O que é o período da maciça do INSS e como afeta os beneficiários?

bxblue-macica-do-inss

Publicado em: 15/06/2021

Os beneficiários do INSS (Instituto Nacional de Seguro Social) precisam estar atentos a uma série de fatores que influenciam no pagamento do benefício ou na contratação de produtos a ele atrelado, como é o caso do empréstimo consignado. E o período da maciça do INSS é um deles.

Diferentemente dos pagamentos dos benefícios, que possuem datas específicas, a maciça ocorre em um prazo que pode variar de mês a mês.

Para quem não está familiarizado com o termo, abaixo são listadas todas as informações sobre a definição, o cronograma da maciça em 2021 e ainda quais são os impactos desse período na vida dos beneficiários.

Receba novidades por e-mail.
Erro ao enviar, tente novamente.

Maciça do INSS: o que significa e como funciona?

A cada mês, o pagamento dos benefícios concedidos, mantidos e atualizados do INSS é processado em uma folha pela Dataprev (Empresa de Tecnologia e Informações da Previdência Social), responsável pela gestão da base de dados do INSS. 

Essa folha de pagamento é chamada maciça e, portanto, o período de maciça é o momento em que esse balanço é realizado

O processamento da maciça é feito a partir de informações cadastrais e financeiras dos segurados, dependentes e beneficiários enviados pelas Agências da Previdência Social ao Sistema Único de Informações de Benefício (Suibe).

Além disso, também são utilizados sistemas externos para manter atualizados dados que possam influenciar na renda mensal do segurado.

Para que serve o período de maciça do INSS?

Quando o INSS fecha a folha de pagamento?

O período de maciça do INSS é usado para processar as informações relacionadas ao pagamento do beneficiário no mês seguinte. 

Portanto, é uma fase fundamental para garantir que o benefício seja pago corretamente. Qualquer inconsistência cadastral ou de dados pode resultar na falha do pagamento. 

Para evitar esse tipo de acontecimento, o órgão realiza análises frequentes na maciça e no processamento de dados.

Assim, trata-se de um período em que os esforços do INSS são voltados para garantir o correto processamento dos dados para pagamento dos beneficiários, e outros procedimentos do órgão acabam ficando em segundo plano.

Veja o cronograma do período de maciça do INSS em 2021

Qual é o calendário da maciça do INSS em 2021?

O INSS possui mais de 35 milhões de beneficiários, o que faz com que o período de maciça dure, em média, cinco dias

A data em que a maciça do INSS ocorre não é padronizada, o que significa que varia a cada mês.

Embora não existam datas definidas para que o procedimento ocorra, o órgão libera uma estimativa de quando ele deve acontecer. Confira as previsões para a realização da maciça do INSS em 2021:

MêsPeríodo de maciça do INSS
JaneiroEntre os dias 13 a 18
FevereiroEntre os dias 10 a 15
MarçoEntre os dias 10 a 15
AbrilEntre os dias 14 a 19
MaioEntre os dias 12 a 17
JunhoEntre os dias 09 a 14
JulhoEntre os dias 14 a 19
AgostoEntre os dias 11 a 16
SetembroEntre os dias 08 a 13
OutubroEntre os dias 08 a 13
NovembroEntre os dias 10 a 15
DezembroEntre os dias 08 a 13
Fonte: INSS

Como a maciça do INSS afeta a liberação de consignado?

Depois de contratado, o empréstimo consignado é pago por meio do desconto na folha de benefícios do segurado do INSS, o que faz com essa modalidade ofereça os menores juros do mercado, já que o risco de inadimplência é baixo.

No entanto, por estar vinculada à folha de pagamento, a liberação do desconto em folha, procedimento chamado de averbação, pode levar um tempo maior que o previsto. 

Isso porque, por se tratar de um grande volume de segurados, o órgão acaba deixando em segundo plano outras demandas que surgem no período de maciça para dar prioridade ao processamento da folha. 

Saiba mais sobre a averbação online e o bloqueio durante o período de maciça

A averbação online é mais um dos recursos disponibilizados pelo INSS para facilitar o acesso aos serviços e tempo de resposta nas solicitações dos beneficiários.

Com sua implantação, a averbação deixa de ser feita entre às 17h01 do dia vigente até às 17h00 do dia seguinte e passa a ser enviada das 6h às 22h. Já o resultado positivo ou negativo da averbação, antes encaminhado em até três dias úteis pode ser acessado em até 24 horas.

Outra alteração trazida pela averbação online tem relação direta com o período de maciça do INSS. Até então, o órgão recebia pedidos de averbação normalmente durante essa fase de fechamento de folha, mas só fazia o processamento após o término do período. Com a averbação online, porém, o INSS passou a bloquear o envio de averbação.

Dessa forma, aqueles que desejam contratar um empréstimo consignado devem se informar a respeito dos prazos da maciça do INSS conscientes de que, caso a contratação ocorra próximo a essas datas, o dinheiro emprestado poderá levar um tempo maior que o desejado para ser depositado em conta.

Outros calendários do INSS para ficar de olho

Além do cronograma da maciça do INSS, é importante que os beneficiários estejam alertas sobre o calendário da prova de vida. O procedimento é obrigatório e deve ser realizado anualmente, no mês de aniversário do segurado, sob pena do bloqueio do pagamento do benefício.

Depois de aproximadamente um ano de suspensão, desde o início deste mês a rotina de bloqueios do INSS voltou ao normal.

Veja o calendário completo para realização da prova de vida 2021:

Mês de vencimento da prova de vidaMês de comprovação
Março e abril/2020Junho/2021
Maio e junho/2020Julho/2021
Julho e agosto/2020Agosto/2021
Setembro e outubro/2020Setembro/2021
Novembro e dezembro/2020Outubro/2021
Janeiro e fevereiro/2021Novembro/2021
Março e abril/2021Dezembro/2021
Fonte: INSS

Se você é beneficiário INSS e não quer perder informações relevantes, pode receber notícias selecionadas direto no seu WhatsApp.  Clique aqui para se inscrever GRATUITAMENTE.