5 recursos de segurança na bxblue para proteger os dados dos clientes

Neste Dia Internacional da Privacidade, saiba mais sobre a segurança na bxblue e conheça as principais medidas adotadas pela fintech.

A proteção de dados é colocada em prática diariamente nas diferentes operações conduzidas pela bxblue, fintech de empréstimo consignado online. E para celebrar o Dia Internacional da Privacidade de Dados, reforçamos o compromisso com a segurança na bxblue, destacando com transparência as principais iniciativas.

Continue a leitura para conhecer a história por trás da data e conferir em detalhes como a fintech protege os dados de seus clientes.

Dia Internacional da Privacidade de Dados

O Dia Internacional da Privacidade de Dados é celebrado no dia 28 de janeiro. A data existe desde 2006, ano em que foi criada por uma convenção do Conselho da Europa (CE).

A ideia é que este dia sirva como um estímulo ao debate sobre o tema, a campanhas de conscientização e eventos de modo geral que contribuam para a segurança dos dados da população.

No Brasil, foi instituída a Lei 13.853 em 2019, a Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais (LGPD), que regulamentou o tratamento de dados e criou a Autoridade Nacional de Proteção de Dados (ANPD), órgão responsável por garantir o cumprimento da LGPD.

No âmbito das finanças, o cuidado com os dados deve ser redobrado, afinal de contas, o setor lida com informações sensíveis. 

Não por acaso, instituições financeiras vão além do que as legislações recomendam, como é o caso da bxblue.

5 recursos de segurança da bxblue para proteger dados dos clientes

A bxblue oferece a aposentados e pensionistas do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) e servidores públicos federais a possibilidade de contratar empréstimo consignado sem sair de casa.

Por meio da plataforma, que atua entre quem deseja contratar crédito e instituições financeiras que o oferecem, é possível simular e comparar diferentes propostas, fazer o pedido, enviar documentos e até mesmo assinar o contrato, tudo 100% online.

Simule seu empréstimo consignado

O que você quer descobrir?

Seu convênio:

Qual é a sua margem consignável?

Em quantas parcelas?

Em quantas parcelas?

Em quantas parcelas?

Empréstimo de até

R$

Proposta sujeita à confirmação de margem consignável

A fim de garantir o acesso ao crédito de forma descomplicada e com o máximo de segurança, a bxblue investe em uma série de ações e mecanismos de segurança. Confira os principais:

1. Antifraude

Segundo pesquisa realizada pela empresa referência em soluções de informação, a TransUnion, em 2021, as tentativas de fraudes digitais contra serviços financeiros aumentaram em 612% no Brasil.

Em meio a este cenário, a bxblue conta com um processo de análise minuciosa de documentos pessoais, com o intuito de identificar possíveis fraudes. 

Além de proteger os parceiros bancários contra possíveis golpes, a prática também evita que dados de terceiros sejam utilizados, já que normalmente os golpistas usam documentações de outras pessoas para realizar transações financeiras como empréstimos. 

Desse modo, é possível empoderar cada vez mais os brasileiros a terem acesso ao empréstimo consignado online, rápido e com segurança.

2. Tecnologias

Assim como as instituições financeiras, a fintech de crédito é adepta da criptografia, que é um método de proteção que codifica os dados de modo que eles não possam ser acessados.

A criptografia serve tanto para informações armazenadas quanto para as transferidas de um dispositivo para o outro, como as que ocorrem durante a contratação de empréstimo durante o envio de documentações.

Mas não só ela: tecnologias como inteligência artificial e Machine Learning (Aprendizado de Máquina) também são inerentes à cultura de segurança da empresa.

3. Aviso de Privacidade

O site da bxblue possui uma seção exclusiva: o Aviso de Privacidade. Trata-se de uma página na qual os usuários acessam todas as informações sobre como os dados são usados, armazenados e compartilhados.

Vale ressaltar que para simular ou fazer um pedido de empréstimo o tomador deve concordar com o aviso. No entanto, ele tem a opção de discordar. Nesse caso, o usuário não poderá prosseguir com as transações.

A bxblue utiliza dados pessoais relacionados à renda da pessoa e, em operações como contratação de empréstimo, por exemplo, os dados precisam ser compartilhados com as instituições financeiras parceiras. 

Contudo, os parceiros só possuem acesso às informações para fins específicos e também atuam com diversos mecanismos de segurança.

4. LGPD

A LGPD, mencionada anteriormente, surgiu para proteger o direito de privacidade do público. 

A norma regulamenta o uso e tratamento de dados no meio físico e digital e traz uma série de regras para o compartilhamento de informações. 

Ela permite, ainda, que os usuários solicitem a exclusão de dados pessoais ou a revogação do consentimento para uso.

A legislação deve ser cumprida por todas as organizações que processam dados de pessoas. Como a segurança é um dos pilares do funcionamento da bxblue, a fintech está em conformidade com a LGPD.

5.  Equipe especializada em segurança

A bxblue entende que, mais do que tecnologias, também é crucial ter profissionais que atuem em prol da segurança de informação. Sendo assim, a fintech busca empoderar os colaboradores por meio de treinamentos e palestras constantes. 

Vale ressaltar que a responsabilidade de segurança é compartilhada com todos os funcionários, os quais assinam um termo de comprometimento para colocar em prática ações voltadas para a proteção de todos os dados armazenados e recebidos pela bxblue.

Cuidados necessários com os dados pessoais

Apesar dos esforços por parte das fintechs, bancos e demais instituições financeiras, golpes são cada vez mais frequentes. Por esse motivo, é imprescindível que os usuários adotem práticas de segurança, tais como:

  • não compartilhar dados pessoais em redes de Wi-Fi abertas;
  • verificar se o site possui ícone de cadeado fechado antes do endereço;
  • conferir se a instituição financeira ou correspondente bancária possui registro no Banco Central;
  • proteger o dispositivos eletrônicos com senha e não compartilhar o código de acesso;
  • não compartilhar dados pessoais e documentos com terceiros, nem enviá-los por aplicativos de mensagem;
  • desconfiar de ofertas de consignado por telefone, pois é proibido;
  • não clicar em links suspeitos enviados por diferentes canais de comunicação, com ofertas “boas demais para ser verdade”;
  • jamais compartilhar dados sensíveis, como senhas bancárias, ou fazer depósitos antecipados, que é uma prática proibida.

Ao ser vítima de fraude ou se deparar com tentativa de golpe, comunique o Banco Central por meio da Ouvidoria e faça um Boletim de Ocorrência.


Saiba tudo de empréstimo consignado e confira dicas para organizar sua vida financeira no canal da BX Blue no YouTube: inscreva-se gratuitamente aqui.


Redação BX Blue

Redação BX Blue

Somos especialistas em empréstimo consignado e focados em divulgar informações úteis para as suas finanças.

Quer fazer um empréstimo consignado?

A bxblue pode te ajudar a contratar o consignado que você está precisando! Compare propostas de crédito consignado de diferentes bancos e escolha a melhor para você.

Simule seu consignado