Laboratório de Gestão Inovadora de Pessoas: o que é o LA-BORA!gov?

LA-BORAgov - laboratório, experiência, oficina, gestão

Publicado em: 26/05/2021

O LA-BORA!gov é uma espécie de oficina de gestão transformadora da Secretaria de Gestão e Desempenho de Pessoal, órgão atrelado ao Ministério da Economia.

Entenda mais sobre as atividades que vêm resultando em maior engajamento e produtividade dos servidores a partir do investimento no capital humano na Administração Pública!

Cadastre-se para receber conteúdos exclusivos sobre funcionário público
Erro ao enviar, tente novamente.

O que é o LA-BORA!Gov?

Fonte: reprodução logotipo La-Bora!Gov

Criado em 2019 por alguns servidores públicos, o laboratório tornou-se um lugar de troca de conhecimento e um ambiente com total espírito empreendedor.

Foi oficialmente instituído pela Portaria nº 21.224, de 23 de setembro de 2020.

De modo geral, sua criação teve como objetivo principal dar suporte aos processos de gestão de pessoas, no intuito de modernizar a prática, conferindo uma experiência de maior destaque para os servidores, além, é claro, de gerar mais valor para o público e usuários dos serviços do LA-BORA!gov.

Quais são os valores do LA-Bora?

Como explícito no documento oficial, os valores do LA-Bora são:


I – empatia, como entendimento do ponto de vista de outro indivíduo reconhecendo a perspectiva da pessoa, com a finalidade de entender as experiências, motivações e necessidades reais do outro;

II – agilidade, como desenvolvimento incremental e iterativo, conforme as necessidades dos usuários, para otimizar o fluxo de trabalho, dar mais celeridade a processos e criar soluções mais eficientes e dinâmicas;

III – inovação, como a busca por novas maneiras de solucionar problemas, desafiando as formas usuais de fazer as coisas, no intuito de gerar resultados que façam sentido para as pessoas;

IV – colaboração, como construção e fortalecimento de parcerias e redes para a mudança, desenvolvimento de ideias de forma coletiva e incentivo ao trabalho em equipe;

V – valorização de todas as ideias, como o estímulo à criatividade e à inovação a partir da criação de ambientes de aprendizagem e confiança criativa em que todas as ideias são válidas, com apoio à diversidade e sem julgamentos;

VI – apetite ao risco, como o incentivo à experimentação que não penalize erros e falhas durante o processo de criação de ideias, o que estimula oportunidades de inovação;

VII – ações baseadas em evidências, como o uso de informações e dados para tomar decisões e comunicar de forma simples e efetiva os diagnósticos.

Objetivos

Os objetivos estão centrados em seis importantes pilares:


I – valorizar servidores e colaboradores e inspirá-los a inovar e modernizar o Estado;

II – desenhar experiências que gerem significado para os servidores;

III – criar ambientes de aprendizagem, diversidade e confiança criativa para estimular a inovação e modernização no poder executivo federal.

IV – apoiar os órgãos do SIPEC a entender os problema e suas causas e a identificar oportunidades de inovação a partir da colaboração, da aprendizagem pela experimentação e de estratégias que coloquem as pessoas no centro do ecossistema organizacional;

V – apoiar a cocriação, o desenvolvimento, a prototipagem e a experimentação de soluções inovadoras em prol das pessoas, no âmbito da Administração Pública Federal;

VI – estimular a cultura da inovação, com foco em pessoas e orientação a resultados.

Cadastre-se para receber conteúdos exclusivos sobre empréstimo consignado
Erro ao enviar, tente novamente.

Como funciona o LA-BORA!gov?

Os princípios fundamentais do LA-BORA!gov passam diretamente pela necessidade de autovalorização dos servidores públicos, sobretudo no que diz respeito aos processos de inovação dentro das organizações públicas.

Com isso, o laboratório desenvolveu uma diretriz focada na experiência do servidor, chamada de “Employee Experience”.

Sob essa óptica, os empregados públicos são vistos como elementos indispensáveis para o funcionamento da máquina pública, visto que eles reúnem diferentes partes, com o propósito de realizar, conjuntamente, resultados mais bem-sucedidos e mutuamente valorizados, a partir de uma interação direta com os usuários finais dos serviços.

Nesse contexto, os servidores são encorajados pelo LA-BORA!gov a desenvolver uma visão metódica e, ao mesmo tempo, empática, com a realidade dos cidadãos. Logo, tornam-se parte de uma resposta efetiva sobre diferentes problemas.

Time

O time LA-BORA!gov é composto basicamente por servidores que vêm de experiências diversas, mas, principalmente com desejo de descobrir novas maneiras de transformar o serviço público e contribuir para o bem comum da sociedade.

Por conta disso, o laboratório ocupa uma posição de destaque na Secretaria Especial de Desburocratização, Gestão e Governo Digital — órgão central do SIPEC.

Isso porque, tendo em vista o seu papel de transformação das relações humanas, o time atua, portanto, diretamente com as políticas de Gestão de Pessoas dos órgãos setoriais e seccionais do governo federal. Sendo assim, para absorver toda a demanda, a equipe é composta por três modalidades de trabalho:

  1. fixo;
  2. volante; e
  3. Free-LA!

No time fixo, encontram-se os servidores que foram selecionados por meio de um edital e dedicam-se integralmente às atividades elaboradas pelo LA-BORA!gov e a Secretaria de Gestão e Desempenho de Pessoal.

Assim como no time fixo, o time volante também é composto por servidores selecionados através de edital específico. Entretanto, a principal diferença é o seu tempo de dedicação aos serviços do laboratório, uma vez que se dedicam aos projetos do laboratório apenas duas vezes por semana. Com isso, o restante do tempo, continuam atrelados ao seu setor de origem.

Por fim, o time também é composto pelos servidores optantes pela modalidade denominada Free-LA! Nesta, os servidores cadastram-se em caráter voluntário para colaborar como convidados, bem como atuar ocasionalmente em projetos ou serviços atrelados às suas áreas de interesses e competências.

Qual a metodologia do LA-BORA!gov?

Um dos principais fatores que inspiraram a criação do LA-BORA!gov foi a necessidade de se adequar às mudanças no sistema, bem como de idealizar novas formas de realizar alguns processos, de modo a torná-los mais rápidos e menos complexos.

Além disso, é importante destacar o propósito dessa iniciativa, haja vista que ela se trata de um ambiente de inovação e testes, logo, difere-se das demais repartições de inovação.

Isso porque o LA-BORA!gov é um espaço de experimentação, ou seja, é o local ideal para criar, inovar, aprender e realizar tantos testes necessários antes de colocar uma solução em prática.

Por isso, é possível se expor mais, sem promover nenhum prejuízo dentro do laboratório. Nesse sentido, sua metodologia também se propõe a abandonar soluções que não são fundamentadas a partir de evidências e desconsideram as perspectivas dos usuários.

Logo, suas atividades partem de problemas verdadeiros de modo a encontrar respostas rápidas e efetivas para as adversidades públicas.

Balanço de 2020

O LA-BORA!gov oferta serviços com viés prático e de caráter instrutivo, como oficinas de apoio aos servidores — que tem o propósito de fortalecer competências atreladas à inovação e melhoria da rotina de trabalho desses profissionais.

Outros exemplos são a exibição de minicursos e vídeos que contribuem para o desenvolvimento de novos aprendizados e vivências.

Por conta disso, em seu primeiro ano de vida, o laboratório foi um espaço de discussões que agregaram valor sobre a forma com que os processos são realizados.

Com isso, o resultado foi de muito envolvimento em prol de ações inovadoras, sobretudo por conta dos desafios enfrentados diariamente no serviço público.

Como resultado, foi possível estabelecer diferentes alternativas para soluções de problemas comuns, revelando hipóteses ineficientes, aprendendo novas formas de atuação e qualificação, sempre pautados no foco principal do projeto, ou seja, os próprios servidores públicos.

Principais conquistas já realizadas

  • 19 parcerias e benchmarkings;
  • 44 oficinas colaborativas;
  • + 700 servidores impactados diretamente pelas ações;
  • 96% de avaliações positivas sobre os serviços executados;
  • 7 protótipos testados;
  • 43 protótipos desenvolvidos;
  • 19 participações ativas em eventos de inovação;
  • + 6.700 visualizações em tempo real
  • + 22 mil visualizações em mídias;
  • 10 vídeos no canal do Ministério da Economia no YouTube.

Como o servidor pode participar dessa iniciativa?

O LA-BORA!gov é um tipo de atividade destinada exclusivamente para servidores públicos federais (SIAPE) que ocupam um cargo efetivo na Administração Pública, em função de nível superior, de acordo com o Plano Geral de Cargos do Poder Executivo, carreiras ou planos especiais equivalentes do Governo Federal, conforme regido pelo Estatuto do Servidor Público Federal, Lei nº 8.112/90.

Em se tratando de servidor lotado em órgão ou entidade diferente daqueles inseridos no Ministério da Economia, o mesmo já deve ter cumprido o estágio probatório obrigatório, conforme termos estabelecidos no Art. 20 da referida lei.


Para continuar a receber notícias em primeira mão sobre o funcionalismo público, você que é servidor público federal (SIAPE) pode se inscrever em nosso canal exclusivo. Se inscreva GRATUITAMENTE aqui para receber notícias selecionadas via WhatsApp.