Vale a pena fazer Portabilidade de Crédito?

bxblue-quando-vale-a-pena-fazer-portabilidade-de-credito

Fazer portabilidade de um crédito ainda não é tão comum no Brasil. Mas isso, porque muitos consumidores deixam de aproveitar certas vantagens por não saberem como essa transferência funciona, por exemplo.

Sabia que a portabilidade de crédito permite que você pague taxas de juros menores em um financiamento ou empréstimo que já está em andamento? Pois é, o processo possibilita que você leve seu crédito de um banco para outro.

Essa ideia surgiu quando o Governo quis estimular a concorrência entre as instituições financeiras, que podem competir ao oferecer taxas de juros menores. Contudo, muitas pessoas ainda não sabem como a portabilidade funciona.

Qualquer pessoa — seja física ou jurídica — pode solicitar a transferência de uma operação de crédito ou de um arrendamento mercantil. Depois de aprovada, a portabilidade permite que a dívida seja quitada com um banco e os pagamentos continuem em outro.

Mas, porque é interessante fazer a portabilidade de crédito? Descubra quando vale a pena transferir sua dívida para um outro banco e saiba também como esse processo pode ser iniciado. Confira!

Principais vantagens em fazer Portabilidade de Crédito

A portabilidade de crédito permite que uma dívida seja transferida de um banco para outro. A mudança pode ser por conta de uma oferta de juros mais interessantes ou um atendimento mais cordial, por exemplo.

Para mudar um empréstimo ou financiamento basta que solicitar o cálculo da dívida para o banco onde o empréstimo foi contratado. Esse, por sua vez, é obrigado a fornecer todas as informações.

Em seguida, é necessário entrar em contato com o banco escolhido, para fazer um novo contrato e assumir a dívida antiga. Depois disso, o saldo devedor em aberto com o banco de origem é liquidado.

A portabilidade de crédito existe para diversos produtos, como cartão de crédito, cheque especial, crédito imobiliário e empréstimos. Qualquer pessoa que tenha crédito em uma Instituição Financeira integrante do Sistema Financeiro Nacional pode usar tal facilidade.

Uma das exigências é ter parte do contrato em andamento quitado. Esse valor pode variar de banco a banco, mas em média corresponde entre 15% e 20% do número total de parcelas do contrato.

A transferência da dívida de um banco para outro normalmente não cobra tarifas, exceto em contratos de leasing e financiamento imobiliário. Contudo, a nova instituição financeira pode cobrar tarifas pelo início do cadastro.

Conheça agora as principais vantagens da portabilidade de crédito:

Redução do valor da parcela

A maior vantagem ao se fazer portabilidade de crédito é levar a dívida para um banco com taxas de juros menores. Sendo assim, o contratante continua com um crédito de mesmo valor, mas paga menos juros a cada mês.

Com isso, o valor da parcela é reduzido, já que a taxa de juros é uma percentagem do que se deve mensalmente. Mesmo que pareça pouco, a longo prazo, a redução do valor de cada parcela faz bastante diferença no bolso.

Além disso, com taxas de juros menores e parcelas reduzidas, em caso de empréstimo consignado, é possível ainda consegue liberar uma parte da margem consignável.

Essa margem estipula que Aposentados, Pensionistas, Servidores Públicos, Militares das Forçar Armadas e Profissionais CLT, podem gastar até 35% de sua renda mensal com crédito consignado, seja empréstimo (30% da renda mensal) ou cartão de crédito (5% da renda mensal).

Quando esse limite é atingido a pessoa fica impossibilitada de solicitar novos créditos consignados até que a dívida atual seja quitada. Ou seja, a portabilidade de crédito também é interessante para quem está sem margem consignável.

Sem necessidade de abrir nova conta bancária

A portabilidade de crédito permite ainda que o interessado escolha qualquer instituição financeira para levar sua dívida. Esse é, aliás, é um dos motivos da portabilidade existir: mais liberdade.

Para fazer a portabilidade, portanto, não é preciso ser correntista do novo banco. Ou seja, o empréstimo ou financiamento pode ser transferido sem que haja a necessidade de uma nova conta bancária ser aberta.

Em outras palavras isso também significa maior flexibilidade para escolher o banco que melhor atende cada tipo de necessidade.

Mas, embora essa operação traga diversas vantagens, é mais recomendável em algumas situações do que em outras. Saiba quais são.

Em quais casos a portabilidade vale a pena?

Mesmo sendo um processo simples e praticamente sem custos, nem sempre vale a pena fazer a portabilidade de um crédito.

Por isso é muito importante não apenas saber como essa operação funciona, mas também avaliar em quais casos se aplica e pode trazer mais benefícios.

Quando a taxa de juros é mais barata

Se um outro banco oferece taxas de juros mais baratas a portabilidade de crédito se torna vantajosa. As taxas mais baratas fazem com que a mensalidade do crédito fique mais baixa e, ainda, parte da margem consignável seja liberada.

Contudo, é necessário avaliar o Custo Efetivo Total (CET) da transação. Comparando o CET, ou seja, todos os custos envolvidos em um empréstimo, dá pra saber qual opção realmente vale a pena.

Quando o suporte ou atendimento é melhor

Outra razão que leva a busca pela portabilidade de crédito é o atendimento. Quando o contratante está insatisfeito com o suporte e a atenção que recebe no banco atual, pode transferir sua dívida para outro melhor avaliado.

A portabilidade também é interessante para quem está tentando organizar suas finanças. Assim, concentrar todas as dívidas em um mesmo banco pode ser bom para quem está negativado.

Em quais casos a portabilidade NÃO vale a pena?

Como foi dito, nem sempre fazer a portabilidade de um crédito para outra instituição financeira vale a pena. Às vezes, como o processo leva em média até 20 dias úteis para ser concluído, dependendo da vigência do contrato não é indicada.

Saiba analisar quando a portabilidade de crédito não vale a pena:

Quando se está próximo ao vencimento do contrato

Portar um crédito que está próximo de vencer pode ser um procedimento feito sem necessidade. Nesse caso, se existem outras alternativas.

Pode-se renegociar o restante da dívida no mesmo banco. Ou, ainda, pode-se quitar o crédito antecipadamente, caso tenha condições para isso. Até mesmo o contrato do empréstimo consignado pode ser quitado antes do prazo final.

Quando a taxa de juros é a mesma

Se pesquisar em outros bancos e descobrir que as taxas de juros são as mesmas ou mais altas, saiba que não vale a pena solicitar a portabilidade de crédito. A não ser, é claro, que haja algum outro motivo para solicitar a transferência.

A portabilidade de crédito foi criada visando o benefício dos interessados e, por isso, deve ser usada em casos que realmente valham a pena. Caso contrário, pode ser vista apenas como a compra de uma dívida ou transferência do contrato de um banco para o outro, sem qualquer tipo de vantagem para tal.

Mas, se ao avaliar que fazer portabilidade é uma decisão estratégica e importante, saiba que é possível fazer esse processo online. Assim, não é necessário nem ir a uma agência bancária, para descobrir o melhor banco para transferir a sua dívida. Confira!

Como fazer a Portabilidade de Crédito online?

A primeira tarefa de quem quer trocar o crédito de banco é reunir informações sobre o contrato atual. E isso deve ser feito diretamente com a instituição financeira.

Os principais dados que deverão ser entregues ao novo banco são: número do contrato, saldo devedor, modalidade do crédito, taxas de juros, prazos e sistema de pagamento, valor das parcelas mensais, entre outros.

Em seguida é interessante pesquisar e avaliar se a troca de banco realmente vale a pena. Para isso você pode utilizar um simulador de crédito consignado online. Essa ferramenta permite que diversas propostas sejam analisadas ao mesmo tempo.

Depois de escolher uma nova instituição financeira, cabe ao interessado fazer o processo de portabilidade de crédito. Tal processo pode ser iniciado online, no banco onde está o contrato, e continuar, também pela internet, com a solicitação ao novo banco.

Fazer portabilidade de crédito quando pensada e bem analisada pode ajudar a economizar dinheiro. Por isso, sempre é interessante se manter atualizado sobre as propostas de outros bancos.

Quer encontrar um novo banco e portar sua dívida de um empréstimo consignado? Acesse agora mesmo o simulador de crédito consignado online e encontre novas propostas para o seu contrato já em andamento.

Simule, compare e contrate online, com a mesma segurança de quem vai a um banco.

 

Quer fazer um empréstimo consignado?

A bxblue pode te ajudar a contratar o consignado que você está precisando! Compare propostas de crédito consignado de diferentes bancos e escolha a melhor para você.

Simule seu consignado

Vale a pena fazer Portabilidade de Crédito?

Posts recomendados