O que é o portal Gov.br? Conheça os serviços públicos digitais

bxblue-portal-gov.br

Publicado em: 19/08/2021

O portal Gov.br alcançou, em dois anos de existência recém-completados, o marco de mais de 110 milhões de usuários cadastrados. O número representa mais da metade da população brasileira atual, com 213,4 milhões de habitantes, de acordo com dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

A plataforma digital conta com mais de quatro mil serviços online, que podem ser utilizados facilmente por brasileiros com acesso à internet. A expectativa é que até 2022, 100% dos serviços do governo possam ser oferecidos no sistema.

Veja detalhes por trás da criação do Gov.br, saiba quem pode usar, quais serviços estão disponíveis e confira o passo a passo completo para acessar a plataforma.

Inscreva-se e receba conteúdos exclusivos sobre serviços públicos
Erro ao enviar, tente novamente.

Portal Gov.br: o que é?

O portal Gov.br é uma plataforma do governo federal que centraliza os canais digitais do governo.

A página oferece serviços, informações e notícias sobre todas as áreas do governo. Por isso, o Gov.br funciona como forma de acesso a todas as páginas institucionais da administração federal.

Conheça o contexto de criação do portal

A criação do portal Gov.br está prevista no Decreto 9.756/2019, assim como a unificação dos canais do governo federal, sob a coordenação da Secretaria de Governo Digital da Secretaria Especial de Desburocratização, Gestão e Governo Digital, que é vinculada ao Ministério da Economia.

A responsável pelo desenvolvimento e manutenção da plataforma, por sua vez, é o Serpro (Serviço Federal de Processamento de Dados), empresa de tecnologia ligada ao governo federal.

Antes de seu desenvolvimento, os usuários precisavam acessar diferentes sites do governo para utilizar os serviços públicos. A ideia, com o lançamento da plataforma, foi tornar mais simples o contato dos cidadãos com informações e serviços públicos.

A transformação digital é um projeto que vem sendo conduzido pelo governo desde 2019 e ganhou força com a Lei 14.129/2021, que institui o Governo Digital como forma de aumentar a eficiência pública.

O contexto pandêmico foi bem impactado com as mudanças tecnológicas. Ao longo desse período, mais de 800 serviços foram incorporados à plataforma. De acordo com dados do governo, mais de 100 milhões de solicitações que antes seriam feitas de forma presencial puderam ser realizadas no meio digital.

Outra vantagem apresentada pelo governo em relação à implantação do portal é a redução tanto dos gastos públicos quanto da população, em um total de R$ 3,1 bilhões por ano.

A economia gerada para o usuário é a de não precisar pegar transportes para chegar até as unidades de atendimento. Já nos cofres públicos há a redução de gastos com papéis, perdas com erros e contratação de funcionários.

Quem pode usar o portal Gov.br?

Qualquer pessoa que tenha acesso à internet pode usar o portal Gov.br e seus serviços. Para isso, basta criar uma conta no portal.

Como acessar o Gov.br

Para acessar o portal Gov.br é preciso ter um dispositivo eletrônico, que pode ser um aparelho celular, smartphone, computador, notebook ou tablet. Também é necessário ter acesso à internet.

A partir daí, o usuário precisa abrir o navegador, digitar o endereço do portal e fazer o login ou então criar um cadastro, caso ainda não tenha.

Veja o passo a passo para acessar o Gov.br a seguir:

Abra o navegador no dispositivo, como o Google Chrome, Mozilla Firefox, Internet Explorer ou até mesmo o Safari e digite o endereço www.gov.br. Você também pode acessar o portal gov.br por este link.

Foto: Captura de Tela|Google Chrome

Caso não tenha uma conta no sistema, clique no botão verde, onde está escrito “Crie sua conta”. Siga as instruções que aparecerão na tela.

Foto: Captura de Tela|Portal Gov.br

Se tiver uma conta, basta ir na lateral direita e digitar o número do seu CPF. Clique em “Avançar”. 

Foto: Captura de Tela|Gov.br

Depois, digite a senha cadastrada e selecione a opção “Entrar”.

Foto: Captura de Tela|Portal Gov.br

Feito isso, a página inicial do portal aparecerá na tela.

Foto: Captura de Tela|Portal Gov.br

Essa página servirá para visualizar os dados pessoais. Para ter o acesso a um serviço, recomenda-se selecionar o serviço primeiro e depois fazer o login, como no exemplo abaixo.

Passo 1:

Foto: Captura de Tela|Portal Gov.br

Passo 2:

Foto: Captura de Tela|Portal Gov.br

Passo 3:

Foto: Captura de Tela|Portal Gov.br

É importante destacar que nem todos os serviços serão redirecionados para o Ministério da Economia; alguns serão para outros órgãos aos quais são vinculados. Porém, em todos eles o login é feito pelo gov.br.

Principais serviços do portal

No portal Gov.br há 4.693 serviços no total que contemplam diversas áreas como saúde, educação, justiça, meio ambiente, transporte e segurança. 

Para facilitar o acesso de diferentes públicos, os serviços são distribuídos em categorias.

Quais as categorias de serviços?

Ao todo, o portal Gov.br possui 16 categorias de serviços. Saiba quais são elas:

  • Agricultura e Pecuária
  • Assistência Social
  • Ciência e Tecnologia
  • Comunicações e Transparência Pública
  • Cultura, Artes, História e Esportes
  • Educação e Pesquisa
  • Empresa, Indústria e Comércio
  • Energia, Minerais e Combustíveis
  • Finanças, Impostos e Gestão Pública
  • Forças Armadas e Defesa Civil
  • Justiça e Segurança
  • Meio Ambiente e Clima
  • Saúde e Vigilância Sanitária
  • Trabalho, Emprego e Previdência
  • Infraestrutura, Trânsito e Transportes
  • Viagens e Turismo

Serviços mais acessados

Ao entrar na página inicial do portal Gov.br, o usuário encontrará três categorias de serviços: os recomendados, aqueles em destaque e os mais acessados. Esse último reúne as funções do portal mais usadas pela população, de forma geral.

Atualmente, a página lista seis serviços mais acessados do portal:

  • Consultar restituição do imposto de renda
  • Sacar o abono salarial
  • Consultar CPF
  • Obter a Carteira de Trabalho
  • Emitir Certidão de Antecedentes Criminais
  • Realizar Inscrição no INSS
Foto: Captura de Tela|Portal Gov.br

116 serviços para beneficiários do INSS

Os beneficiários do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) possuem serviços exclusivos no portal Gov.br, na categoria Trabalho, Emprego e Previdência. Por meio deles é possível fazer agendamentos, solicitações, requerimentos e até mesmo simular a aposentadoria.

Ao clicar nos serviços, porém, a página é redirecionada para o Meu INSS, que é a plataforma oficial de serviços do INSS. O site também é acessado com a conta gov.br.

Confira a lista completa de serviços disponíveis no site:

  1. Marcar Perícia Médica no INSS
  2. Registrar Comunicação de Acidente no Trabalho (CAT)
  3. Requerer operação estrutural relacionada
  4. Requerer retirada de patrocínio
  5. Requerer transferência de gerenciamento de plano de benefícios
  6. Requerer destinação de reserva especial com reversão de valores
  7. Requerer fusão de planos de benefícios
  8. Requerer incorporação de entidade fechada de previdência complementar
  9. Requerer migração de participantes e assistidos entre planos de benefícios
  10. Requerer cisão de entidade fechada de previdência complementar
  11. Conhecer ou Acessar o Fator Acidentário de Prevenção (FAP)
  12. Solicitar Certidão ou Declaração de Tempo de Contribuição (CTC)
  13. Solicitar Cópia de Processo no INSS 
  14. Solicitar Certificado de Deslocamento Temporário Inicial – Acordo Internacional
  15. Solicitar Atualização de Certificado de Deslocamento Temporário – Acordo Internacional
  16. Obter Extrato de Pagamento de Benefício do INSS
  17. Obter Extrato de Empréstimo Consignado
  18. Obter Extrato do INSS para Imposto de Renda
  19. Solicitar Extrato de Contribuição (CNIS)
  20. Requerer cisão de plano de benefícios
  21. Requerer Constituição de Entidade Fechada de Previdência Complementar
  22. Requerer incorporação de plano de benefícios
  23. Requerer fusão de entidade fechada de previdência complementar
  24. Requerer reconhecimento de instituição certificadora ou de certificação
  25. Solicitar Histórico de Seguro em País Acordante – Acordo Internacional
  26. Bloquear ou Desbloquear Benefício para Empréstimo
  27. Certificar modelos de regulamento de planos de benefícios ou convênios de adesão
  28. Requerer Habilitação de Dirigente
  29. Solicitar Exclusão de Empréstimo Consignado
  30. Solicitar análise das contribuições como Segurado Facultativo Baixa Renda
  31. Solicitar Exclusão de Desconto de associação ou de Sindicato em Benefício do INSS
  32. Comunicar Falecimento do Segurado
  33. Visita técnica para prova de vida
  34. Solicitar Regularização de Pagamentos em Atraso – Acordo Internacional
  35. Solicitar Atualização de Atestado de Vida – Acordo Internacional
  36. Transferência de Benefício em Manutenção – Acordo Internacional
  37. Devolver documentos ou processos no INSS
  38. Apresentar Defesa – MOB
  39. Solicitar Cópia de Laudo Médico Pericial
  40. Solicitar Auxílio-Acidente no INSS
  41. Realizar Prova de Vida (Situações Excepcionais não Resolvidas pelo Banco)
  42. Solicitar declaração de trabalho nos “Bolsões da Seca” (DNOCS)
  43. Obter consultar técnicas do Regime Geral de Previdência Social
  44. Obter Consultar Normativas e Regulatórias do Regime Geral de Previdência Social
  45. Conhecer ou Acessar o Fator Acidentário de Prevenção (FAP)
  46. Solicitar Certidão de Inexistência de Dependentes Habilitados à Pensão por Morte
  47. Renovar Declaração de Cárcere
  48. Solicitar Certidão para Saque de PIS/PASEP/FGTS
  49. Obter Declaração de Regularidade da Situação de Contribuinte Individual (SRSCI)
  50. Gerar Declaração de Beneficiário
  51. Acessar o Sistema de Gestão de Consultas e Normas do RPPS
  52. Alterar local ou forma de pagamento
  53. Realizar Inscrição no INSS
  54. Atualizar Dados do Imposto de Renda – Acordo Internacional
  55. Atualizar Dados Cadastrais e Bancários – Acordo Internacional
  56. Cadastrar ou Renovar Procuração
  57. Atualizar Imposto de Renda para Declaração de Saída Definitiva do País
  58. Excluir Procurador ou Representante legal
  59. Cadastrar ou Renovar Representante Legal
  60. Atualizar Dependentes para Imposto de Renda
  61. Atualizar Dados do Imposto de Renda – Retificação da DIRF
  62. Atualizar Dados da Pessoa no Benefício
  63. Atualizar Dados Cadastrais
  64. Acessar o Sistema Gerencial de Informações dos Regimes Próprios de Previdência Social (SIG-RPPS)
  65. Informar sobre os Regimes Próprios de Previdência Social (Cadprev)
  66. Acessar o Cadastro Nacional de informações Sociais dos Regimes Próprios de Previdência Social (CNIS-RPPS)
  67. Solicitar Salário-Maternidade Urbano
  68. Solicitar Auxílio Funeral
  69. Solicitar Pensão por Morte Urbana
  70. Solicitar Declaração de Filiação ao Regime Geral de Previdência Social (RGPS) – Acordo Internacional
  71. Solicitar Benefício Exclusivo do País Acordante – Acordo Internacional
  72. Solicitar auxílio por incapacidade temporária – exclusivo para contribuintes do INSS no exterior
  73. Solicitar aposentadoria por incapacidade temporária – exclusivo para contribuintes do INSS no exterior
  74. Solicitar aposentadoria por incapacidade permanente – exclusivo para contribuintes do INSS no exterior
  75. Solicitar Salário-Maternidade – Acordo Internacional
  76. Solicitar Revisão de Benefício – Acordo Internacional
  77. Solicitar Reativação do Benefício – Acordo Internacional
  78. Solicitar Pensão por Morte Urbana – Acordo Internacional
  79. Solicitar Pensão por Morte Rural – Acordo Internacional
  80. Solicitar Aposentadoria por Tempo de Contribuição – Acordo Internacional
  81. Solicitar Aposentadoria por Idade (Trabalhador Urbano) – Acordo Internacional
  82. Solicitar Aposentadoria por Idade Rural – Acordo Internacional
  83. Solicitar Aposentadoria por Tempo de Contribuição
  84. Suspender o Benefício Assistencial da Pessoa com Deficiência (BPC) que começou a trabalhar
  85. Solicitar Benefício Assistencial ao Trabalhador Portuário Avulso
  86. Solicitar Aposentadoria por Idade para Trabalhador Rural
  87. Solicitar valor que não foi recebido até a data do óbito do (a) beneficiário (a)
  88. Solicitar Salário-Maternidade Rural
  89. Solicitar Revisão de Benefício
  90. Solicitar Reativação de Benefício
  91. Solicitar Pensão por Morte Rural
  92. Solicitar nova emissão de Parcelas do Seguro Defeso
  93. Solicitar Benefício Assistencial à Pessoa com Deficiência (BPC/LOAS)
  94. Solicitar Benefício Assistencial ao Idoso (BPC/LOAS)
  95. Solicitar Auxílio-Reclusão Urbano
  96. Solicitar Aposentadoria por Idade de Pessoa com Deficiência
  97. Solicitar Aposentadoria de Pessoa com Deficiência por Tempo de Contribuição
  98. Pedir Auxílio-Reclusão Rural
  99. Obter 25% de Acréscimo na Aposentadoria por Invalidez
  100. Incluir Cota de Salário-Família
  101. Remarcar Perícia no INSS
  102. Solicitar Antecipação de Pagamento da Revisão do Art. 29
  103. Simular a Aposentadoria por Tempo de Contribuição
  104. Reativar o Benefício Assistencial da Pessoa com Deficiência (BPC) que parou de trabalhar
  105. Obter Isenção do Imposto de Renda por Doenças Previstas na Legislação Tributária
  106. Obter Carta de Concessão de Benefício
  107. Solicitar Aposentadoria por Idade (Trabalhador Urbano)
  108. Solicitar Pensão Especial da Síndrome de Talidomida
  109. Solicitar Pensão especial destinada a crianças com Síndrome Congênita do Zika Vírus
  110. Solicitar Pecúlio
  111. Solicitar Pagamento de Benefício Não Recebido
  112. Solicitar Auxílio-Doença de Aeronauta Gestante
  113. Desistir de Benefício
  114. Cadastrar, Alterar ou Excluir Pensão Alimentícia
  115. Apresentar Recurso Ordinário no INSS – 1ª Instância
  116. Apresentar Recurso Especial no INSS – 2ª Instância

4 serviços em destaque

O trecho “Serviços em Destaque” é outro exemplo de informação recente acrescentado à plataforma. 

Diferente dos mais acessados, as funcionalidades em destaque são escolhidas com base em uma pauta de ações do governo e temas relevantes do momento. Durante a apuração deste texto, a lista apresentava quatro serviços em destaque: 

Foto: Captura de Tela|Portal Gov.br

Indicadores do desempenho dos serviços

Para além das informações e recursos, o portal Gov.br conta com uma página exclusiva com indicadores sobre os serviços, o Painel de Monitoramento de serviços federais. 

A página possui uma área de visão geral, reúne informações sobre serviços e órgãos, e um ranking dos órgãos mais bem avaliados pelos usuários. Dos 201 órgãos, 15 possuem nota máxima. 

Foto: Captura de Tela|Painel de monitoramento dos serviços federais|Portal Gov.br

A parte de visão geral conta com dados sobre avaliações das informações no portal e a avaliação dos serviços prestados, ambas feitas pelos usuários. Também é possível acessar informações sobre o tempo de espera por serviço, nível de digitalização e número de serviços digitais entregues. 

Foto: Captura de Tela|Painel de monitoramento dos serviços federais|Portal Gov.br

A avaliação da informação feita pelos usuários funciona da seguinte forma: ao final da página de cada serviço, o usuário é questionado sobre a utilidade da informação e pode escolher se ela foi positiva ou negativa.

Segundo o painel, 61,2% das avaliações são positivas. Já a avaliação média dos serviços também é feita pelo usuário após o seu uso, e pode variar de um a cinco. A  avaliação de 487 serviços está com a média de 4,21, ainda de acordo com o painel.

Durante a navegação na página, é possível usar filtros como área, serviço e órgão.

Como funciona a recomendação de serviços no portal Gov.br?

A grande novidade no aniversário de dois anos do portal Gov.br é a função de recomendação de serviços aos usuários.

Por meio de inteligência artificial, a plataforma verifica o histórico do navegador do usuário e oferece os serviços que ela compreende como de maior interesse da pessoa. Funciona de modo semelhante às sugestões de vídeos ou páginas que acontecem em redes sociais, por exemplo.

Toda vez que um cidadão entra no portal, os dados de navegação são enviados para a base de dados do governo, que faz uma correlação entre os acessos de determinados serviços. A partir daí a inteligência consegue identificar um padrão de visita em determinados serviços e consegue listar aqueles relacionados aos que a pessoa já utilizou. 

Foto: Captura de Tela|Gov.br

Essa técnica não usa dados pessoais dos usuários e está de acordo com a LGPD (Lei Geral de Proteção de Dados).

Assim que o usuário acessar a página inicial, ao lado dos serviços mais acessados e em destaque, ele encontrará os serviços recomendados. Como é baseado nas buscas de cada usuário, de forma personalizada, a recomendação pode variar para cada pessoa e por isso nem todos veem as mesmas opções.


Quer receber as últimas notícias, em primeira mão direto no seu Whatsapp? Se inscreva gratuitamente: