue-porque-os-juros-de-um-emprestimo-variam-de-um-banco-para-o-outro

Na hora de contratar qualquer tipo de crédito, seja um cartão ou um empréstimo, o interessado sempre procura pesquisar as taxas de juros. Isso, porque, algumas cobranças podem variar de um banco para o outro.

Cada instituição financeira pode estipular suas próprias políticas de crédito. Inclusive, essa é a principal maneira de atrair clientes e se tornar uma opção de interesse no mercado.

Sendo assim, vale a pena, ao precisar de um serviço de crédito, pesquisar qual banco está oferecendo as condições mais vantajosas. E isso vai além das taxas de juros.

Quer saber mais sobre como as taxas e encargos variam de um banco para o outro? Compreenda como comparar as condições de cada banco na hora de contratar um crédito.

Saiba o que é o Custo Efetivo Total

O Custo Efetivo Total, ou CET, é o valor final que será pago em um empréstimo. Ou seja, é o quanto, de fato, custa para que uma operação financeira seja realizada. 

O CET é sempre informado em percentagem, por mês ou ano, e cada banco pode definir o seu.

Na hora de contratar qualquer crédito, portanto, o interessado precisa estar atento ao quanto irá custar de verdade, o que nem sempre fica claro em um primeiro contato com o banco.

Todas as operações de crédito, seja para pessoa física ou jurídica, têm um custo total que vai além dos valores das taxas de juros. Outros tributos e custos sempre são adicionados à conta.

Portanto, quanto maior o Custo Efetivo Total de uma transação, maior é o valor que o contratante estará pagando, além do que tomou emprestado. 

As parcelas de empréstimo consideram a divisão desse valor total, pelo número de parcelas do contrato.

O Custo Efetivo Total costuma englobar as taxas de juros e de análise de crédito. Além disso, compreende também o imposto sobre operações financeiras, a taxa de abertura de crédito e demais cobranças administrativas.

Por lei, todos esse valores devem ser citados em contrato. Assim, ao assinar o contrato de um empréstimo, o contrante também garante estar ciente dos valores que serão cobrados.

É importante que todos os custos sejam listados no contrato. Somente assim o interessado poderá saber o que está sendo pago.

Mas, ao contrário do que muitos pensam, o CET é apenas uma das condições que podem variar de banco a banco, em um empréstimo. Saiba agora quais são as demais.

Quais condições também variam de um banco para o outro?

Além do Custo Efetivo Total da transação, outras condições também variam de um banco para o outro. Vamos conhecer agora todos os fatores que você pode analisar na hora de contratar um crédito consignado.

Política de crédito

A política de crédito é um conjunto de regras que cada banco estipular para si mesmo. Ou seja, cada instituição financeira pode determinar as normas que deseja seguir na hora de emprestar dinheiro aos seus clientes.

Tais critérios são definidos de acordo com o interesse de cada banco. Por exemplo, atrair mais clientes, aumentar a concorrência ou lucrar.

A política de crédito envolve desde quais clientes serão aprovados, até as taxas de juros que poderão ser cobradas.

Tipo de convênio atendido

Cada banco também pode determinar quais convênios quer atender, no caso do empréstimo consignado. É por isso que antes de contratar um crédito o interessado precisa pesquisar onde o crédito pode ser adquirido.

O empréstimo consignado está disponível para beneficiários do INSS, Servidores Públicos e Militares das Forças Armadas. Assim como também para Trabalhadores do setor privado.

Contudo, nem todos os bancos fazem empréstimo consignado privado, por exemplo. O tipo de convênio irá impactar diretamente no público atendido e condições de cada modalidade de empréstimo.

Limite do crédito liberado

Dentre as condições que variam de um banco para o outro, também está o valor que é liberado para cada cliente. Todo banco tem direito de definir quanto quer emprestar.

Alguns bancos concordam com valores mais elevados e, em troca, cobram taxas de juros maiores. Outros delimitam o montante emprestado de acordo com a idade do interessado.

Limite de idade

O empréstimo consignado, normalmente, pode ser contratado por interessados com idade entre 18 e 80 anos. Ou 79 anos e 11 meses, para ser mais exato. Contudo, cada banco pode estipular seu próprio limite de idade.

Isso vale, geralmente para Aposentados e Pensionistas INSS, bem como para Servidores Aposentados.

Atualmente algumas instituições financeiras liberam crédito mesmo para as pessoas com mais de 80 anos. Porém, o valor emprestado não costuma ultrapassar os R$30.000,00. A idade, neste caso, está associada também ao risco do empréstimo.

Prazos para pagamento do contrato

Assim como a taxa de juros,  o prazo de pagamento é outra condição de forte competição entre as instituições financeiras. O número de parcelas a serem pagas costuma ser um grande atrativo para os clientes.

No caso do empréstimo consignado, algumas regras para o prazo de pagamento precisam ser respeitadas porque são determinadas por lei. Contudo, isso não impede que cada banco possa definir o tempo que o futuro cliente terá para quitar sua dívida.

Vale destacar que o prazo para pagamento do contrato também está diretamente relacionado à idade da pessoa interessada.

Algumas condições, entretanto, não mudam de um banco para o outro, no caso do empréstimo consignado.

O que não muda no caso do Empréstimo Consignado?

Algumas condições do empréstimo consignado são determinadas por lei e, sendo assim, não se alteram. Portanto, há algumas situações que não variam de um banco para o outro.

Isso também pode indicar que o consumidor tem reservado alguns direitos em relação ao novo contrato de empréstimo consignado, ou contrato em andamento.

Forma de pagamento

A forma de pagamento é talvez a característica mais conhecida do empréstimo consignado. Nessa modalidade de crédito, o contratante não precisa se preocupar com a quitação de boletos ou faturas.

A saber, o crédito consignado é sempre descontado automaticamente do pagamento do contratante. Ou seja, antes de liberar o salário ou benefício, a fonte pagadora já desconta o valor da prestação do empréstimo.

Sendo assim, o empréstimo não fica com mensalidades atrasadas. Com isso, não há também a cobrança de taxas ou multas por atraso. E o banco não precisa lidar com inadimplência.

Essa é uma operação de baixo risco para a instituição financeira. Por isso é que as taxas de juros do empréstimo consignado são sempre baixas. Uma das mais baixas do mercado de crédito, inclusive.

Portanto, quem estiver interessado em um empréstimo consignado não precisa comparar esse fator. Os descontos funcionam sempre da mesma forma e não variam um banco para o outro.

Margem consignável

A margem consignável é outra condição que não se altera entre as instituições financeiras. Contudo, essa margem está atrelada ao pagamento que cada Aposentado, Pensionista, Servidor Público e Trabalhador CLT recebe.

Ao criar o empréstimo consignado o Governo determinou também uma limitação para que as pessoas não se endividassem. Ficou estipulado, portanto, um limite do quanto da renda mensal pode ser comprometido com o pagamento de empréstimos com desconto em folha de pagamento.

Sendo assim, cada pessoa pode gastar até 35% de sua renda líquida com a consignação de crédito. Dentro desse valor há uma divisão: 30% são para empréstimos, enquanto que 5% são de uso exclusivo de um cartão de crédito consignado.

Portanto, como visto, algumas condições não se alteram no empréstimo consignado. Por outro lado, outras bem importantes podem tornar um contrato mais ou menos vantajoso.

Se você tem o objetivo de encontrar os bancos com as melhores taxas, saiba que é possível fazer isso, com poucos cliques.

Como encontrar os bancos com as melhores taxas de juros?

Com o simulador de empréstimo consignado online, os interessados podem comparar todas as condições dos bancos, até encontrar as melhores. Ou seja, aquela se realmente se adéqua a sua necessidade.

Encontrar um banco com a melhor taxa de juros é bem mais fácil, rápido e prático do que parece. Podem contratar o empréstimo consignado aqueles que estejam nas categorias elegíveis e que tenham margem consignável disponível.

Outras opções para quem não tem mais margem são o refinanciamento ou portabilidade de crédito.

Pronto! Agora você agora já conhece cada condição que pode variar entre as instituições financeiras. Aprendeu também o que significa Custo Efetivo Total e sabe quanto custa um empréstimo. 

Então, chegou a hora de usar o simulador de crédito online e contratar seu empréstimo com as melhores condições.

 

Quer fazer um empréstimo consignado?

A bxblue pode te ajudar a contratar o consignado que você está precisando! Compare propostas de crédito consignado de diferentes bancos e escolha a melhor para você.

Simule seu consignado

Por que os juros de um empréstimo variam de um banco para o outro?

Posts recomendados