Como renovar, renegociar ou refinanciar empréstimo consignado

Saiba como renovar, renegociar ou refinanciar empréstimo consignado para usufruiu das melhores condições para o seu bolso.

Renovar, renegociar ou refinanciar uma dívida pode significar um verdadeiro alívio financeiro, pois essas medidas funcionam como uma equalização das contas, de forma que caibam melhor no orçamento.

Mas isso não deve ser feito de qualquer maneira, sem uma reflexão mais profunda e informada sobre cada uma das possibilidades. A ideia não é trocar uma dívida por outra simplesmente, mas criar um cenário financeiro mais estável e eficiente

Em pesquisa realizada pela Serasa sobre o endividamento em 2021, 85% das pessoas entrevistadas disseram ter insônia ou dificuldade para dormir por estarem preocupadas com as dívidas. Mas é importante entender que muitas situações de endividamento podem ser amenizadas.

Atualmente, praticamente todas as dívidas são renegociáveis, renováveis ou refinanciáveis. Dentre as principais estão o cartão de crédito, o cheque especial, os financiamentos, os carnês de lojas e até o empréstimo consignado. 

Confira, neste artigo, as principais vantagens, dicas e o passo a passo para renovar, renegociar ou refinanciar o empréstimo consignado. 

Empréstimo consignado

O acesso ao crédito pode ocorrer de várias formas e cada um dos produtos possui regras específicas, como garantias, limites, prazo, taxa de juros e etc. O empréstimo consignado está entre esses produtos financeiros e que se destaca por sua rapidez na liberação e pelo Custo Efetivo Total ser mais atraente frente às demais linhas de crédito oferecidas pelas instituições no mercado.

Vale ressaltar que o empréstimo consignado é uma modalidade de crédito disponível para servidores públicos – civis e militares –, aposentados e pensionistas do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social), e para trabalhadores da iniciativa privada, em empresas conveniadas com instituições financeiras que ofereçam a consignação.

Segundo o Banco Central, em junho de 2021 o número de operações ativas de crédito consignado, ou seja, de contratos em vigência, foi de mais de 54 milhões. Isso demonstra a importância da linha de crédito consignado para a economia das famílias brasileiras.

Como funciona o empréstimo consignado?

O empréstimo consignado é um crédito fornecido por uma instituição financeira e que terá seu pagamento descontado diretamente na fonte pagadora do consumidor. Assim, o risco de inadimplência é menor, o que torna mais barato o custo operacional.

Para evitar que o devedor comprometa a sua saúde financeira, a legislação que rege as operações de empréstimo consignado determina o limite máximo da consignação em 35% da renda do consumidor, sendo 30% para empréstimo e 5% para cartão de crédito consignado – é a conhecida margem consignável

Por exemplo, a taxa de juros mensal média praticada entre 25 a 31 de janeiro de 2022, segundo o BC, foi de 1,77% na modalidade empréstimo consignado público, muito acima dos 13,43% da média dos juros do cartão de crédito, apurada no mesmo período.

Nota-se, portanto, uma grande vantagem do empréstimo consignado em relação a outras linhas de crédito. Contudo, é preciso ter controle total sobre os contratos, para evitar problemas financeiros que comprometam todo o orçamento.

Simule seu empréstimo consignado

O que você quer descobrir?

Seu convênio:

Qual é a sua margem consignável?

Em quantas parcelas?

Em quantas parcelas?

Em quantas parcelas?

Empréstimo de até

R$

Proposta sujeita à confirmação de margem consignável

O que é renovar, renegociar ou refinanciar o consignado?

Renegociar é o ato de negociar novamente, estabelecer novos parâmetros para uma negociação que já foi realizada. Renovar pode se referir a atualização do contrato, com as mesmas condições, com elementos mais favoráveis para o credor. 

Assim, renovar ou renegociar um contrato de empréstimo consignado significa alterar pontos estabelecidos no contrato anterior.

O refinanciamento se refere também a uma alteração de critérios do contrato firmado entre as partes. É usado, em geral, para dilatar um prazo ou receber dinheiro ao final da nova negociação, com a mesma instituição financeira.  

Do ponto de vista prático, renovar, renegociar ou refinanciar o consignado cumprem a mesma finalidade: alterar as condições do contrato de empréstimo, como a diminuição da taxa de juros, o aumento no número de parcelas, liberação de novos valores, etc.

Portanto, quando o cliente se dirige à instituição financeira credora e propõe alteração no contrato de empréstimo com a finalidade de equilibrar as contas, estamos falando de uma renegociação, uma renovação ou até um refinanciamento do crédito.

Vantagens de refinanciar o empréstimo consignado

É possível que, em determinado momento do contrato, surjam condições diferenciadas em relação àquelas estabelecidas quando da assinatura do contrato.

A depender do momento contratual, por exemplo, o cliente ainda pode conseguir dilatar o prazo de pagamento. Em um contrato estipulado em 84 meses dos quais 42 já foram pagos, o saldo (42 prestações a serem pagas) pode ser refinanciado em novos 84 meses, diminuindo, assim, o valor da prestação. 

Outra vantagem é a volta em dinheiro. Com o pagamento de parte das prestações do contrato, o consumidor pode utilizar a margem liberada (referente às prestações pagas) e recebê-la no ato do refinanciamento do saldo, montante conhecido por “troco”. Dessa forma, pode pagar o mesmo valor mensal por um prazo mais longo e receber um dinheiro extra instantaneamente.

Vale ressaltar que o consumidor consegue reunir diversos contratos em apenas um no ato do refinanciamento. Para isso, é preciso verificar com a instituição credora a possibilidade de unir os empréstimos consignados em apenas uma nova operação.

O que é preciso para renovar ou renegociar o consignado?

Renovar, renegociar ou refinanciar o consignado impõe alguns requisitos, ainda que, em tese, qualquer contrato de empréstimo consignado possa ser refinanciado. 

No entanto, é possível dizer que a regra básica para renovar ou renegociar o consignado é o pagamento parcial do contrato. Em outras palavras, para refinanciar um contrato de empréstimo consignado é preciso ter feito o pagamento de determinada quantidade de parcelas.

É importante lembrar que para renovar ou renegociar o consignado deve haver contato direto com a instituição credora. Os novos termos do contrato, portanto, devem ser negociados entre o consumidor e a instituição financeira que concedeu o crédito, além da necessidade de formalizar o novo acordo.

Como não há imposição de lei que determine a quantidade mínima de prestações pagas para viabilizar o refinanciamento do consignado, é possível mensurar, por meio de uma média praticada no mercado, entre 15% a 30% do contrato já pago. Essa quantia varia conforme a política de crédito da instituição.

O consumidor deve observar, ainda, o prazo máximo em caso de renovação ou renegociação do consignado. Isso porque, este prazo corresponde ao mesmo utilizado na celebração do contrato objeto da operação de refinanciamento.

Passo a passo para renovar, renegociar ou refinanciar o consignado

Se a melhor opção para organizar a vida financeira for renovar, renegociar ou refinanciar o empréstimo consignado, é preciso saber como proceder para tomar a decisão mais ajustada às necessidades.

1. Analisar as condições do contrato atual

O primeiro passo é ter conhecimento total sobre os contratos de empréstimo consignado vigentes. Assim, entender a real situação e, a partir dela, estabelecer os parâmetros que nortearão a renegociação. 

Outro ponto essencial é analisar o orçamento e verificar quais são as reais possibilidades e prioridades, para embasar a escolha com muito mais segurança.

Vale ressaltar que os contratos, com todas as informações, devem ser fornecidos pela instituição financeira com a qual se realizou a operação.

2. Realizar a proposta

Ciente dos principais dados que envolvem os contratos, o consumidor deve procurar a instituição financeira credora para apresentar sua proposta, com base em seu objetivo: diminuir o valor das parcelas, aumentar o prazo para pagamento, receber dinheiro como troco e etc.

3. Negociação

Com a situação atual esclarecida parte-se para a fase da negociação: o ideal é que haja uma oferta e uma contraoferta, até um ponto ótimo para as duas partes. Isso quer dizer que a negociação certamente demandará reflexão do consumidor e da instituição sobre a viabilidade da operação.

4. Consulta e simulação de prazos, taxas e condições

Para estabelecer os melhores parâmetros para a negociação, o consumidor pode consultar condições de outras instituições financeiras e apresentá-las ao credor. Afinal de contas, a portabilidade do empréstimo consignado é também uma possibilidade. 

Se preferir pode realizar a consulta e até mesmo a simulação de taxas, prazos e condições de forma online e gratuita, com o simulador de consignado da bxblue.

Nota-se que esse passo pode ser realizado antes ou depois da negociação. O ideal é que realizá-lo nos dois momentos, assim, o devedor terá maior embasamento para fazer a sua oferta e contraproposta, bem como tomar a decisão.

5. Escolher a instituição

De posse de todas as informações possíveis e com a melhor decisão tomada, o consumidor comunica a instituição financeira para efetivamente negociar o refinanciamento do empréstimo consignado. 

6. Formalizar o contrato

Uma vez estabelecidos os novos termos, o novo contrato de empréstimo consignado deve ser formalizado. Esse passo é fundamental para que as partes tenham conhecimento total das novas informações.

É o contrato que torna legal o processo de renovar, renegociar ou refinanciar, tal como foi realizado com o contrato original, agora extinto por conta da nova negociação.


Saiba tudo de empréstimo consignado e confira dicas para organizar sua vida financeira no canal da BX Blue no YouTube: inscreva-se gratuitamente aqui.


Redação BX Blue

Redação BX Blue

Somos especialistas em empréstimo consignado e focados em divulgar informações úteis para as suas finanças.

Quer fazer um empréstimo consignado?

A bxblue pode te ajudar a contratar o consignado que você está precisando! Compare propostas de crédito consignado de diferentes bancos e escolha a melhor para você.

Simule seu consignado