Prova de vida pelo celular 2022: quem pode fazer e como

É aposentado ou pensionista INSS? Então, veja se já tem acesso à prova de vida pelo celular e como fazer o procedimento.

prova de vida digital INSS 2020

Para 2022, o INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) acaba de divulgar novas regras para a comprovação de vida dos beneficiários da Previdência Social. Aposentados e pensionistas devem atentar-se às formas de realizar o procedimento, entre as quais a prova de vida pelo celular.

No geral, a partir de 2022, a comprovação será feita a partir do cruzamento de dados do INSS com outros órgãos mantidos ou administrados pelo âmbito federal.

Veja abaixo mais detalhes da prova de vida 2022 e como fazer a comprovação pelo celular.

Prova de vida 2022

A Portaria nº 220/2022, de 3 de fevereiro de 2022, na prática trouxe novas regras para realização da prova de vida, além de suspender a obrigatoriedade do procedimento até o dia 31 de dezembro de 2022.

A principal novidade instituída com a norma foi a extinção da obrigatoriedade da prova de vida presencial. Isso significa que o INSS não pode mais exigir que a comprovação seja feita presencialmente. A medida não impede, contudo, que o segurado faça o procedimento presencial em agências do órgão ou no banco onde recebe o pagamento por vontade própria.

Para além da mudança nas exigências do órgão, o INSS lançou um novo formato de comprovação feito automaticamente a partir do cruzamento de dados dos órgãos mantidos e administrados pela esfera federal.

Desse modo, práticas como emissão ou renovação de passaporte, certidão de nascimento, carteira de motorista; ou ainda contratação ou renovação de consignado; vacinação ou consulta no SUS (Sistema Único de Saúde), servirão como comprovações de que o segurado está vido e, portanto, apto para continuar a receber o benefício.

Informações como esta serão coletadas pelo próprio INSS, automaticamente, por meio da troca de informações com os demais órgãos públicos.

Nos casos em que o INSS não encontrar indícios de que a pessoa esteja viva, ela entrará em contato com o benefício para alertá-lo sobre a necessidade de fazer a comprovação nos meios eletrônicos.

Se houver a necessidade de comprovação presencial, o órgão proverá os meios para que o beneficiário possa fazer a prova de vida sem sair de casa, preferencialmente com a coleta de biometria.

O INSS tem até o dia 31 de dezembro de 2022 para publicar um regulamento com regras detalhadas sobre os novos formatos e para implementar a prova de vida por meio do cruzamento de dados.

Ressalta-se que as regras acerca dos novos procedimentos se aplicam aos beneficiários que fazem aniversário a partir da data de publicação da portaira, ou seja, 3 de fevereiro.

Prova de vida pelo celular em 2022

Os aposentados e pensionistas podem fazer a prova de vida com comodidade e sem sair de casa, ao usar o celular com conexão à internet. Para tanto, o beneficiário precisa acessar um dos aplicativos, Meu INSS ou gov.br, e seguir as instruções.

A versão digital da prova de vida foi iniciada com um projeto-piloto, voltado para 500 mil beneficiários. O projeto está em expansão desde então, mas ainda não contempla todos os 36 milhões de beneficiários.

Para saber se o acesso à prova de vida digital está disponível, o aposentado ou pensionista deve fazer uma consulta no aplicativo Meu INSS, no gov.br ou ainda, nas agências bancárias que oferecem o serviço.

Reconhecimento facial via selfie

Antigamente, a comprovação de vida era validada pela presença do beneficiário em uma agência bancária, pela leitura biométrica da digital e apresentação de um documento pessoal e original com foto. No processo pela internet, a lógica é a mesma, com a vantagem de poder fazer tudo isso online.

Para tanto, é utilizado o reconhecimento facial via selfie. Dessa forma, o segurado terá que tirar uma foto do seu rosto, para facilitar a identificação. Esse mesmo procedimento de reconhecimento facial é mais seguro e já é utilizado na abertura de contas digitais em bancos ou em solicitação de empréstimos consignados, por exemplo.

Fora o Meu INSS, é preciso utilizar também outro aplicativo: o gov.br. Ambos são tecnologias desenvolvidas pelo governo federal e, portanto, únicos meios oficiais para fazer a nova prova de vida pelo celular.

Atenção: baixe apenas os aplicativos oficiais Meu INSS e gov.br; qualquer outro aplicativo que não os do governo federal não são os meios hábeis para a comprovação de vida.

Análise e cruzamento de informações pessoais

As imagens recebidas, serão avaliadas e, a partir de vários bancos de dados, será feito o cruzamento de todas as informações, para comprovar que o segurado da foto é quem realmente diz ser.

Os documentos oficiais como CNH (Carteira Nacional de Habilitação) ou título de eleitor também podem ser utilizados como base comparativa pela Previdência Social.

Simule seu empréstimo consignado

O que você quer descobrir?

Seu convênio:

Qual é a sua margem consignável?

Em quantas parcelas?

Em quantas parcelas?

Em quantas parcelas?

Empréstimo de até

R$

Proposta sujeita à confirmação de margem consignável

Qual a validade da prova de vida pelo celular?

Apesar de a prova de vida pelo celular não estar ainda disponível aos 36 milhões de beneficiários INSS, não se trata de um teste e a comprovação por meio do Meu INSS e gov.br tem validade oficial.

Como acompanhar a prova de vida pelo celular?

Após realizar a prova de vida por biometria facial, o segurado pode consultar o resultado pelo Meu INSS.

O que fazer em caso de dúvidas sobre a comprovação de vida?

É possível acionar ajuda oficial por meio dos canais de atendimento: Meu INSS, site ou aplicativo, ou pela Central do INSS 135.

3 vantagens da prova de vida à distância

Veja agora quais são as principais vantagens da prova de vida pelo celular:

1. Sem filas e esperas

Com o processo online, os beneficiários não precisam enfrentar filas ou aguardar em espera.

O período da comprovação de vida coincide com o mês de aniversário do aposentado ou pensionista. Isso quer dizer que, no período mencionado, o beneficiário fará a prova de vida pelo celular de onde estiver.

No caso de recém-aposentados, devem contar um ano após a concessão do benefício; antes disso, estão livres da comprovação, uma vez que foram aprovados há pouco tempo.

2. Sem necessidade de deslocamento e de representantes locais

Na ponta do lápis, isso também pode ser traduzido como economia. Outra vantagem é que mesmo aqueles acamados ou impedidos de se deslocar podem fazer a comprovação de vida pelo Meu INSS.

Atualmente, quando da impossibilidade, o titular do benefício pode nomear um representante legal para fazer sua apresentação. Da mesma forma, os representantes teriam que ir até uma agência bancária.

Já com o prova de vida pelo celular, os aposentados e pensionistas, assim como seus familiares ou representantes, podem economizar dinheiro e tempo.

3. Sem risco de suspensão do benefício

Quem não fizer a prova de vida, dentro do período determinado pelo INSS, pode ter o pagamento do benefício comprometido, ou seja, ficar sem receber até a regularização da situação.

Para evitar esse risco e com a opção de fazer a prova de vida pelo celular, receberá quem efetivamente tiver direito. Por outro lado, os que não cumprirem os requisitos ou ainda os fraudadores podem ter os benefícios cessados.

O objetivo, como dizem os representantes do INSS, não é punir os segurados, mas sim, garantir que quem está recebendo o dinheiro é quem de fato tem direito ao pagamento.


Veja vídeos exclusivos sobre os principais temas da vida dos beneficiários do INSS: conheça o canal da BX Blue no YouTube e se inscreva gratuitamente.


Redação BX Blue

Redação BX Blue

Somos especialistas em empréstimo consignado e focados em divulgar informações úteis para as suas finanças.

Quer fazer um empréstimo consignado?

A bxblue pode te ajudar a contratar o consignado que você está precisando! Compare propostas de crédito consignado de diferentes bancos e escolha a melhor para você.

Simule seu consignado