Como funciona o refinanciamento do Empréstimo SIAPE?

Publicado em: 10/01/2020

O empréstimo consignado SIAPE é uma modalidade disponível para os Servidores Públicos Federais. Essa linha de crédito pode ser facilmente contratada de forma simples e direta — desde que o Servidor esteja enquadrado nas categorias elegíveis e tenha margem consignável disponível.

Os Servidores que já contam com um ou mais empréstimos em andamento, podem ainda fazer o refinanciamento do empréstimo consignado SIAPE, ou seja, uma renegociação da dívida junto ao banco contratado. Mais uma opção para obter dinheiro extra, sem necessariamente, fazer um novo empréstimo. Saiba como funciona!

Como funciona o processo de refinanciamento?

Assim como os beneficiários do INSS, os Servidores Públicos SIAPE, por direito, os Servidores também pode fazer o refinanciamento da dívida em andamento. Para isso, é preciso ter média de 30% a 35% das parcelas quitadas.

Leia tambémO que é Refinanciamento de Empréstimo Consignado?

Para propor o refinanciamento, portanto, o interessado deverá procurar a própria instituição da qual contraiu a dívida, realizar uma simulação online e avaliar as novas condições oferecidas, como os prazos e valores. Em acordo, uma nova averbação será realizada, necessitando, portanto, da emissão da autorização de consignatária via SIGEPE.

Embora quase todos os convênios possam ter seus contratos discutidos, no caso do cartão de crédito consignado não é possível refinanciar a dívida. Isso porque, esse tipo de contrato não possui uma data de validade ou vigência específica. Assim, pode ser utilizado por quanto tempo o Funcionário Público Federal desejar.

Compra de dívida

Com o refinanciamento do empréstimo SIAPE, o banco recompra a dívida de um ou mais contratos ativos. Com a nova operação, cancela os contratos anteriores e emiti um novo. Isso só é possível, é claro, se as dívidas estiverem no nome do mesmo titular.

Diferente da portabilidade de crédito, o refinanciamento é a compra da dívida pela mesma instituição financeira.

Valores e prazos

As condições ofertadas vão depender da política de crédito ou das taxas de juros vigentes. Geralmente, os titulares da dívida retornam o contrato para o seu valor e prazo originais, podendo receber o valor das parcelas quitadas como um troco.

Dessa forma, se o Servidor contratou um empréstimo em 96 meses e já quitou 60 parcelas, pode optar por refinanciar a dívida em 96 meses – que é o prazo máximo permitido para esse tipo de convênio.

É importante levar em consideração que prazos maiores comprometem a renda por mais tempo. E, apesar do empréstimo consignado ser descontado na folha de pagamento, o valor da parcela é deduzido do salário mensal. Durante este período, a margem consignável também é reduzida.

Quando refinanciar um contrato em andamento?

O refinanciamento de um empréstimo pode ser uma opção interessante, especialmente quando a margem consignável já atingiu o limite estabelecido (35%). Também é muito procurado quando há uma necessidade de obter crédito sem contrair um novo contrato. Ou simplesmente para reduzir as parcelas atuais.

Essa operação não é indicada caso o contrato já esteja próximo do seu vencimento. Outro motivo que pode inviabilizar a proposta financeiramente é se as taxas de juros atuais foram maior do que as cobradas no contrato original.

No fim das contas, neste caso, essa escolha pode levar a um prejuízo. Mas, tirando isso, quando bem avaliado o refinanciamento pode ser uma operação menos burocrática para conseguir um dinheiro extra.

Afinal, por que optar pelo refinanciamento do Empréstimo SIAPE?

A renovação do contrato traz 3 principais benefícios. Ao refinanciar a dívida, o Servidor Público Federal pode, entre outras coisas, pagar taxas de juros mais acessíveis, pegar dinheiro ou troco e liberar margem para fazer novo empréstimo. Saiba mais!

Pagar taxas de juros mais baratas

Se as condições atuais forem mais vantajosas que a negociada anteriormente, isso pode representar uma economia significativa. Mesmo que o valor do contrato e o prazo sejam mantidos, se a taxa de juros for menor, as parcelas também serão mais baratas.

Pegar dinheiro ou troco

Esse refinanciamento do empréstimo SIAPE ainda pode render um dinheiro extra para os Servidores que refinanciarem seus contratos. Essa prática é conhecida como troco da compra da dívida e se dá pelo saldo restante do valor entre o empréstimo anterior e o atual.

Em linhas gerais, quanto maior for o número de parcelas pagas maior poderá ser a diferença liberada em dinheiro, como um troco. Ou seja, ao passo que o saldo devedor diminui, o limite aumentará.

Liberar margem consignável

Taxa de juros menores, rendem parcelas menores e, com isso, liberam margem consignável. Na prática, isso quer dizer que com margem disponível o Servidor SIAPE pode contratar um novo empréstimo consignado, quando precisar.

Muito se tem falado sobre o endividamento do Servidores, no entanto, o consignado é a modalidade que tem as menores taxas de juros do mercado. Por isso, sempre que possível deve-se optar por essa linha de crédito.

Além disso, como o risco da inadimplência é reduzido, quase mínimo, o empréstimo pode ser uma escolha mais segura e pensada para resolver uma situação no curto prazo, sem comprometer o futuro financeiro.

 

Quer fazer um empréstimo consignado?

A bxblue pode te ajudar a contratar o consignado que você está precisando! Compare propostas de crédito consignado de diferentes bancos e escolha a melhor para você.

Simule seu consignado

Receba novidades por notificação
Receba novidades por e-mail
Seu e-mail foi cadastrado na nossa lista! 😍
Erro ao enviar, tente novamente.