O aumento do salário mínimo também aumenta a margem consignável?

O aumento do salário mínimo garante sim um incremento na margem consignável. A margem é calculada com base no valor do benefício e do salário dos beneficiários INSS, Servidores Públicos e Trabalhadores de empresas privadas. E, esse valor é reajustado conforme o aumento do salário mínimo.

O salário mínimo é reajustado anualmente em função do índice de inflação. Embora esse cálculo esteja sendo atualizado para o próximo ano, por exemplo, o aumento do salário mínimo 2020 já foi definido.

Para entender como o aumento do salário mínimo também aumenta a margem consignável, basta fazer uma conta bem simples. Se margem corresponde a 35% do valor líquido recebido, se a base de cálculo aumenta, o valor em reais da margem consignável também se torna maior.

O salário mínimo atual é de R$998. Assim, quem ganha somente o salário mínimo pode utilizar até R$349,30 para pagamento do empréstimo ou cartão consignado. Com o novo salário mínimo esse valor subirá para R$364.

Uma dúvida muito comum neste sentido também é em relação a como fica o percentual permitido por lei, quando o salário mínimo aumenta.

Respondemos: o percentual que pode ser comprometido mensalmente com esse tipo de despesa não muda. O que é alterada é somente a base de cálculo.

Vale lembrar que tanto a parcela do empréstimo, quanto a fatura do cartão de crédito consignado são descontados automaticamente da aposentadoria, pensão ou salário. O débito deve constar no extrato do INSS e no contracheque, no mesmo valor em que foi definido em contrato.

bxblue

Somos especialistas em empréstimo consignado e podemos ajudar com suas dúvidas. Fale conosco!
bxblue

Últimos posts por bxblue (exibir todos)

    Artigos Relacionados