10 coisas que você deve fazer antes de pegar um Empréstimo Consignado

bxblue-10-coisas-que-voce-precisa-saber-antes-de-pegar-um-emprestimo-consignado

O que fazer antes de tomar um empréstimo consignado? Existem normas ou dicas que podem auxiliar nessa tomada de decisão?

Se existisse uma palavra para anteceder o termo empréstimo deveria ser precaução. Por isso, saiba quais são as 10 coisas que você deve fazer antes de pegar um Empréstimo Consignado.

 

10 coisas que você deve fazer antes de pegar um Empréstimo Consignado

A primeira coisa a se fazer antes de tomar um empréstimo é se perguntar o quanto aquilo é necessário e se ele vai resolver a sua situação a longo prazo.

Empréstimos são dívidas, como a conta de luz, do cartão de crédito e do cheque especial. Porém, acrescidos de juros mais altos.

E, apesar do empréstimo consignado ter alguns benefícios e taxas de juros muito abaixo dos empréstimos comuns, essa modalidade tem uma particularidade muito significativa: o débito automático ocorre na folha de pagamento ou no benefício INSS.

Leia também: O que é empréstimo consignado?

Ou seja, a parcela mensal terá que ser paga impreterivelmente, sem atrasos. Por isso só é autorizado para Servidores Públicos Federais (SIAPE) Estaduais, Aposentados e Pensionistas INSS e Funcionários de empresas privadas.

Mas se o tomador não se planejou corretamente, provavelmente, as despesas e gastos mensais serão ainda mais afetados por este novo compromisso.

Portanto, dado que realmente é o momento e a situação para tomar o empréstimo consignado, é recomendado seguir algumas dicas com o fazer antes de tomar esse empréstimo.

(E muitas delas servem para quaisquer outros empréstimos ou dívidas).

 

1 – Avalie sua situação financeira pessoal e familiar

Esse primeiro item pode parecer um pouco contraditório. Afinal, quem toma um empréstimo, normalmente, não está em uma situação financeira tão confortável.

Mas a questão que deve ser pensada é: eu posso comprometer minha renda pessoal com esse valor mensal?

É preciso lembrar também que, geralmente, um desequilíbrio financeiro pessoal, também acaba refletindo no orçamento familiar. Ou vice-versa.

Leia tambémQuando solicitar um Empréstimo Consignado?

Entrar em um empréstimo é fácil e rápido, mas sair dele pode se tornar um pesadelo sem um planejamento e uma avaliação financeira corretos. Por isso se fala tanto sobre o crédito consciente.

Qualquer modalidade de crédito só deve ser acionada, em caso de real necessidade. Ou seja, tirando o lado emocional (ao agir por impulso, por exemplo), é preciso lembrar que um empréstimo é uma dívida que deverá ser paga no futuro.

Além disso, se soma o valor inicial da dívida taxas de juros e outros custos – conhecidos como Custo Efetivo Total. Portanto, não é apenas o valor tomado como empréstimo que deve ser considerado, mas sim o seu custo total.

Leia tambémQuais são os custos de um Empréstimo Consignado?

O indicado, neste caso, é sempre fazer antes as contas, analisar se existe um valor para emergências, para as despesas fixas e variáveis.

Se ao final sobrar o valor da parcela da dívida, é possível, então contratar um empréstimo consignado.

 

2 – Reduza os gastos

O principal objetivo de tomar um empréstimo, muitas vezes, é resolver um problema ou sair de uma situação financeiramente complicada.

Dessa forma, é comum que as pessoas tomem um empréstimo e acreditem que tudo estará resolvido.

Mas a etapa do crédito em conta, ou seja, de receber o valor emprestado é apenas o começo do contrato. É preciso pensar que as parcelas vão cair mensalmente, sem falta, até o final do prazo escolhido.

Logo, se o tomador não se programar corretamente pode entrar em outro ciclo de endividamento. Seja com dificuldades para pagar as contas mensais ou dívidas anteriores.

Leia tambémComo o Empréstimo Consignado pode ajudar a lidar com as dívidas?

Portanto, se o empréstimo consignado comprometeu 15% da renda, o tomador terá que reestruturar os demais gastos, para que fiquem abaixo de 85% do valor total recebido mensalmente, de forma a não comprometer 100% da renda mensal.

Só assim é possível evitar se tornar inadimplente e conseguir melhorar sua situação financeira atual.

Por mais óbvio que pareça ser, nem sempre esse ponto é lembrado, como deveria. 

Ou seja, planejamento financeiro e corte de gastos é uma das dicas do que fazer antes de pegar um empréstimo – e que continuará sendo extremamente útil durante e depois do contrato.

 

3 – Defina quanto de dinheiro precisa

A terceira dica é muito importante para não entrar em um ciclo vicioso de empréstimos e novas dívidas. Saber exatamente o valor que se precisa para sair de uma situação, ajuda para que possa ser resolvida.

Tomar um empréstimo consignado para pagar uma dívida e deixar outras mais atrasadas ou com juros maiores vai ser um “paliativo” ou invés de um “remédio” eficiente. Ou seja, será uma medida temporária e ineficaz.

E, novamente, o planejamento é fundamental. Veja o exemplo da Andressa:

Andressa, Servidora Estadual, tem 3 dívidas com 6, 8 e 10 meses de atraso. As taxas, multas, juros moratórios e demais gastos mensais somam 5% ao mês, em cada dívida.

Se Andressa decidir por quitar a conta com 8 meses de atraso, cujo custo total é de 4% ao mês e faz um empréstimo com taxa de 1,92% ao mês, certamente não resolverá a situação de endividamento.

O mais inteligente seria trocar a taxa de 5% ao mês pela de 1,92% e tomar emprestado o valor total das três dívidas.

Dessa forma ela pode renegociar os valores em atraso e, com planejamento, poderá reorganizar suas finanças.

É claro que se existir a margem consignável disponível.

Esta sem margem? Veja quais as possibilidades para solucionar isso em: É possível fazer Empréstimo Consignado sem margem?

 

4 – Decida o prazo para pagamento que cabe no bolso

A quarta dica do que fazer antes de pegar um Empréstimo Consignado é: pense no valor mensal das parcelas.

Escolher o prazo adequado é fundamental para não se comprometer com parcelas maiores do que se pode realmente arcar.

Aposentados e Pensionistas INSS podem pagar o empréstimo consignado em até 72 meses. Servidores Públicos têm até 96 meses

É preciso lembrar, no entanto, que quanto maior o prazo menor será o valor da parcela. Mas vale ficar atento a variação das taxas e do CET, para não comprometer a renda, com algo além do que é necessário.

Leia tambémQuanto posso comprometer da minha renda com Empréstimo Consignado?

 

5 – Descubra se você tem margem consignável livre

Antes de contratar um empréstimo consignado, é preciso descobrir se você tem margem consignável livre.

Todo novo empréstimo está sujeito à margem consignável. Que é quanto efetivamente pode ser gasto, por mês, com o crédito consignado.

Atualmente esse valor é de 35%. Do total, 30% é para uso em empréstimos e 5% para as despesas com o cartão de crédito consignado.

Leia também: Como saber se eu tenho margem para Empréstimo Consignado?

 

6 – Compare as taxas de juros entre os bancos

Essa é uma dica do que fazer antes de tomar um empréstimo que o tomador vai ler e ouvir sempre que buscar conhecer sobre o assunto.

Um empréstimo é uma dívida de longo prazo e que deve ser utilizado apenas quando necessário. Até aqui, nenhuma novidade. Mas o que poucas pessoas sabem é que ainda é possível comparar as taxas de juros entre os bancos.

E mais: não só é possível, como é muito recomendável. Isso porque, mesmo no caso do empréstimo consignado, que tem suas taxas de juros nominal regulada por um teto, o Custo Efetivo Total, pode variar muito de um banco para o outro.

Hoje essas taxas são de 2,05% para Servidores Públicos e de 2,08% ao mês para beneficiários INSS. Mas, é preciso lembrar que o custo de um empréstimo não inclui somente as taxas de juros.

Assim, uma taxa de juros mais baixa, nem sempre é sinônimo de bom negócio, se os demais custos forem maiores.

 

7 – Faça simulações de crédito online

Uma das principais dúvidas que as pessoas têm e que devem fazer antes de pegar um empréstimo consignado é sobre a possibilidade de simular as propostas.

Mas a sétima dica ajuda a responder essa pergunta e resolve exatamente a dica anterior.

No entanto, pesquisar todas as instituições bancárias, taxas e CETs pode ser extremamente trabalhoso e ainda tomar muito tempo.

Por isso a bxblue oferece um simulador de crédito consignado online, para que Aposentados, Pensionistas, Servidores Públicos e e Funcionários de empresas privadas, possam comparar todos os principais itens do empréstimo consignado e, dessa forma, escolher qual o melhor banco, taxa e prazo.

 

8 – Busque informações sobre a empresa contratada

Saber o que o que os consumidores pensam e falam sobre o banco ou instituição financeira que pretende contratar, também pode ajudar a tomar uma decisão mais segura.

Quando se fala de contratar um empréstimo consignado, é importante avaliar condições, atendimento, suporte, serviços prestados.

Isso é um ótimo termômetro para decidir se realmente vale a pena adquirir os serviços e produtos de determinado banco, por exemplo.

Algumas fontes para se pesquisar sobre a instituição bancária:

  • Site de reclamações como Reclame Aqui;
  • Site da própria instituição;
  • Redes sociais, como o LinkedIn, Facebook e Instagram.

Outro motivo para buscar informações é, evitar cair em golpes, já que muitas empresas se utilizam de vários recursos, para enganar os consumidores. 

Leia tambémComo evitar os golpes do Empréstimo Consignado?

Confira sempre se a empresa é autorizada junto ao Banco Central, as informações sobre endereço e CNPJ, se o site é realmente seguro.

 

9 – Avalie as propostas de crédito

Entrar em contato com as instituições desejadas e analisar suas propostas é a nona dica do que fazer antes de tomar um empréstimo.

Isso também pode ser feito a partir do simulador de crédito consignado online

Como as condições podem mudar de um banco para o outro, é importante avaliar a proposta mais vantajosa.

Leia tambémComo economizar na hora de contratar um Empréstimo Consignado?

 

10 –  Leia o contrato

A última dica pode parecer um tanto óbvia, mas muitas pessoas assinam um contrato sem ler todas as cláusulas. Seja por pressa ou excesso de confiança, este é um erro que pode causar bastante dor de cabeça.

Conferir taxas, multas, prazos, Custo Efetivo Total, dentre outras informações é imprescindível. É preciso lembrara que ao assinar o contrato se está concordando com todas as cláusulas e condições apresentadas.

Portanto, fique muito atento a todas essas dicas para evitar surpresas! 

 

Quer fazer um empréstimo consignado?

A bxblue pode te ajudar a contratar o consignado que você está precisando! Compare propostas de crédito consignado de diferentes bancos e escolha a melhor para você.

Simule seu consignado

10 coisas que você deve fazer antes de pegar um Empréstimo Consignado

Posts recomendados