Registrato: o que é, quais as vantagens e como se cadastrar

registrato - tela inicial do site registrato do banco central

Publicado em: 23/11/2021

A utilização de canais de internet e aplicativos de celular para informações bancárias ou de ordem financeira já é uma realidade para milhões de pessoas. E o Registrato, do Banco Central, é uma das ferramentas disponíveis a todos os consumidores brasileiros para ajudar na organização e segurança dessas informações.

Saiba mais sobre a plataforma do Registrato, como ela funciona, suas características e como sua utilização pode ser uma mão na roda para a organização do bolso e do orçamento.

Cadastre-se e receba conteúdos exclusivos de finanças pessoais
Erro ao enviar, tente novamente.

Registrato

O Extrato de Registro de Informações do Banco Central, ou simplesmente Registrato, nada mais é do que uma ferramenta criada com o objetivo de auxiliar os cidadãos a guardarem suas informações e consultarem os seus relatórios.

Basicamente, o Registrato mantém um registro com todas as informações que o cidadão possui em relação a seus procedimentos financeiros. Além de chaves PIX cadastradas, o cidadão pode consultar também os seus empréstimos solicitados e informações gerais ligadas ao seu CPF, como dívidas com órgãos públicos federais, cheques sem fundos e dados de compra ou venda de moeda estrangeira.

Anteriormente à pandemia, o serviço era acessado apenas de forma presencial, porém, com os regulamentos e cuidados em relação ao distanciamento social, esse serviço foi disponibilizado em plataformas on-line.

Como funciona o Registrato?

Para consultar o Registrato, existem três opções. São elas:

  1. via internet banking;
  2. por meio da emissão de um certificado digital;
  3. consulta através do celular; e
  4. com a conta gov.br.

É importante destacar que cada opção possui um passo a passo específico para entrar e analisar os dados.

Há dois tipos de relatórios registrados no Registrato:

  • CCS (Cadastro de Clientes no Sistema Financeiro); e
  • SRC (Sistema de Informações de Crédito).

No primeiro, há uma lista com as informações de relacionamento do cidadão com qualquer instituição financeira com o qual este manteve contas, no presente ou no passado. Assim, o cidadão pode verificar os processos feitos ao longo dos anos.

No segundo, como o próprio nome indica, é o relatório do sistema de crédito, ou seja, cada operação acima de R$ 200,00 aparece no relatório. Parcelamentos, financiamentos ou qualquer operação envolvendo crédito aparece nesses relatórios.

O serviço de consulta é gratuito e pode ser solicitado apenas pela pessoa interessada, ou seja, a consulta do CPF é feita apenas por seu proprietário e é intransferível. O acesso aos registros é interessante sobretudo para que o consumidor saiba como está sua vida financeira e como estão cadastrados os seus processos.

Empréstimo consignado pode ser consultado no Registrato?

Sim, todos aqueles que possuem operações de empréstimo consignado vão encontrar em relatório específico do Registrato as informações.

O relatório Empréstimos e financiamentos (SCR) disponibiliza informações como saldo devedor, modalidade e status (a vencer ou vencida) de empréstimos e financiamentos contratados por pessoa física ou jurídica em cada banco ou outra instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central, incluindo o crédito consignado.

Está procurando empréstimo consignado com as menores taxas de juros? Simule gratuitamente com a bxblue. Com poucos passos, de forma rápida e segura, é possível comparar ofertas de diferentes bancos e contratar online.

Vantagens do Registrato

Uma das principais vantagens está a de juntar em um mesmo local todas as informações financeiras do cidadão. Desta forma, é possível analisar sem maiores burocracias quais são os processos solicitados ao longo dos anos. Confira abaixo outras vantagens do Registrato.

Organização

A organização certamente é o ponto alto do registrato. Com o avanço da tecnologia e a utilização cada vez mais presente no dia a dia, um espaço que aglutine todas as informações é de extrema importância. Assim, ao fazer o cadastro no Registrato pelos meios indicados, o cidadão pode verificar e organizar todos os seus processos financeiros.

A centralidade das informações é uma das maiores vantagens, afinal, o cidadão não vai precisar levantar essas informações junto a cada instituição financeira com o qual teve relações ao longo dos anos. Para conhecer seu histórico basta se cadastrar no Regstrato.

Gratuito

O Registrato é um serviço gratuito do Banco Central. Para fazer o cadastro não é solicitada nenhuma taxa ou contribuição, aumentando assim a facilidade de acesso de todos.

O cadastro deve ser feito pelo próprio cidadão para assegurar a segurança dos dados, além disso, poderá também assegurar-se da gratuidade do serviço. A gratuidade do serviço faz com que o mesmo esteja disponível para grande parte da população.

Sigilo das informações

Informações de ordem financeira e que reúnem dados importantes do cidadão devem ser compiladas e guardadas em plataformas que possam promover a segurança dos mesmos. Assim, o Registrato assegura o sigilo das informações compiladas em seu banco de dados.

Além das etapas de validação do próprio Banco Central, é importante que os canais pelos quais se acessa o serviço estejam devidamente seguros também com senhas, acessos validados por impressão digital ou biometria facial. Assim, as suas informações cadastrais ficam mais seguras.

Por conta de ataques cibernéticos a informações, os bancos e instituições financeiras têm feito reformulações em ferramentas que possam oferecer mais segurança em relação aos acessos. Portanto, é importante verificar as formas de segurança do seu banco e seguir as recomendações apropriadas para evitar maiores problemas.

Guia para se cadastrar no Registrato

Existem três formas de se cadastrar no Registrato. É importante escolher a melhor forma de acessar o serviço seguindo as etapas estipuladas para ter certeza da segurança dos dados cadastrados. As opções para cadastro no Registrato são pelo celular; por certificado digital; pelo internet banking; e pela conta gov.br.

Cada opção possui sua especificidade e etapas de validação. É importante que os próprios aparelhos estejam assegurados com senhas e reconhecimento facial. Assim, será possível fazer uso desta facilidade, analisar seus processos financeiros e se organizar para operações futuras.

Não perca: Novidades do gov.br: veja os serviços digitais do governo federal

Celular

O acesso ao Registrato pelo celular deve ser feito pelo app do seu banco. Cada banco conta com uma forma diferente de acesso a esse serviço. Confira abaixo como funciona em cada um dos principais bancos e qual é a opção referente ao serviço:

  • Banco Bradesco: acesse a opção “Registrato”.
  • Banco Sicoob: acesse a opção “Serviços” e, em seguida a opção “Registrato Banco Central”.
  • Banco do Brasil: acesse a opção “Menu”; em seguida acesse a opção “Serviços” e, por fim, “Registrato”.
  • Banco Sicredi: acessar a opção “Sicredi X” e, em seguida a opção “Registrato”.
  • Banco Itaú: acesse a opção “Serviços” e, em seguida, a opção “Registrato Banco Central”.
  • Banco Caixa Econômica: acesse a opção “Senhas” e “Configurações” e em seguida a opção “Registrato Banco Central”.
  • Banco Santander: acesse a opção “Santander ON”; em seguida clique em “Meu momento” e, por fim, em “Bacen Auto Credenciamento Registrato”.

Certificado digital

O certificado digital é uma forma de acesso que funciona como uma espécie de registro eletrônico autenticado para uso em transações em plataformas online. Com o certificado digital, é possível acessar o site do BC e fazer o login utilizando esse documento eletrônico.

É importante ter em mente que esse login deve ser feito por meio do aparelho ou computador que se utiliza habitualmente para transações bancárias, afinal, estes aparelhos já possuem algumas autenticações de segurança e que, portanto, estejam habilitados a reconhecer o certificado digital.

Internet banking

O cadastro pelo internet banking possui duas etapas: na primeira é feito um pré-cadastro no Banco Central. É preciso escolher as opções entre pessoa física ou jurídica. Após o pré-cadastro, o cidadão receberá uma frase de segurança que terá a validade de 48 horas.

A frase de segurança deve ser utilizada na segunda etapa. Acesse a página do seu banco e acesse o espaço destinado ao Registrato – BC. No local determinado, insira a frase de segurança, clicando, em seguida, em “Validar”. Você receberá um código PIN; já na página do Banco Central, clique em “Cadastrar” e insira o código PIN no local indicado. Após essa etapa, você deverá responder algumas solicitações de dados.

Quando todas as informações solicitadas forem inseridas, você receberá uma senha provisória para acesso ao Registrato. É importante modificar essa senha após o primeiro login para garantir uma segurança maior no uso da plataforma.

Conta gov.br

O sistema Registrato pode ser acessado também com a conta gov.br. Vale ressaltar, no entanto, que é uma forma de cadastro diferente em relação ao login do Registrato, mas é possível escolher a que preferir.

Um detalhe importante é que para acessar o Registrato com a conta gov.br é preciso ter o nível Prata ou Ouro dos selos de confiabilidade. O nível Bronze, que é o mais básico, uma vez que depende de selos de confiabilidade de acesso mais fácil, não permite acessar o Registrato.


Quer receber as últimas notícias, em primeira mão direto no seu Whatsapp? Se inscreva gratuitamente: