NEWS | Descubra o percentual de reajuste por carreira na folha de janeiro

Olá Servidor,

Essas são as principais notícias da semana, que a equipe da bxblue selecionou pra você! 


Ontem (14), o Ministério da Economia antecipou que, apesar de a folha de Janeiro não estar fechada, o governo vai cumprir a decisão do STF de suspensão da medida provisória que adiava a aplicação da parcela prevista para janeiro de 2019.

Ao todo, 21 carreiras e cargos terão seus vencimentos elevados com percentuais que variam entre 4,5% e 6,31%. No total, 253 mil servidores ativos e inativos serão beneficiados. 

Apesar das boas notícias relacionadas ao reajuste dos servidores, aposentados e servidores públicos federais vêm sofrendo com os aumentos anuais acima da inflação aplicados pela Geap Autogestão em Saúde – empresa pública responsável por administrar planos de saúde de servidores federais. 

Inconformados, muitos procuraram a Justiça para pleitear um reajuste menor. Além disso, são comuns as reclamações de negativa para procedimentos e desfiliação de hospitais de referência promovidas pela administradora, problemas que já refletem no orçamento da Geap.

Em relação à Reforma da Previdência, foi divulgado que a equipe econômica do Governo Bolsonaro estuda propor que a transição para a idade mínima de aposentadoria ocorra em 15 anos. A ideia seria uma solução intermediária entre as que estão à disposição do governo. 

O tempo de transição é o que define quando a idade mínima estipulada será de fato aplicada. Na transição em 20 anos de Temer, só seria necessário ter 65 anos (homens) e 62 anos (mulheres) exigidos pela proposta em 2038. 

Por fim, alterações no organograma são comuns no começo de governo. Entretanto, devido às polêmicas mudanças feitas pela equipe Bolsonaro, o Terra detalha as principais alterações organizacionais realizadas até então.

Ministério da Economia promete aplicar reajustes a 253 mil servidores em janeiro (Extra)

Servidores reclamam de reajustes abusivos e falta de cobertura da Geap (Metrópoles)

Governo avalia reforma da Previdência com 15 anos de transição (Gazeta Online)

Bolsonaro: entre recuos e polêmicas, entenda 3 mudanças importantes na nova Esplanada (Terra)

Até a próxima edição!

O que muda com as novas regras do Empréstimo Consignado INSS 2019? Como usar o Crédito Consignado para pagar o IPVA e IPTU
  • Consulte por temas

  • Você também vai gostar de