Refinanciamento do empréstimo consignado

A BX Blue não cobra nenhum valor para liberação do empréstimo. Veja por que cobrar antecipadamente é proibido clicando aqui.

Como funciona o refinanciamento do empréstimo consignado?

É uma alternativa para quem já quitou parte do contrato ativo e quer um novo consignado no mesmo banco.

Por isso, o procedimento também é considerado uma forma de renovar o empréstimo consignado: renegocia-se a dívida voltando o contrato ao prazo original.

Assim, o refinanciamento (ou simplesmente “refin”) do consignado é a oportunidade de sair com mais dinheiro no bolso – geralmente, pagando o mesmo valor mensal ou até mesmo uma parcela menor.

Vantagens ao refinanciar o empréstimo consignado

  • MAIS TEMPO PARA PAGAR

  • MANTER OU REDUZIR A PARCELA

  • DIMINUIR A TAXA DE JUROS

  • GANHAR MARGEM CONSIGNÁVEL

  • CHANCE DE RECEBER TROCO

  • DISPONÍVEL PARA QUEM ESTÁ SEM MARGEM

Quem pode fazer o refinanciamento do consignado

A renovação do empréstimo consignado está disponível a todos os convênios atendidos pela modalidade: aposentados e pensionistas do INSS; servidores públicos de todas as esferas; militares das Forças Armadas; e trabalhadores do setor privado sob o regime celetista.

Principais regras do refinanciamento do consignado

  • Alguns bancos podem exigir valor mínimo para refinanciar

  • No geral exige-se média de 15-30% das parcelas pagas

  • Quanto mais parcelas pagas, maior o valor liberado

  • Valores liberados são proporcionais ao que já foi pago

  • Prazo máximo é mesmo do empréstimo consignado

  • Cartão consignado não pode ser refinanciado

Como refinanciar o consignado

  • 1. Procure o banco credor do atual empréstimo consignado

  • 2. Avalie as condições e solicite o refinanciamento

  • 3. Aguarde a aprovação e nova averbação do contrato

Quando vale a pena refinanciar o empréstimo consignado?

  • PARA QUEM PRECISA DE MAIS DINHEIRO

  • QUEM ESTÁ SEM MARGEM CONSIGNÁVEL

  • PARA TER MELHORES CONDIÇÕES DE PAGAMENTO

Dúvidas frequentes

  • É a renovação do contrato de empréstimo consignado com o atual banco credor. A operação também é popularmente conhecida por “refin”.

  • Não há valor fixado em lei e cada instituição financeira tem uma política de crédito própria. No geral, exige-se o pagamento de 15 a 30% do atual contrato de consignado.

  • É a diferença já paga que pode ficar disponível com a repactuação do empréstimo. O valor é repassado para o tomador, que ao negociar novas condições ainda pode sair com mais dinheiro.

  • É o refinanciamento do contrato mediante nova negociação com o banco credor e com a liberação de dinheiro para o tomador.

  • O prazo médio da operação é de 3 a 5 dias úteis. Por ser uma negociação com o atual banco o refinanciamento tende a ser mais rápido do que a portabilidade do empréstimo consignado.

  • A averbação – que é a reserva do valor da parcela em favor do banco – é realizada pela Dataprev, órgão responsável por processar o pagamento dos benefícios previdenciários.

    Antes, a averbação levava de um a três dias úteis para ser feita; com a averbação online o procedimento tornou-se mais rápido, em até 24 horas.

  • Sim. Inclusive, esta é uma das principais vantagens do refinanciamento do empréstimo consignado.

  • É preciso ter pagado parte das parcelas do atual contrato de consignado. A quantidade varia conforme a instituição financeira.

  • Para obter o refinanciamento é preciso procurar o banco credor e informar o interesse na negociação das novas condições do empréstimo consignado.

    Aprovado o refinanciamento pela instituição, basta aguardar os trâmites da averbação e assinatura do novo contrato.

Simule seu empréstimo consignado

O que você quer descobrir?

Seu convênio:

Qual é a sua margem consignável?

Em quantas parcelas?

Em quantas parcelas?

Em quantas parcelas?

Empréstimo de até

R$

Proposta sujeita à confirmação de margem consignável