É possível fazer a portabilidade do cartão de crédito consignado? Veja!

Quer fazer a portabilidade do cartão de crédito consignado? Descubra se é possível, quais as condições e como sair das dívidas rapidamente.

bxblue - mulher com o cartão de crédito nas mãos - portabilidade do cartão de crédito consignado

Quando a situação financeira aperta, é preciso ser criativo para equilibrar novamente as finanças. Aí vem uma dúvida: será que é mesmo possível fazer a portabilidade do cartão de crédito consigado, assim como acontece com o empréstimo?

Veja que tipo de operações podem ser migradas para outros bancos e o que fazer se não conseguir reduzir a sua dívida atual.

Portabilidade do cartão de crédito consignado

Dá pra fazer a transferência do cartão de crédito para outro banco?

A portabilidade de crédito permite que uma dívida contratada em um banco possa ser transferida para outro.

Na prática, o novo banco quita a dívida anterior e assume o novo contrato. As condições são renegociadas, conforme a política de crédito da instituição financeira. Isso pode incluir: outras taxas de juros e Custo Efetivo Total (CET).

O titular passa então a ser cliente de outro banco e deve formalizar a opção novamente.

Essa operação também chamada de compra de dívida tem regras específicas, no entanto, no caso do consignado a portabilidade de crédito só é aplicada ao empréstimo. Além disso, para efetuar a mudança é preciso respeitar as determinações vigentes do Serviço de Registro de Crédito Consignado (SRCC).

Para facilitar o entendimento, relembre como funciona o cartão de crédito consignado:

  • é limitado pela margem consignável; e
  • descontado direto na folha de pagamento dos aposentados e pensionistas do Instituto Nacional do Seguro Social, funcionários públicos e de empresas privadas que fizerem sua adesão.

A margem consignável para cartão de crédito é de 5%. Assim, os grupos atendidos por esta modalidade de crédito pessoal podem comprometer até 5% da renda líquida para arcar com as despesas do cartão.

Seu uso mais comum é em parcelamentos, ou seja, compras parceladas. No entanto, o limite liberado também pode ser sacado em dinheiro – quando há essa alternativa.

Se o titular mantiver os gastos mensais dentro da margem consignável, tem a fatura paga automaticamente. O valor é descontado direto da aposentadoria, pensão ou salário. Do contrário, é gerada uma fatura adicional que pode ser paga via boleto, débito ou Pix.

Se não houver gastos, não é necessário pagar nada já que a maioria dos cartões de crédito consignado não cobram anuidade ou outras tarifas fixas.

Somada a margem do cartão, está a margem para empréstimo de 30%, mas que só pode ser utilizada para pedidos de crédito. Portanto, a margem consignável total é de 35%.

Simule seu limite do cartão consignado

Seu convênio:

Valor do seu benefício

Valor do seu salário

Limite de até

R$

Proposta sujeita à confirmação de margem consignável

Por que não é possível fazer a portabilidade do cartão de crédito consignado?

Quem quer fazer a portabilidade do cartão de crédito consignado, normalmente está em busca de taxas de juros menores. Tanto em relação ao crédito convencional, quanto ao rotativo.

Taxas menores assim como um CET mais competivivo representam mais economia, afinal reduzem a dívida ou o saldo devedor.

Para fazer a portabilidade, é preciso avaliar o tempo de contrato, o número de parcelas quitadas, o saldo aberto, dentro outros. No caso dos empréstimos, a consignação na folha de pagamento passa de um banco para o outro.

Veja alguns motivos que impossibilitam essa operação:

Averbação da margem de 5%

Diferente do empréstimo, a consignação do cartão de crédito consignado só pode ser feita a favor de uma instituição financeira. Isso quer dizer, por exemplo, que se um contratante tiver um cartão Olé consignado terá sua margem averbada para o banco Olé.

A margem para cartão de crédito consignado só pode ser usada uma vez. Portanto, só é possível emitir um cartão por CPF (Cadastro de Pessoa Física).

Ainda que um beneficiário da Previdência Social receba uma aposentadoria e uma pensão mensalmente, a regra não muda.

Por consequência não é possível também transferir a fatura de um cartão para outro ou para outra pessoa.

Tempo de duração do contrato

O contrato do cartão de crédito consignado não tem uma data de duração ou vigência. Os prazos de parcelamento variam conforme o convênio atendido.

Aposentados e pensionistas podem parcelar em até 84 vezes, enquanto os servidores federais (SIAPE) em até 96 meses.

A cada uso ou renegociação da dívida, pelo crédito rotativo, o prazo da dívida original pode ser extendido. Ou seja, se uma dívida de 24 meses não foi quitada na data correta e passou a ser renegociada, terá não só outras condições em questão de valores, como prazos.

Importante: não confundir a validade do contrato com a validade do cartão. As operadoras financeiras podem reemitir cartões após a data do seu vencimento (expiração).

Validade da autorização consignatária

Os servidores SIAPE que tiverem interesse em contratar esse cartão devem gerar a autorização de consignatária pelo SouGov.

Em outras palavras, vão gerar um documento que permite que os bancos averbem a margem para cartão. Essa autorização tem validade de 30 dias. Se não for utilizada é cancelada automaticamente.

Em caso de uso e não sequência na negociação, o servidor deve pedir o cancelamento da proposta e a desaverbação da margem consignável junto a empresa contratada.

Vale a pena comparar ofertas antes de pedir um cartão?

Sim. Justamente pelo fato da margem de 5% ser consignada única e exclusivamente para uma instituição financeira acaba sendo um decisão definitiva.

Vale lembrar que apesar de ter taxas de juros inferiores – quando comparado aos cartõe convencionais, essas referências podem variar de acordo com o banco.

No caso dos beneficiários do INSS, a taxa de juros nominal máxima desse cartão é de 2,70% ao mês. Entretanto, é preciso comparar sempre o CET que é o que irá dizer se uma proposta é vantajosa ou não.

Uma sugestão estratégica é fazer uma simulação do cartão de crédito consignado online para poupar tempo e encontrar a melhor oferta.

bxblue - ebook Guia de Crédito Consciente para download

Veja também alternativas para a portabilidade do cartão de crédito consignado.

3 dicas do que fazer se estiver com dívidas no cartão consignado

As contas apertaram? Precisa buscar outras formas de pagar as dívidas? Confira essas dicas:

1 – Renegocie diretamente com o banco

O consignado traz a limitação da margem para evitar que os contratantes de endividem. O limite legal previne que os consumidores gastem mais do que podem.

Uma vez endividado ou sem condições de arcar com as contas atuais, é recomendado entrar em contato com os credores e avaliar propostas de negociação.

É preciso ficar atento aos prazos de parcelamento, carências e tarifas. Um acordo financeiro pode ser melhor para os dois lados.

Vale lembrar que pagamento associado ao benefício previdenciário ou salário não pode ser ampliado.

2 – Evite continuar usando o cartão

Essa dica vale para todos os tipos de cartões de crédito. Ainda que o acesso aos cartões, cheque especial e ao próprio consignado, por exemplo, sejam muito mais fáceis é preciso usar o crédito com consciência.

Caso tenha feito o saque complementar, ou seja, sacado o limite global de crédito de uma vez, o limite ficará bloqueado enquanto a conta não for paga. Os descontos automáticos vão ocorrer, normalmente, até que o saldo seja quitado integralmente.

Assim, a dica para não se enrolar e complicar ainda mais financeiramente é sacar apenas o valor necessário. Os parcelamentos também devem ser baseados no que “cabe no bolso”.

Uma dívida pequena pode ficar muito maior se não forem tomados os devidos cuidados.

3 – Não cancele o seu cartão consignado

Embora essa pareça uma dica sem sentido, durante o pagamento da dívida ou mesmo após a sua quitação, ainda vale a pena manter o cartão consignado ativo, como uma opção para qualquer emergência.

Como a margem só pode ser utilizada com o banco já contratado e o crédito já foi pré-aprovado, o titular pode utilizá-lo quando precisar.

Ao contrário de um novo cartão que pode exigir diversos documentos para comprovação de renda, com o cartão consignado tanto a análise, quanto a liberação do crédito são menos burocráticas e mais rápidas.

Na dúvida, priorize o seu uso. Dessa forma, quando precisar de crédito ou dinheiro extra, não terá com o que se preocupar.

Como você viu, infelizmente a portabilidade do cartão de crédito consignado não é permitida. No entanto, se bem escolhido, você pode ter em mãos um dos melhores cartões de crédito disponível no mercado e usufruir de todas as suas vantagens.


Saiba tudo de empréstimo consignado e confira dicas para organizar sua vida financeira no canal da BX Blue no YouTube: inscreva-se gratuitamente aqui.


Redação BX Blue

Redação BX Blue

Somos especialistas em empréstimo consignado e focados em divulgar informações úteis para as suas finanças.

Quer fazer um empréstimo consignado?

A bxblue pode te ajudar a contratar o consignado que você está precisando! Compare propostas de crédito consignado de diferentes bancos e escolha a melhor para você.

Simule seu consignado