Servidores Públicos Federais querem aumento salarial de 33%

carteira de trabalho e dinheiro

Os Servidores Públicos Federais (SIAPE) estão brigando para defender um aumento salarial de 33% ainda neste ano.

Segundo a CONDSEF (Confederação Nacional dos Trabalhadores no Serviço Público Federal) os valores são baseados em perdas salariais acumuladas ao longo dos últimos no anos, como afirma o Sérgio Ronaldo, secretário-geral:

Estamos calculando a perda do poder de compra, a não recomposição salarial acumulada e todas as outras perdas desde 2010

Se aprovado, o aumento salarial deve beneficiar 1,3 milhão de Servidores, a partir de janeiro de 2020. 

Entenda a visão dos Servidores e o impasse junto ao Governo.

Funcionalismo público x aumento salarial

Embora o reajuste seja de interesse dos Funcionários Públicos, não parece ser o objetivo do novo Governo. Muito antes da eleição de Jair Bolsonaro, uma das pautas foi a redução de gastos com o funcionalismo público.

Após ter sido eleito, uma das medidas para ajustar o saldo dos cofres públicos foi reduzir o número de Ministérios e iniciar a exoneração de Servidores.

Bolsonaro exonerou mais de 4 mil Servidores comissionados no início do seu mandato. E esse número pode aumentar nos próximos períodos, como afirma o ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni:

A ordem é diminuir os cargos comissionados, em especial aqueles criados na época dos governos do PT

O processo de “despetização” não deve trazer tanto benefício financeiro, mas de qualquer forma, já é uma economia que agrada os eleitores.

Lei Orçamentária Anual (LOA) 2019

A Lei Orçamentária Anual (LOA) de 2019 foi sancionada pelo Presidente Jair Bolsonaro no início deste ano. O texto que já tinha sido aprovado no fim do ano passado pelo Congresso prevê um total de R$ 3,38 trilhões em despesas.

A Lei prevê ainda que o ano de 2019 fechará com deficit primário de R$ 139 bilhões, resultado igual à meta fiscal estabelecida para o ano.

O reajuste proposto neste ano, pelo ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal, aumentará os gastos do Governo com pessoal em R$ 4,7 bilhões, considerando o aumento salarial de 6,3% na remuneração dos Servidores da ativa e também dos Aposentados. 

Leia tambémReajuste do salário para Servidores Públicos Federais é liberado em 2019

Mais de 209 mil Funcionários Públicos ativos e 160 mil inativos serão beneficiados.

Vale lembrar que ainda há cerca de 1 milhão de Servidores ativos, aposentados e Pensionistas  que não recebem reajuste salarial há dois anos.

Os chamados Servidores do “carreirão” não foram inseridos no Orçamento Geral da União deste ano. Portanto, se considerarmos esse outro grupo, a despesa é ainda maior.

Veja quais são as outras reivindicações dos Servidores SIAPE.

Outras reivindicações dos Servidores SIAPE

Além da exigência do aumento salarial neste ano, os Servidores querem que o Governo:

  • Pague, no mínimo, 50% do plano de saúde;
  • Crie novas vagas para concursos públicos;
  • Regulamente a jornada de trabalho para o máximo de 30 horas semanais (sem prejuízo em relação ao salário);
  • Encerre a exigência de controle de ponto de forma eletrônica.

A pauta dos sindicalistas conta com 22 pontos, que, no entendimento deles são prioritários.

Outro assunto que está em discussão é a revogação da reforma trabalhista e a manutenção da estabilidade dos Servidores Públicos.

Leia tambémReforma da Previdência: mudanças na aposentadoria do Servidor Público

Insatisfeitos com a proposta inicial apresentada pelo Governo, os Servidores (do âmbito Federal ao Municipal) não concordam com alguns pontos da nova aposentadoria. Entre eles, está a alíquota de contribuição previdenciária. 

Hoje a contribuição é de 11% sobre o valor do salário. No entanto, se aprovada a nova reforma da Previdência, os Servidores deverão pagar 22%. 

Para o secretário-adjunto da Previdência do Ministério da Economia, Leonardo Rolim, o aumento da tributação para o funcionalismo público não é confisco (esse é o termo utilizado pelos representantes das classes, que são contrário a decisão inicial).

Essa pauta ainda deve render diversas discussões até que se chegue a uma decisão que beneficie os dois lados, para que, nem os Servidores, nem o Governo saiam perdendo.

 

Quer fazer um empréstimo consignado?

A bxblue pode te ajudar a contratar o consignado que você está precisando! Compare propostas de crédito consignado de diferentes bancos e escolha a melhor para você.

Simule seu consignado

Servidores Públicos Federais querem aumento salarial de 33%

Posts recomendados