Por que agora é a melhor hora para fazer empréstimo consignado?

bxblue-melhor-hora-para-fazer-emprestimo-consignado

Publicado em: 17/06/2021

Ao considerar fazer a contratação de um empréstimo consignado, é usual a reflexão sobre o momento ideal. Levando em conta as perspectivas econômicas dos próximos meses, tudo leva a crer que, para quem precisa de dinheiro extra, agora é a melhor hora para fazer empréstimo consignado.

Dois fatores justificam este cenário: a taxa básica de juros e novos custos para as instituições financeiras; ambos tendem a pressionar para o aumento das taxas de juros nos próximos meses.

O último aumento da Selic, a taxa básica de juros, aconteceu na última quarta-feira, 16/6, com a variação de 3,50% para 4,25%. É o terceiro aumento seguido da taxa em 2021 e, em nota oficial, o Banco Central antecipou que o Copom (Comitê de Política Monetária) já antevê outro ajuste de, no mínimo, 0,75 pontos percentuais na próxima reunião, prevista para os dias 3 e 4 de agosto.

Receba novidades por e-mail.
Erro ao enviar, tente novamente.

A Selic é usada como referência para a cobrança de taxas de serviços como empréstimos. Dessa forma, quando ela sobe os valores de taxas sobre serviços como o consignado também se elevam.  

Outro ponto é a aprovação na Câmara dos Deputados da medida provisória que aumenta os tributos sobre instituições financeiras. A medida segue para o Senado e terá impacto direto em transações financeiras como o crédito consignado, já que naturalmente o maior custo dos bancos deve ser repassado aos clientes. Caso seja aprovada, as regras passam a valer em julho.

Somando-se os dois pontos (o aumento da taxa Selic na segunda quinzena de julho e a nova tributação dos bancos), a perspectiva é que os juros dos empréstimos subam significativamente a partir de julho deste ano.

Cadastre-se para receber conteúdos exclusivos sobre empréstimo consignado
Erro ao enviar, tente novamente.

Veja mais detalhes sobre este cenário e dicas para encontrar as melhores condições de empréstimo consignado.

Melhor hora para fazer empréstimo consignado com juros mais baixos

O empréstimo consignado é conhecido por apresentar a menor taxa de juros do mercado devido ao seu baixo risco de inadimplência, pois o pagamento das parcelas é feito por meio do desconto em folha de pagamento ou direto do benefício previdenciário.

Ainda assim, os valores apresentados por cada instituição financeira podem oscilar e, além disso, todas elas estão sujeitas a fatores externos como o aumento de taxas e tributações.

Encontrar as menores taxas de juros do mercado é um desafio que implica avaliar não apenas o Custo Efetivo Total (CET) da dívida, isto é, o valor final a ser pago ao banco, mas também atentar-se às mudanças no cenário econômico. 

Assim, com base nas previsões do mercado e como os dados já têm mostrado, as taxas de juros do consignado devem sofrer aumentos durante os próximos meses. Dessa forma, ao que tudo indica, agora é a melhor hora para fazer empréstimo com as menores taxas e, consequentemente, com um valor ainda menor a ser pago para a quitação da dívida.

Confira a tabela abaixo com a variação da taxa média de juros do consignado para beneficiários do INSS e servidores públicos:

Variação da taxa média de juros do consignado ao mês (a.m.) e ao ano (a.a.)

MêsServidores públicosBeneficiários do INSS
Janeiro1,26% a.m. ou 16,2% a.a.1,64% a.m. ou 21,5% a.a.
Fevereiro1,26% a.m. ou 16,2% a.a.1,62% a.m. ou 21,2% a.a.
Março1,27% a.m. ou 16,3% a.a.1,62% a.m. ou 21,2% a.a.
Abril1,30% a.m. ou 16,8% a.a.1,66% a.m. ou 21,9% a.a.
Fonte: Banco Central

Selic deve aumentar continuamente até o fim do ano

A taxa Selic é usada como forma de controlar a inflação, ou seja, evitar que os preços subam demais. Com o aumento da taxa básica de juros, há uma natural diminuição das atividades econômicas; com menor poder aquisitivo, cai a busca pelos produtos e serviços e, com isso, força-se a queda de preços com o objetivo de proporcionar uma estabilização.

De acordo com o BC, a recuperação econômica tem sido mais lenta do que o esperado por causa da pandemia. Diante disso, a elevação da taxa básica de juros deve continuar e o mercado avalia a possibilidade de ultrapassar a faixa dos 6% até o final deste ano. Esse aumento teria impacto nos setores de consumo, investimento e empréstimo.

MP que aumenta tributo dos bancos é aprovada na Câmara

Na última quarta-feira, 2/6, a Câmara dos Deputados aprovou a Medida Provisória 1.034/21, que trata do aumento da alíquota da Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL) de empresas do setor financeiro. A CSLL é um tipo de tributo pago pelas empresas do país que vai para o financiamento da Seguridade Social, já a alíquota é o valor usado como base para o cálculo de impostos.

A MP propõe a alteração de parágrafos dos artigos 1º e 3º da Lei 7.689/88, que institui a contribuição social para empresas, assim como trechos dos artigos 1º, 2º, 3º, 4º e 6º da Lei 8.989/95, que dispõe sobre a isenção do IPI (Isenção do Imposto sobre Produtos Industrializados).

No que diz respeito aos bancos, com a alteração da lei sobre contribuição social e as novas regras, a alíquota ficará em 25% até dezembro de 2021 e passará a ser 20% a partir de janeiro de 2022. Atualmente, a alíquota é de 15%. 

No caso das sociedades de crédito e cooperativas de crédito, com alíquota equivalente a 15%, pagarão 20% até dezembro de 2021 e voltam a pagar 15% em janeiro de 2022. Embora a MP tenha sido aprovada pela Câmara dos Deputados, a MP ainda deve passar por votação no Senado, onde precisa ser aprovada.

Como encontrar as melhores ofertas de empréstimo consignado?

Acompanhar os fatores externos que podem influenciar nas taxas de juros cobradas em empréstimos é um bom termômetro para compreender quando é a melhor hora para fazer empréstimo consignado. 

Para além disso, outros fatores podem ser levados em consideração ao considerar a contratação dessa modalidade de empréstimo, como as condições de pagamento, a quantidade e valores das parcelas e as especificidades do contrato. 

Esse processo envolve o trabalho de pesquisa e comparação de ofertas, elevando as chances de encontrar as melhores ofertas. Atualmente existem ferramentas facilitadoras para comparar as condições de diferentes bancos, como o simulador gratuito de empréstimo consignado

Por meio dele, é possível escolher o valor que deseja e em quantas parcelas pode ou quer pagar. Feito isso, a ferramenta apresentará uma série de ofertas que se encaixam dentro das preferências indicadas.

Dessa forma, a comparação pode ser feita em um mesmo lugar e as chances de descobrir se é a melhor hora para fazer empréstimo consignado são ainda maiores. Simule grátis agora.


Quer receber as últimas notícias, em primeira mão direto no seu Whatsapp? Se inscreva gratuitamente: