Como fazer o cadastro no Meu INSS?

bxblue-matricula-siape.jpg

Publicado em: 14/09/2021

O cadastro do Meu INSS mudou. A partir de agora, aposentados e pensionistas que quiserem acessar os serviços autenticados só conseguirão com o novo login e senha. Quem ainda não tem o cadastro do Meu INSS deve criá-lo pelo Portal Gov.Br.

Quem deve criar o novo cadastro no Meu INSS?

Todos os trabalhadores brasileiros podem acessar o Meu INSS por meio do site ou aplicativo. As pessoas que tinham cadastro no Brasil Cidadão ou no cidadao.br, conseguem utilizar o login e senha desses portais para acessar a ferramenta. Caso não possua, será preciso cadastrar no Portal Gov.br.

Inscreva-se para receber conteúdos exclusivos sobre previdência
Erro ao enviar, tente novamente.

O que é o Gov. br?

O Gov.br é uma plataforma que permite a qualquer pessoa acessar de forma remota milhares de serviços públicos, sem a necessidade de possuir vários logins e senhas, já que a ferramenta integra os sistemas MeuGov, Meu Inss e SouGov.

A diferença entre os 3 sistemas é que o MeuGov disponibiliza informações para os cidadãos tais como todos os documentos digitais, liberação de autorizações, notificações etc. Já o Meu INSS reúne todas as informações pessoais e previdenciária dos segurados da Previdência Social, enquanto que o Meu Gov, os dados do funcionalismo público (servidores, aposentados e pensionistas do Poder Executivo federal).

Cadastro Gov.Br

O cadastro no Gov.br é feito através do site acesso.gov ou no próprio site Meu INSS.

Como criar uma conta?

Confira abaixo o passo a passo para acessar a conta

1- Acesse o portal o Portal Gov. br e clique em entrar

2- Em seguida clique em “crie sua conta Gov.br’

Print da tela de cadastro Gov.br

3- Selecione uma das opções disponíveis para cadastro

Opções para cadastrar dados no Gov.br

Opções para cadastro no Gov.br

1- Validação Facial no App Meu gov.br. Essa opção só está disponível para quem tem Título Eleitoral, Carteira Nacional de Habilitação e o aplicativo Meu Gov instalados no dispositivo móvel.

O cadastro pede o número do CPF e em seguida faça a leitura do QR code.

2- Bancos credenciados. Essa opção permite que os correntistas dos bancos credenciados utilizem o seu login e senha para se cadastrar. Atualmente, os bancos disponíveis são: Banco do Brasil, Banrisul, Bradesco, Banco de Brasília, Caixa Econômica, Sicoob ou Santander.

3- Internet banking. A opção de internet banking permite que a pessoa acesse os dados de um dos bancos credenciados, gere um código, cadastre uma senha e depois acesse o site Gov. br. É preciso ficar atento porque alguns bancos exigem um prazo de 48h.

4- Número do CPF. Ao optar por esse tipo de cadastro a pessoa só precisa informar o número do CPF, o nome completo e concordar com os termos de uso.

5- Certificado digital. Essa opção exige que a pessoa tenha o certificado digital emitido por alguma Autoridade Certificadora(AC). Ao escolher por essa modalidade a pessoa só precisa concordar com os termos.

6- Certificado digital em nuvem. Nesse tipo de cadastro a pessoa precisa ter o certificado em nuvem de alguma das opções disponíveis: NeoID, SafeID, BirdID, RemoteID, Vidaas.

Como acessar a conta?

A conta pode ser acessada, a partir do próprio portal ou da página inicial do Gov.Br. Para isso, basta inserir o CPF (somente números) e clicar no botão “próxima”.

A senha cadastrada anteriormente deverá ser informada neste momento. Depois disso, clique em “entrar”.

Ao digitar o CPF, aparece uma tela que possui a opção “esqueci minha senha”. 

No menu “Minha Área” aparecem as seguintes opções:

  • Dados cadastrados– aparecem os dados que estão cadastrados: cpf, nome, email e celular para receber SMS.
  • Endereço – permite o cadastro e a consulta do endereço que está cadastrado;
  • Segurança – permite a alteração de senha e a verificação em duas etapas;
  • Privacidade – é possível ver quem tem acesso aos seus dados o que foi disponibilizado para acessar. Além disso, dá para ver os selos de confiabilidade que a sua conta possui e o grau de confiabilidade dela.

Como acessar o Meu INSS com o novo cadastro?

Após a realização do cadastro, é só acessar o site meuinss.gov.br e clicar na opção ” entrar com Gov” e digitar o CPF e a senha cadastrados. Feito isso, é só escolher entre as opções de serviços disponíveis.

Outras formas de criação da senha inicial

O novo do cadastro no Meu INSS também pode ser realizado pelo internet banking ou em uma das agências do INSS.

Internet Banking

O aposentado ou pensionista que tiver acesso ao internet Banking, também pode criar a senha inicial do Meu INSS, por este meio.

Leia tambémComo conseguir acesso ao Meu INSS pelo Internet Banking?

Os bancos autorizados são: Banco do Brasil, Banrisul, Bradesco, Caixa, Itaú, Mercantil do Brasil, Santander, Sicoob, Sicredi. 

Agência INSS

A senha inicial para acesso ao Meu INSS também pode ser realizada em um das agências ou postos de atendimento do próprio INSS. Em caso de dúvidas, ligue 135.

Como alterar a senha e os dados cadastrados?

Tanto o site Gov.br quanto o do Meu INSS, permitem fazer alteração dos dados cadastrados e da senha.

No Meu INSS acesse a página inserindo o login e a senha cadastrados, clique em ” meu cadastro” e em seguida em ” dados cadastrado”.

Já no Gov.br acesse a página, clique em ” dados básicos” e escolha qual dado será alterado.

O que muda para os usuários que estão cadastrados?

O cadastro ou login único proposto pelo Governo Federal, deve proporcionar ainda mais facilidade, praticidade e segurança os cidadãos. Com isso, os acessos que já existem serão alterados gradativamente até que se tenha a unificação das informações.

Embora não exista um prazo para essa mudança definitiva, é recomendável já atualizar o cadastro e autenticar o login junto ao Meu INSS, para não ter interrupção no acesso aos serviços.

Mas e quem já tem uma senha em outro serviço do Governo?

Nesse caso, não será preciso fazer um novo cadastro. Confira abaixo quem se enquadra nessa situação.

Quem não precisa fazer esse novo cadastro?

Alguns serviços do Governo já estão integrados com o cadastro único. E, por esse motivo, os dados utilizados também serão válidos para acesso ao Meu INSS. Sendo assim, aqueles usuários que:

  • Já tiverem uma conta no antigo Brasil Cidadão, podem continuar usando o seu CPF e a mesma senha;
  • Já tinham conta no cidadão.br, também pode continuar usando o seu CPF e a mesma senha;

Vale lembrar que para acesso via aplicativo, os dados são os mesmo. Ou seja, não existem senhas diferentes.

Leia também13 dúvidas respondidas sobre o novo acesso do Meu INSS em 2019

É possível excluir cadastro do INSS?

Uma vez que o cadastro tenha sido feito, ele permanece ativo por tempo indeterminado e os dados ficam protegidos.

Por se tratar de um portal com acesso a inúmeros serviços, é possível que a pessoa precise utilizar novamente no futuro.

Quer receber as últimas notícias, em primeira mão direto no seu Whatsapp? Se inscreva gratuitamente: