Prova de vida pelo celular: saiba como será o recadastro INSS em 2020

Publicado em: 22/07/2020

Uma das grandes queixas dos Aposentados e Pensionistas do INSS – Instituto Nacional do Seguro Social é ter que se deslocar todos os anos, até uma agência bancária, para fazer o recadastro anual do INSS. Pensando em facilitar essa rotina, a prova de vida pelo celular, começa a ser testada em 2020.

Veja o que muda e a partir de quando a nova tecnologia estará disponível aos segurados.

Como será a prova de vida pelo celular em 2020?

O recadastro anual serve para o INSS identificar quem são os segurados e se estes se mantem vivos, de um ano para o outro. Em contrapartida, isso garante o pagamento do benefício, sem interrupções. A ideia é minimizar fraudes e créditos indevidos – que ainda não bem comuns.

Leia também: Prova de vida digital INSS: testes com Beneficiários terá início em Agosto

Neste ano, diferente dos anos anteriores, o INSS adotará novo procedimento e fará pela primeira vez a prova de vida pelo celular.

Assim, os segurados não precisam ir até uma agência bancária, podendo realizar o processo de qualquer local, a partir de um celular ou dispositivo conectado a internet.

Reconhecimento facial via Selfie

Até hoje, a comprovação de vida era validada pela presença do segurado em uma agência bancária, pela leitura biométrica da digital e apresentação de um documento pessoal e original com foto.

No processo pela internet, a lógica é a mesma, com a vantagem de poder fazer tudo isso online.

Para isso, o INSS deverá fazer a prova de vida pelo celular e o reconhecimento facial via selfie. Dessa forma, o segurado terá que tirar uma foto do seu rosto, para facilitar a identificação.

Um detalhe importante é que o idoso ou segurado terá que utilizar um aparelho próprio. Ou seja, tirar realmente uma selfie e enviar pela plataforma oficial – o Meu INSS.

Os demais passos, assim como os ajustes no site e aplicativo Meu INSS, devem ser divulgados em breve.

Análise e cruzamento de informações pessoais

As imagens recebidas, serão avaliadas e, a partir de vários bancos de dados, será feito o cruzamento de todas as informações, para comprovar que o segurado da foto é quem realmente diz ser.

Os documentos oficiais como CNH (Carteira Nacional de Habilitação) ou Título de eleitor também podem ser utilizados como base comparativa pela Previdência Social.

Ainda em estudo está também o uso da biometria, que seria mais um importante validador.

Esse mesmo procedimento é mais seguro e já é utilizado na abertura de contas digitais em bancos ou em solicitação de empréstimos consignados, por exemplo.

Prova de vida pelo celular com selfie começa em Agosto

Quando começa a prova de vida em 2020?

A prova de vida pelo celular e com selfie para Aposentados e Pensionistas ainda será um teste inicial. Para a primeira fase, o INSS irá selecionar apenas um grupo de pessoas.

No caso dos demais segurados que não participarem do teste, portanto, continua a valer a prorrogação do prazo dessa obrigatoriedade – até segunda ordem do próprio INSS.

Como 2020 foi um ano bem atípico, já é a segunda vez que o INSS prorroga o prazo da prova de vida. A grande preocupação é prevenir que os idosos – que são um dos grupos de risco da Covid-2 – tenham que se deslocar ou frequentar locais lotados.

Leia também: Agências da Previdência Social só serão reabertas em 3 de agosto

Vale lembrar ainda que as agências do INSS estão com atendimento presencial suspenso e que, de qualquer forma, a prova de vida seria realizada pela rede bancária.

Nesse espaço, o INSS não tem qualquer interferência, ficando os critérios de avaliação da saúde e de higienização, a cargo de cada instituição financeira.

3 vantagens da prova de vida à distância

Com a renovação dos processos governamentais, os cidadãos ganham em alguns sentidos. Mesmo a questão da conexão com internet, que seria um pré-requisito para a prova de vida pelo celular não é tida como negativa, pela população.

Os Aposentados ou Pensionistas que ainda não tiverem acesso a internet, podem conseguir facilmente de outra forma. O INSS avalia ainda a transmissão das informações offline, mas essa informação ainda não foi confirmada.

Veja agora quais são as 3 vantagens da prova de vida pelo celular, a distância do INSS:

1 – Sem filas e esperas

Com o processo online, os segurados não precisam enfrentar filas ou terão que aguardar em espera.

O período da comprovação de vida coincide com o mês de aniversário do Aposentado ou Pensionista. Exceto, neste ano, que o calendário pode sofrer algum ajuste em função das medidas de enfrentamento contra a pandemia.

Isso quer dizer que, no período mencionado, o segurado fará a prova de vida pelo celular, de onde estiver. Os recém-aposentados, devem contar um ano após a concessão do benefício, antes disso, estão livres da comprovação – uma vez que foram aprovados há pouco tempo.

Para concluir o processo e continuar a receber o pagamento, é preciso cumprir com os pré-requisitos no envio das informações. Mas, no geral, tirando isso, tudo se torna menos burocrático.

3 – Sem necessidade de deslocamento e de representantes locais

Na ponta do lápis, isso também pode ser traduzido como economia. Outra vantagem é que, mesmo os segurados acamados ou impedidos de se deslocar, podem fazer a comprovação de vida pelo Meu INSS.

Atualmente, quando da impossibilidade, o titular do benefício pode nomear um representante legal para fazer sua apresentação. Da mesma forma, os representantes teriam que ir até uma agência bancária.

Já com o prova de vida pela internet, os Aposentados e Pensionistas, assim como seus familiares ou representantes podem economizar dinheiro e tempo.

3 – Sem risco de suspensão do benefício

Quem não fizer a prova de vida, dentro do período proposto, pode ter o benefício bloqueado ou suspenso. Em outras palavras, pode ficar sem receber o pagamento do mês e os futuros.

Para evitar esse risco e com a opção de fazer a prova de vida pelo celular, receberá quem efetivamente tiver direito. Portanto, quem estiver certinho quanto às suas obrigações com o INSS, terá a aposentadoria ou pensão normalmente e não será prejudicado.

Por outro lado, os que não cumprirem ou ainda os fraudadores podem ter os benefícios cessados. O objetivo, como dizem os representantes do INSS, não é punir os segurados, mas sim, garantir que quem está recebendo o dinheiro é quem de fato tem direito.


Se você é Beneficiário INSS e não quer perder mais nenhuma informação relevante, pode receber notícias selecionadas direto no seu WhatsApp. Clique aqui para se inscrever GRATUITAMENTE.

Receba novidades por e-mail