Qual é o melhor empréstimo para Servidores Públicos Federais?

bxblue-melhor-emprestimo-para-servidores-publicos-federais

Recorrer a um empréstimo, muitas vezes, é o primeiro pensamento que passa pela cabeça de quem precisa rapidamente de uma quantia de dinheiro. E, é claro, isso também acontece com os Servidores Públicos Federais (SIAPE).

Para tomar essa decisão e recorrer a um crédito, portanto, é importante conhecer os produtos disponíveis no mercado. Afinal, são diversos tipos e todos com vantagens diferentes e indicadas mais para um caso do que para o outro e, por isso, é interessante pesquisar antes.

Contudo, os Servidores Públicos Federais fazem parte de um grupo de pessoas que têm direito ao empréstimo consignado. E essa modalidade de crédito pode oferecer diversas vantagens àqueles que o contrata.

Por isso ao longo deste conteúdo você, que faz parte do grupo dos Servidores Públicos Federais, vai conhecer um pouco mais sobre os tipos de créditos disponíveis. Além disso, vai poder comparar as vantagens e desvantagens do empréstimo pessoal. Confira!

Empréstimo pessoal para SIAPE

O empréstimo pessoal é o crédito comum, oferecido todos os dias por bancos e financeiras. Pode ser usado com qualquer finalidade e ajuda na quitação, principalmente, de despesas emergenciais.

Qualquer pessoa pode contratar um empréstimo pessoal, desde que esta tenha o crédito aprovado. Para isso, o histórico do cliente é analisado e, não estar negativado, neste caso, é fundamental e adotado como um dos principais critérios.

Um dos créditos pessoal mais comuns para SIAPE é o crédito consignado, modalidade em que as parcelas são descontadas do contracheque mensalmente.

Mas, diferente do crédito convencional está atrelado ao rendimento mensal e por isso não considera a análise ao SPC ou Serasa. E, por isso, mesmo os Servidores Públicos Federais negativados podem contratar esse crédito.

O pré-requisito é ter margem consignável disponível. A margem é o total do rendimento mensal que pode ser utilizado com empréstimos em que os pagamentos são automáticos. 

Essa medida garante o não endividamento, permitindo acesso ao crédito dentro de um limite saudável, considerado pelos economistas.

Portanto, entre os créditos disponíveis para os Servidores Públicos Federais existem os consignados e não consignados. 

Empréstimo pessoal consignado x empréstimo pessoal não consignado

O empréstimo consignado para SIAPE traz algumas regras específicas, estabelecidas por lei. Mas, em contrapartida alguns benefícios quando comparado às demais linhas de crédito.

Entre os tipos de crédito pessoal não consignado mais comuns estão: cartão de crédito, crediários, cheque especial. 

É possível fazer uso de mais de tipo de crédito ao mesmo tempo, embora, não seja recomendável justamente para manter o equilíbrio financeiro e evitar o superendividamento.

Saiba mais sobre as principais diferenças.

Forma de pagamento

O empréstimo pessoal é quitado como qualquer outra dívida parcelada. Todos os meses o cliente fica responsável pelo pagamento de uma mensalidade, que pode variar de acordo com os juros aplicados, por meio de débito automático, boleto bancário ou cheque.

Além disso, ao pagar uma mensalidade após a data de vencimento, o cliente também é obrigado a pagar os juros e multas referentes ao atraso. E isso acontece todas as vezes que uma parcela atrasa.

Já no empréstimo consignado isso não ocorre. A principal diferença entre os dois modelos de crédito é justamente a forma de pagamento.

Com o crédito consignado o cliente não tem a responsabilidade de pagar nenhuma mensalidade via boleto. Todos os pagamentos são feitos de forma automática.

Funciona da seguinte maneira: o órgão responsável pelo pagamento já desconta o valor da mensalidade do empréstimo antes de o pagamento ser liberado.

No caso dos Servidores Públicos Federais quem fica responsável pelos descontos mensais são os órgãos do Governo Federal. Este precisa ter convênio firmado com o banco para que os pagamentos sejam realizados regularmente, após a averbação do contrato.

Ou seja, as parcelas do empréstimo consignado são de pagamento fixo. Consequentemente, não há cobrança de juros extras, multas ou qualquer outro tipo de exigência adicional. Assim como não há inadimplência por parte do tomador (exceto em caso de margem negativa).

E é justamente por não haver inadimplência que esta operação é considerada de baixo risco. E, pela garantia do pagamento, que é automático, portanto, o empréstimo consignado pode oferecer taxas de juros mais baixas.

Taxas de juros

As taxas de juros do empréstimo pessoal podem ser estipuladas por cada instituição financeira. Ainda que haja concorrência entre os bancos e financeiras, os juros ficam próximos dos 126% ao ano.

Contudo, o empréstimo consignado tem taxas de juros limitadas legalmente. Mesmo com a concorrência entre as instituições financeiras, as taxas de juros nominal não podem ser superiores a 2,05% ao mês para Servidores Públicos Federais. Ou seja, cerca de 25% ao ano.

O que muda de um banco para o outro são as demais taxas e custos, o que afeta diretamente o Custo Efetivo Total (CET) que é quem dita o valor total do custo de um empréstimo ou operação financeira.

O CET é o valor total do contrato, que dividido pelo prazo de pagamento dá o valor da parcela mensal. Assim, quanto maior o valor do CET, maior o valor do contrato e parcelas. Por outro lado, quanto menor o CET, menor tende a ser o valor das parcelas pagas.

Outro fator que pode ajudar a reduzir o valor das parcelas, é estender o prazo de pagamento do contrato. Ou seja, parcelar a dívida em mais vezes, como é permitido no caso do empréstimo consignado.

Prazos para pagamento

O prazo para pagamento dos empréstimos pessoais não consignados costuma ser de até 48 meses. O limite pode variar de acordo com o histórico do cliente e essa condição também irá determinar o valor emprestado ou limite de crédito.

Já no empréstimo consignado, os Servidores Públicos Federais podem contratar um crédito com prazo de pagamento entre 12 e 96 meses. Assim, é possível ter até 8 anos para quitar o contrato.

Contudo, vale destacar que no empréstimo consignado, além do valor emprestado, a idade do cliente influencia no prazo de pagamento, assim como a margem consignável. O convênio firmado entre o órgão empregador e o banco também pode afetar o número de parcelas.

Pré-requisitos para contratação

O empréstimo pessoal pode ser solicitado por qualquer pessoa maior de 18 anos. Além disso, é necessário que o interessado tenha uma conta corrente em qualquer banco. Ainda, é preciso comprovar renda suficiente para quitar as parcelas do crédito.

Como já foi dito, não estar negativado é bastante importante para contratar um empréstimo pessoal. Todavia, algumas instituições financeiras aceitam clientes nessa situação. Porém, a taxa de juros cobrada é bastante elevada por conta do risco da operação.

Por outro lado, o empréstimo consignado é concedido somente a Servidores Públicos Federais, Estaduais e Municipais, ativos ou inativos. Também tem direito os Aposentados e Pensionistas do INSS, assim como os Militares das Forças Armadas. Alguns Trabalhadores do setor privado podem também conseguir o crédito.

Essa regra limita que o empréstimo seja oferecido somente a quem tem renda fixa e garantida. Isso acontece por conta dos pagamentos mensais, que são descontados automaticamente.

No crédito consignado não há consulta ao SPC ou Serasa. Ou seja, o empréstimo pode ser tomado tranquilamente por quem está negativado. A garantia do banco, nesses casos, é a disponibilidade de margem disponível e o pagamento direto.

Toda pessoa dentro das categorias elegíveis pode gastar apenas 35% de seu pagamento líquido com crédito consignado. Desse valor, 30% é destinado a empréstimos e os outros 5% podem ser usados com um cartão de crédito consignado.

Os Servidores Públicos Federais que ficam sem margem consignável possuem duas saídas. Pode-se solicitar uma portabilidade de crédito ou um refinanciamento de empréstimos já existentes. 

Como contratar o Empréstimo Consignado para Servidores Públicos Federais?

Os Servidores Públicos Federais podem contratar um empréstimos consignado facilmente e sem burocracia. Os principais documentos solicitados são RG, CPF, comprovante de residência (em nome do titular) e um comprovante de pagamento atualizado.

Além disso, o empréstimo consignado SIAPE exige um documento chamado Autorização de Consignatária. Essa autorização é emitida via SIGEPE e permite que os descontos referentes aos pagamentos mensais do crédito sejam realizados.

O primeiro passo para encontrar o empréstimo consignado mais interessante é realizar uma simulação de crédito online. Dessa forma, é possível comparar as melhores ofertas oferecidas pelos diversos bancos, de uma única vez

A partir da simulação e uma vez definido o banco de sua preferência, os Servidores podem contratar o crédito online.

O empréstimo consignado para Servidores Públicos Federais é liberado em poucos dias, na conta indicada e em nome do Servidor.

Agora você já conhece os diferentes tipos de empréstimo para SIAPE e sabe das vantagens do crédito consignado. Está precisando de dinheiro e não quer enfrentar burocracias? Comece agora mesmo uma simulação de crédito consignado online e consiga o dinheiro desejado ainda hoje, sem sair de casa!

 

Quer fazer um empréstimo consignado?

A bxblue pode te ajudar a contratar o consignado que você está precisando! Compare propostas de crédito consignado de diferentes bancos e escolha a melhor para você.

Simule seu consignado

Qual é o melhor empréstimo para Servidores Públicos Federais?

Posts recomendados