Portabilidade do empréstimo consignado

A bxblue não cobra nenhum valor para liberação do empréstimo. Veja por que cobrar antecipadamente é proibido clicando aqui.

Saiba como funciona a portabilidade de consignado

Faça a transferência do seu empréstimo consignado para outro banco e reduza o valor das parcelas da dívida.

Na portabilidade do consignado a dívida é quitada, no banco de origem, pela nova instituição financeira, e o contrato muda de credor.

O melhor: ao fazer a portabilidade para outro banco há chance de receber troco, ou seja, sair com mais dinheiro em mãos.

Quem pode fazer a portabilidade do consignado?

  • Aposentados e pensionitas do INSS

  • Servidores públicos (municipais, estaduais e federais)

  • Trabalhadores sob regime da CLT

  • Militares das Forças Armadas

Vale a pena fazer a portabilidade de empréstimo consignado se você:

Regras da portabilidade de empréstimo consignado

  • Disponível a qualquer momento

  • Prazo máximo é o mesmo do empréstimo consignado

  • Altera o banco credor

  • Válida somente para empréstimo

Perguntas e respostas

  • Portabilidade de empréstimo consignado é a transferência da dívida do consignado de uma instituição financeira para outra.

  • Quem possui contrato de empréstimo consignado pode fazer a portabilidade para um novo banco a qualquer tempo.

  • Não, a prática é ilegal.

    O Banco Central determina na Resolução 4.292/2013 que as instituições financeiras devem garantir a portabilidade das suas operações de crédito.

  • A portabilidade é especialmente interessante quando outra instituição financeira oferecer condições melhores de pagamento, como uma taxa de juros mais atrativa.

    Assim, ao trocar de credor, o consumidor terá um custo menor com o empréstimo consignado.

  • Não há valores fixos, mas os juros são limitados ao teto das taxas do empréstimo consignado novo.

    Em geral, as taxas de juros oferecidas na portabilidade serão mais competitivas, justamente para atrair os consumidores.

  • É a operação de transferência da dívida do consignado de um banco para outro com a liberação de dinheiro para o tomador.

  • É a diferença já paga que pode ficar disponível ao tomador com a transferência da dívida do consignado. A diferença é repassada para o tomador ao final da operação de portabilidade.

  • Não há prazo legal pré-determinado. No entanto, a operação leva até 5 dias úteis para ser completada, em média.

  • Sim, é possível fazer portabilidade com a margem zerada e esta é uma das principais vantagens da portabilidade de empréstimo consignado.

    Com a transferência da dívida e a redução do custo, mais rapidamente será liberada margem consignável.

  • A pessoa interessada na operação deve reunir informações sobre o contrato atual e solicitar ao banco credor o DDC (Documento Descritivo de Crédito).

    Depois, deve-se pesquisar em outras instituições financeiras as ofertas de portabilidade, avaliar e escolher a melhor proposta.

    Então, cabe à instituição proponente encaminhar a requisição de portabilidade do consignado e dar andamento aos trâmites para conclusão da operação.