Prova de vida digital INSS: testes com Beneficiários terá início em Agosto

Publicado em: 10/07/2020

A prova de vida digital do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) começará a ser testada com 550 mil Aposentados e Pensionistas, a partir do próximo mês.

A novidade tão aguardada, deve vir para agilizar um dos processos que os segurados precisam fazer anualmente, junto à instituição para garantir a regularidade do benefício.

Saiba mais sobre a nova funcionalidade que será lançada em breve.

Prova de vida digital à distância

O INSS deverá disponibilizar em breve um novo recurso para seus usuários conseguirem fazer a prova de vida. Tudo será gratuito e bem simples, para simplificar o recadastramento anual.

Leonardo Rolim, presidente do INSS, reforçou que num primeiro momento, a prova de vida será realizada por reconhecimento facial digital.

A ideia é utilizar a câmara do celular do próprio Aposentado e Pensionista e comparar a imagem eletrônica com a foto da carteira de motorista ou título de eleitor.

Como essas informações já constam na base do Governo, a plataforma só faria o cruzamento, confirmando que a pessoa da “selfie” é quem diz ser, efetivamente.

Por ser feita pela internet, os beneficiários vão poder fazer a prova de vida em casa. Rolim afirmar ainda que:

O objetivo é minimizar ao máximo a necessidade de as pessoas irem ao banco ou à agência do INSS para fazer prova de vida, buscando simplificar a vida das pessoas 

Em uma nova versão, a tecnologia deve permitir ainda a validação da biometria, também por meio digital. Com a diferença, é claro, de que o segurado não precisará mais se deslocar até uma agência bancária para o processo presencial.

Como tudo será feito online, a biometria está sendo chamada de “digital viva”, em alusão ao uso da tecnologia e ao seu principal objetivo.

A prova de vida digital do INSS é, portanto, uma opção mais prática – não só durante a pandemia. A tecnologia deverá ser implementada definitivamente, após os testes.

Testes da prova de vida pelo celular em 2020

Confira em detalhes o que é esperado do novo app e da experiência de testes.

Como funcionará?

Antes da adoção da prova de vida online em larga escala, o INSS pretende fazer um piloto. O teste com um número menor de pessoas irá validar o conceito, a usabilidade e a compatibilidade da tecnologia.

Assim como ocorre no método convencional, o procedimento visa validar que o segurado está vivo. Muitas aposentadorias e pensões são pagas ainda às chamadas “pessoas fantasmas”, ou seja, são resultado de ações fraudulentas.

Leia também: Prova de vida pelo celular: saiba como será o recadastro INSS em 2020

A prova e vida é uma das formas de minimizar esse tipo de golpe, sem prejudicar a quem deve receber o benefício, por direito.

Quem deve participar?

Serão selecionados os segurados que deveriam ter feito a comprovação de vida no início deste ano. Vale lembrar que o processo foi suspenso, por causa da pandemia do coronavírus.

Assim, os aniversariantes dos meses de janeiro e fevereiro, ou seja, aqueles que fizeram aniversário neste ano e em um desses meses, estão cotados entre os escolhidos para a fase inicial do teste.

O projeto vai incluir, inicialmente, 550 mil pessoas dos cerca de 36 milhões de Aposentados e Pensionistas da Previdência Social.

IMPORTANTE: o órgão ainda irá confirmar quem irá participar e como notificar os beneficiários elegíveis para o início dos testes. Além disso, repassará todas as instruções necessárias.

Quando será iniciado?

A previsão é que todos os pré-requisitos já estejam prontos até o fim deste mês, para início dos testes em agosto.

Ainda não foi divulgada nenhuma informação sobre o período e duração dos testes. Normalmente, após a apuração os resultados são publicados no site oficial do órgão.

Novidade já era esperada desde o ano passado

A transformação digital processual do Governo tem sido tema recorrente, de reconhecimento e destaque como é o caso do portal Gov.Br, que agrega diversos serviços digitais federais.

Outra facilidade já disponível é o login único, que permite acessar todas as plataformas, como o Meu INSS, onde os beneficiários podem consultar extratos, abrir solicitações e cumprir com as exigências documentais.

A intenção é ajudar a desburocratizar os serviços aos cidadãos, reduzir o tempo de atendimento e os custos operacionais.

A prova de vida por biometria já havia sido discutida em 2019. Na época, e por questão de priorização, outros projetos foram lançados e que, inclusive agora devem servir de base para o recadastro anual dos Aposentados e Pensionistas do INSS.

Prova de vida presencial ainda continua suspensa

Os segurados que não participarem do projeto da prova de vida digital, devem aguardar nova data para o procedimento nas reds bancárias.

O prazo do recadastro já foi adiado duas vezes neste ano. A suspensão que teve início em março e teria término em junho, agora vale por mais 60 dias.

Leia também: Prorrogação da prova de vida 2020: INSS adia recadastro por mais 60 dias

A prova de vida é realizada a cada 12 meses e todos os segurados precisam fazer obrigatoriamente. A única exceção, é o caso daqueles Aposentados ou Pensionistas com benefício concedido no mesmo ano.

Nestas situações, o recadastro passa a contar a partir do mês de aniversário do ano seguinte.

Segurados com idade superior a 80 anos e dificuldades de locomoção recebem os Servidores da Previdência Social, no endereço indicado – o que também está suspenso no momento.

Uma das consequências para aqueles que não fizerem a renovação do cadastro, é a suspensão do pagamento mensal. Em novas ocorrências, o benefício pode ainda ser bloqueado e suspenso definitivamente.


Se você é Beneficiário INSS e não quer perder mais nenhuma informação relevante, pode receber notícias selecionadas direto no seu WhatsApp. Clique aqui para se inscrever GRATUITAMENTE.

Receba novidades por e-mail