Servidor público negativado: veja qual o melhor empréstimo

servidor público negativado -

Publicado em: 23/08/2021

O servidor público que precisa de dinheiro extra pode contar com várias modalidades de crédito disponíveis no mercado. Contudo, o cenário muda no caso de servidor público negativado.

Isso porque, embora o servidor público tenha a garantia de renda fixa, por sua condição de estável na Administração Pública, a inscrição de seu nome nos cadastros de proteção ao crédito pode ensejar restrições no mercado financeiro.

É importante ressaltar que a negativação do nome do consumidor só pode ocorrer mediante notificação prévia dos órgãos de proteção. Esta exigência legal busca evitar que aquele que teve o nome negativado passe pelo constrangimento de ser barrado para conseguir crédito sem saber previamente da negativação.

Usualmente, é enviada uma carta para o consumidor que está com dívidas, informando que seu nome está para ser enviado para o cadastro de negativados.

É recomendável que o servidor fique atento e busque se informar sobre uma possível negativação, inclusive para tomar conhecimento de fraudes ou roubos de dados pessoais – não raro, é pela consulta aos cadastros de restrições que o consumidor descobre que teve dados roubados e possui dívidas em seu nome que não foram de produtos ou serviços por ele contratados.

Continue a leitura para saber como funciona o empréstimo para servidores públicos, o que ocorre em caso de negativação do nome do servidor e ainda qual o empréstimo pessoal confiável para negativados.

Inscreva-se para receber informações exclusivas de finanças pessoais
Erro ao enviar, tente novamente.

Como funciona o empréstimo para servidor público?

De modo simplificado, o servidor público encontra no mercado três grandes modalidades de empréstimos que podem ser buscadas em caso de necessidade de crédito. São elas: o empréstimo consignado, o empréstimo pessoal e o empréstimo com garantia.

Cada uma possui características próprias, bem como vantagens e desvantagens que podem pesar na escolha do funcionário público que está em busca de crédito. Saiba mais sobre cada uma delas.

Empréstimo consignado

O empréstimo consignado tem quase 20 anos de existência no país. Foi instituído com a Lei 10.820/2003, que define as regras para concessão de crédito mediante o desconto automático do valor da parcela direto na folha de pagamento do salário ou benefício do tomador. Por isto, o crédito consignado só está disponível àqueles que possuem renda estável, como é o caso de servidores públicos.

Outra importante regra é a existência da margem consignável, que é o limite máximo do salário ou benefício que pode ser comprometido com as parcelas do empréstimo. Assim, o empréstimo consignado depende do servidor ter margem consignável livre.

Uma das principais vantagens do consignado público (como é conhecido este tipo de crédito destinado aos funcionários públicos) é que, em razão da baixa inadimplência, as instituições financeiras cobram taxas de juros bem menores quando comparadas com quaisquer outras operações do mercado.

Além disso, em razão da margem consignável, a lei impede os bancos de emprestarem mais dinheiro sobre a forma consignatária do que o teto permitido, o que contribui para evitar o alto endividamento do tomador.

Empréstimo pessoal

Um empréstimo pessoal nada mais é do que a liberação de crédito por parte da instituição financeira mediante o compromisso do pagamento mensal – normalmente por boleto bancário.

Diferentemente do empréstimo consignado, no qual há um limite para o valor máximo da renda que pode ser comprometida, no empréstimo pessoal cada instituição financeira tem regras próprias para a concessão do crédito.

Nesse tipo de crédito, os bancos realizam uma profunda pesquisa sobre a condição financeira e o histórico de pagamentos do requerente. Frequentemente, os bancos consultam órgãos de proteção ao crédito como o SPC (Serviço de Proteção ao Crédito) e a Serasa, que tem ampla base de dados dos consumidores.

É com base nesta pesquisa que as taxas de juros e demais condições são definidas, incluindo o total que pode ser liberado.

Empréstimo com garantia

Como o próprio nome indica, o empréstimo com garantia é aquele no qual o tomador do crédito oferta um bem para assegurar ao credor que irá pagar em dia o crédito. Normalmente, entre os bens dados em garantia estão automóveis ou imóveis.

Assim, caso o devedor não faça o devido pagamento, o banco credor pode tomar para si o bem de modo a ser devidamente ressarcido pelo empréstimo.

Em comparação ao empréstimo pessoal, há um menor risco de inadimplência para os credores, pois há a opção de retorno do empréstimo com o bem dado em garantia.

Servidor público negativado: qual o melhor empréstimo?

A escolha de qual empréstimo melhor atende às necessidades do tomador depende de uma série de fatores particulares. Assim, não há uma resposta definitiva que contemple todas as situações.

Pelas características das três modalidades, nota-se que o empréstimo consignado é o único que independe da condição de servidor público negativado.

Tanto no caso do empréstimo pessoal quanto no do empréstimo com garantia, ter o “nome sujo”, como popularmente a negativação do consumidor é chamada, torna o tomador do crédito alguém com maior risco para os negócios das instituições financeiras. Portanto, a inscrição em cadastros de restrição ao crédito é levada em consideração pelos bancos.

Por outro lado, caso o servidor público negativado não atenda aos requisitos para contratar o empréstimo com desconto em folha (como a existência de margem consignável livre), precisará recorrer às outras modalidades.

Vantagens do empréstimo consignado para servidor federal

O servidor público negativado que é integrante da Administração Pública federal direta ou indireta (servidor siape) encontra no empréstimo consignado SIAPE condições especiais para obter renda extra.

Isto porque, além da liberação do valor ocorrer sem consulta ao SPC ou SERASA, as taxas de juros são ainda menores do que no consignado INSS ou consignado privado – inclusive com fixação de teto (atualmente, de 2,05%).

Por fim, o prazo para pagamento também é maior. O servidor público negativado pode contratar empréstimo consignado para pagar em até 96 meses.

Servidor público negativado: como contratar empréstimo consignado

O procedimento para servidor público negativado contratar empréstimo consignado é simples e sem burocracia, sendo semelhante para servidores públicos de qualquer esfera (federal, estadual ou municipal).

No caso do consignado SIAPE, que atende aos funcionários públicos federais (ativos, inativos e pensionistas), os requisitos mínimos comuns a todos os bancos são:

  • ter margem consignável livre;
  • não ter contrato de trabalho temporário;
  • ter entre 21 e 80 anos;
  • a União ter convênio com o banco escolhido pelo tomador.

Já na lista de documentos para contratar o consignado, o servidor público usualmente deverá apresentar documento de identificação com foto, comprovantes de endereço e renda.

E o processo para contratar o crédito consignado pode ser ainda mais rápido se for feito digitalmente.

Além de reduzir o tempo do deslocamento até uma agência bancária, o servidor público negativado pode enviar os documentos por meio eletrônico. E com a possibilidade da averbação online, com regularidade o valor do empréstimo é liberado em até 48 horas.

Destaca-se que antes de contratar o crédito o servidor público pode fazer uma simulação online e comparar as ofertas de diferentes bancos, para garantir as melhores condições mesmo estando com o nome inscritos nos órgãos de restrição.

O simulador da bxblue, por exemplo, permite comparar diversas propostas personalizadas, em poucos minutos, gratuitamente. Escolhida a oferta que melhor atende às suas necessidades, basta o servidor prosseguir com a contratação digital e receber o dinheiro na conta em tempo recorde. Faça uma simulação grátis.


Para continuar a receber notícias em primeira mão sobre o funcionalismo público, você que é servidor público federal (SIAPE) pode se inscrever em nosso canal exclusivo. Se inscreva GRATUITAMENTE aqui para receber notícias selecionadas via WhatsApp.