Meu INSS: Guia completo para Aposentados e Pensionistas 2020 (atualizado)

Publicado em: 18/09/2020

Conhecido por ser um recurso muito prático, o Meu INSS ajuda a milhões de brasileiros ao simplificar o ingresso e acesso à Previdência Social.

Além disso, atua como um canal de comunicação mais ágil, facilitando atividades de rotina do dia a dia, que antes só eram feitas presencialmente.

Aposentado e Pensionista: neste guia completo do Meu INSS, você terá todas as informações necessárias para aproveitar ao máximo cada funcionalidade. Confira!

Meu INSS

O Meu INSS é a plataforma de serviços digitais do Instituto Nacional do Seguro Social. A ferramenta faz uma busca, de forma automática, de todas as informações e dados de vínculos registrados nos sistemas do INSS e organiza tudo em um único lugar.

https://www.inss.gov.br/wp-content/uploads/2020/03/WhatsApp-Video-2020-03-26-at-19.33.09.mp4?_=1

Fonte: reprodução INSS

Conforme o tipo de necessidade, o usuário pode selecionar os relatórios, extratos ou arquivos consolidados ou fazer solicitações específicas. O mesmo ocorre com as atualizações que podem ser demandas, de tempos em tempos, ou renovadas a critério do usuário.

A solução está disponível gratuitamente para todos os cidadãos que estejam associados à Previdência Social, que é o regime previdenciário pelo qual a maioria dos brasileiros contribui mensalmente e demais cidadãos em geral.

Os perfis mais comuns são de trabalhadores formais, mas os trabalhadores individuais e autônomos também podem fazer o recolhimento da Guia da Previdência Social (GPS), para se aposentar e fazer uso da ferramenta.

Além dos futuros beneficiários, portanto, a Instituição atende também os segurados atuais: Aposentados Pensionistas e outras pessoas aprovadas para os auxílios assistenciais.

Quando surgiu?

O Portal Meu INSS foi criado para dar mais autonomia aos usuários, no momento de solicitar um benefício como a aposentadoria, auxílio doença ou pensão por morte.

Surgiu em 2018, para substituir o site antigo da Dataprev e foi publicado anteriormente no endereço www.servicos.inss.gov.br. Desde então, vem passando por constantes atualizações não só em termos de design, mas com foco na experiência dos usuários.

Versão antiga do site Meu INSS

O formato digital, torna ainda mais fácil e rápido o acesso, evitando que os cidadãos ou segurados tenham que ir até uma unidade das Agências da Previdência Social (APS).

Como o Meu INSS pode ser acessado?

O serviço digital pode ser acessado online, pela internet, de duas formas:

1 – Site Meu INSS (www.meuinss.gov.br)

Versão atual do site Meu INSS

Disponível em novo endereço, o Meu INSS pode ser acessado por qualquer pessoa em meu.inss.gov.br – estando ou não vinculada a Previdência Social ainda.

A plataforma de serviços disponibiliza desde os serviços mais básicos, a extratos e outras informações para consultas gratuitas.

Para também agilizar os atendimentos presenciais, os agendamentos e solicitações podem ser feitos online. Assim, quem não tem outra alternativa ou para determinados tipos de serviços que exigem a presença do cidadão ou segurado, como é o caso da perícia médica, é possível agendar previamente online.

2 – Aplicativo Meu INSS

Telas iniciais do aplicativo Meu INSS

Também disponível na versão aplicativo, o Meu INSS pode ser configurado para ser utilizado direto no celular ou em tablets.

Para isso, basta fazer o download do app Meu INSS nas lojas de aplicativos Google Play e App Store. O aplicativo desenvolvido pela DATAPREV teve somente em 2020, mais de 234,3 milhões de acessos, com média mensal de 33,4 milhões (referência de julho deste ano).

Em 2019, o app ganhou novas funcionalidades para ampliar o atendimento ao público. Essas inovações, são parte do projeto de Transformação Digital do Governo. No mesmo ano, venceu a 23ª edição do Concurso de Inovação no Setor Público, promovido pela Escola Nacional de Administração Pública (Enap) e chegou a marcos bem importantes: mais de 6 milhões de downloads e 24 milhões de acessos por mês.

Fonte: reprodução INSS

Principais serviços oferecidos

A plataforma é repleta de funcionalidades e bem fácil de utilizar. Por ser online, funciona 24 horas por dia, durante os 7 dias da semana.

Cidadãos, Aposentados e Pensionistas e demais segurados têm a sua disposição mais de 90 serviços online, dos 96 tipos de serviços totais:

  1. Aposentadoria por idade urbana;
  2. Salário-maternidade urbano;
  3. Apuração de batimento contínuo − Decreto 9.462/2018;
  4. Agendamentos e consultas de pedidos;
  5. Extrato previdenciário (CNIS);
  6. Extrato de pagamento de benefício;
  7. Extrato de empréstimo consignado;
  8. Extrato para Imposto de Renda;
  9. Carta de concessão do benefício;
  10. Agendamento de perícia médica;
  11. Declaração de benefício − consta/nada consta;
  12. Consultar revisão de benefício − Artigo 29;
  13. Declaração de regularidade da situação do contribuinte individual;
  14. Alterar dados básicos de contato;
  15. Resultado da perícia médica;
  16. Recurso;
  17. Recurso de benefício por incapacidade;
  18. Revisão;
  19. Cópia de processo;
  20. Recurso − seguro defeso;
  21. Cessação de benefício por óbito;
  22. Cadastrar declaração de cárcere/reclusão;
  23. Cadastrar ou renovar representante legal;
  24. Alteração de forma de pagamento;
  25. Reativar benefício;
  26. Atualização de dependentes para Imposto de Renda;
  27. Atualização de dados cadastrais do beneficiário;
  28. Desistência de benefício;
  29. Solicitar valor não recebido até a data do óbito do beneficiário;
  30. Cadastrar ou atualizar dependentes para salário-família;
  31. Suspender o benefício assistencial à pessoa com deficiência para inclusão no mercado de trabalho;
  32. Solicitar pagamento de benefício não recebido;
  33. Bloqueio/desbloqueio do benefício para empréstimo;
  34. Reativar benefício assistencial suspenso por inclusão no mercado de trabalho;
  35. Transferir benefício para outra agência da Previdência Social;
  36. Cadastrar ou renovar procuração;
  37. Atualização do Imposto de Renda para declaração de saída definitiva do País;
  38. Certidão de inexistência de dependentes habilitados à pensão por morte;
  39. Atualização de dados do Imposto de Renda – retificação da DIRF;
  40. Certidão para saque de PIS/Pasep/FGTS;
  41. Exclusão de desconto de mensalidade associativa/sindicato em benefício previdenciário;
  42. Solicitação de exclusão de empréstimo consignado;
  43. Cadastrar pensão alimentícia;
  44. Aposentadoria por idade rural;
  45. Aposentadoria por tempo de contribuição;
  46. Auxílio-reclusão rural;
  47. Auxílio-reclusão urbano
  48. Benefício assistencial ao idoso;
  49. Benefício assistencial à pessoa com deficiência;
  50. Certidão de tempo de contribuição;
  51. Pecúlio;
  52. Pensão por morte rural;
  53. Pensão por morte urbana;
  54. Salário-maternidade rural;
  55. Aposentadoria da pessoa com deficiência por tempo de contribuição;
  56. Aposentadoria da pessoa com deficiência por idade;
  57. Benefício assistencial ao trabalhador portuário avulso;
  58. Benefício assistencial a pessoa com deficiência − microcefalia;
  59. Aeronauta gestante − auxílio-doença;
  60. Saldo na tela (tempo ou valor de benefício);
  61. Calculadora da aposentadoria por idade;
  62. Calculadora da aposentadoria por tempo de contribuição;
  63. Acordo internacional − aposentadoria por idade rural;
  64. Acordo internacional − aposentadoria por idade urbana;
  65. Acordo internacional − aposentadoria por tempo de contribuição;
  66. Acordo internacional − atualização de atestado de vida;
  67. Acordo internacional − atualização de dados cadastrais e/ou bancários;
  68. Acordo internacional − atualização de dados de Imposto de Renda;
  69. Acordo internacional − benefício exclusivo do país acordante;
  70. Acordo internacional − certificado de deslocamento temporário inicial;
  71. Acordo internacional − certificado de prorrogação de deslocamento temporário;
  72. Acordo internacional − histórico de seguro em país acordante;
  73. Acordo internacional − pensão por morte rural;
  74. Acordo internacional − pensão por morte urbana;
  75. Acordo internacional − reativação de benefício;
  76. Acordo internacional − recurso;
  77. Acordo internacional – regularização de pagamentos em atraso;
  78. Acordo internacional − retificação de deslocamento temporário;
  79. Acordo internacional − revisão;
  80. Acordo internacional − salário-maternidade;
  81. Acordo internacional − transferência de benefício em manutenção;
  82. Cálculo de contribuição em atraso, emissão e/ou cálculo de GPS;
  83. CAT (Comunicação de Acidente de Trabalho), acréscimo 25%, isenção de IR e auxílio-acidente;
  84. Inscrição junto à Previdência Social;
  85. Marcação ou remarcação de perícia médica;
  86. Reemitir parcela − seguro-defeso;
  87. Requerimento de antecipação de pagamento da revisão do Artigo 29
  88. Seguro defeso − pescador artesanal;
  89. Validação facultativa baixa renda;
  90. Atualização de dados cadastrais;
  91. Acesso ao Portal Covid.

As opções são as mesmas tanto no site, quanto no aplicativo como forma de centralizar a ajuda e suporte.

Serviços sem senha

Entre os serviços que podem ser conferidos sem senha estão:

  1. Agendamentos/Solicitações;
  2. Agendar perícia;
  3. Emitir Guia de Pagamento (GPS);
  4. Comunicação de Acidente de Trabalho (CAT);
  5. Calendário de pagamento;
  6. Encontre uma agência;
  7. Vericar autenticidade de documentos.

Veja em destaque três das atividades mais solicitadas:

Agendamentos/Solicitações

Outros pedidos ou agendamentos devem ser preenchidos na opção “Agendamentos/Solicitações”.

https://www.inss.gov.br/wp-content/uploads/2020/04/Como-fazer-solicita%C3%A7%C3%A3o.mp4?_=4

Fonte: reprodução INSS

Cumprimento de Exigências

Em alguns casos, o INSS pode solicitar outros documentos comprobatórios. Portanto, é preciso atender ao cumprimento das exigências, dentro do prazo definido.

A vantagem é que esse processo pode ser feito ou antecipado pela internet.

https://www.inss.gov.br/wp-content/uploads/2020/04/WhatsApp-Video-2020-04-17-at-16.22.03.mp4?_=1

Fonte: reprodução INSS

Envio de Atestado Médico

Os auxílios-doença têm como exigência a apresentação de um laudo médico. A via digitalizada do atestado médico, também pode ser encaminhada virtualmente, pela plataforma.

https://www.inss.gov.br/wp-content/uploads/2020/05/WhatsApp-Video-2020-05-14-at-06.50.52.mp4?_=5

Fonte: reprodução INSS

É importante lembrar que o processo foi adaptado em decorrência da pandemia. Entretanto, com o retorno das atividades, pode ser solicitado ainda a perícia médica com profissional habilitado do INSS.

Como efetuar o cadastro no Meu INSS?

Como se cadastrar no Meu INSS?

Alguns serviços exigem a autenticação do usuário por questão de segurança. Por isso, os usuários precisam ter um login e criar uma senha única na plataforma Gov.Br.

O cadastro também pode ser concluído online e em poucos minutos. O login é válido não só para acesso ao portal digital do INSS, como também aos demais serviços digitais do Governo.

https://www.inss.gov.br/wp-content/uploads/2020/03/WhatsApp-Video-2020-03-26-at-19.33.08-2.mp4?_=1

Fonte: reprodução INSS

Senha provisória

A senha provisória do Meu INSS também pode ser providenciada pelos bancos parceiros. Para isso, é necessário ser correntista das instituições autorizadas e acessar o internet banking.

https://www.inss.gov.br/wp-content/uploads/2020/04/Troca-Senha.mp4?_=3

Fonte: reprodução INSS

Perguntas e Respostas

Ainda tem dúvidas? Separamos abaixo, as respostas as dúvidas mais comuns, para ajudar:

O que é senha inicial do INSS?

Antes da integração com o Gov.Br, o login era outro e provisório. Agora, os usuários já podem criar o novo login único e logar imediatamente no site ou app.

O que é necessário para acessar o Meu INSS?

Criar um cadastro no Gov.Br que permitirá o ingresso ao sistema. O perfil pessoal é acessado com CPF e senha e precisa ser autenticado para identificação do usuário.

Como entrar no aplicativo meu INSS?

É preciso ter o login único na conta dos serviços digitais do Governo e o app instalado. Como recomendação básica, é indicado ter a última versão do aplicativo, para garantir que terá as novas funcionalidades ou atualizações.

Como digitalizar documentos no meu INSS?

As exigências poder ser cumpridas online, desde que o usuário envie os documentos digitalizados. Para isso, é preciso utilizar algum aplicativo ou recurso complementar e salvar os arquivos em formato PDF ou imagem.

Agora que você já sabe o que é e como acessar o Meu INSS, resolva o que puder a distância e poupe tempo. Acesse o site ou aplicativo Meu INSS agora mesmo e comprove todos as vantagens!


Se você é Beneficiário INSS e não quer perder mais nenhuma informação relevante, pode receber notícias selecionadas direto no seu WhatsApp. Clique aqui para se inscrever GRATUITAMENTE.

Receba novidades por e-mail
Seu e-mail foi cadastrado na nossa lista! 😍
Erro ao enviar, tente novamente.