Quando solicitar um Empréstimo Consignado?

bxblue-quando-solicitar-um-emprestimo-consignado-para-aposentados-pensionistas-servidores-publicos

Acredite: nem sempre solicitar um empréstimo é a solução mais indicada. No entanto, sempre que necessário, é preciso procurar as melhores alternativas de crédito – como o empréstimo consignado, para evitar ter problemas no futuro.

Saiba em quais casos solicitar um empréstimo consignado e em quais casos não é recomendável.

 

Quando solicitar um Empréstimo Consignado?

Um empréstimo pode ajudar em alguns casos, mas pode não ser suficiente ou necessário em outros. É por esse motivo, que solicitar um empréstimo consignado, ou qualquer outra modalidade, deve ser uma atitude consciente, ou seja, sempre uma ação planejada.

Dessa forma, é possível, além de fechar um bom negócio, escolhendo a melhor linha (aquela que realmente irá atender a necessidade), como também aquela que caberá no bolso.

Aposentados, Pensionistas e Servidores Públicos Federais, Estaduais, Municipais e Funcionários de empresas privadas, podem contratar essa modalidade de crédito – que é exclusiva para esses grupos.

Entre alguns dos benefícios estão:

  • Taxa de juros mais barata;
  • Desconto automático em folha de pagamento,
  • Prazos de pagamento mais flexíveis, etc.

Leia também: O que é crédito consignado?

Mas, quando realmente é indicado solicitar um empréstimo consignado? 

 

Quando é recomendado solicitar um Empréstimo Consignado?

Por se tratar de uma dívida de longo prazo, qualquer tipo de empréstimo só deve ser solicitado em alguns casos.

Se bem utilizado o crédito consignado pode ajudar a solucionar problemas ou atingir determinado objetivo. No entanto, quando o uso do dinheiro e o pagamento da dívida não são planejados, podem levar a outras consequências.

Leia também10 coisas que você deve fazer antes de pegar um Empréstimo Consignado

Confira alguns casos em que o crédito consignado pode ser uma opção.

 

Para pagar dívidas mais caras

O empréstimo consignado pode ser uma alternativa para quitar dívidas mais caras. Assim, é possível:

  • Fugir dos juros abusivos de algumas modalidades;
  • Evitar o efeito “bola de neve” do rotativo do cartão de crédito;
  • Zerar o cheque especial, etc.

Na prática, a ideia é substituir uma dívida mais cara, por uma dívida mais barata. A economia da taxa de juros, pode chegar a mais de 300% ao ano, por exemplo, simplesmente substituindo uma opção por outra, como apontado pelo Banco Central.

A taxa de juros nominal do empréstimo consignado é de 2,08% ao mês para Aposentados e Pensionistas INSS e de 2,05% ao mês para Servidores Públicos.

Já para o cartão de crédito consignado, a taxa gira em torno de 3% a 5% ao mês, respectivamente. Bem diferente da taxa de 15% ou mais cobradas em cartões de crédito.

Leia tambémVale a pena trocar as dívidas por um Empréstimo Consignado?

Ou seja, mesmo quando é necessário solicitar um empréstimo, uma boa pesquisa e comparação, pode ajudar na hora de economizar dinheiro.

 

Limpar o nome e deixar de ser negativado

Aposentados, Pensionistas e Servidores Públicos Federais, Estaduais, Municipais e Funcionários de empresas privadas que estejam com o nome sujo ou negativado também podem solicitar um empréstimo consignado. 

Leia tambémEmpréstimo para negativados: sem consulta SPC ou Serasa

Para análise do crédito não são considerados os históricos devedores anteriores. Dessa forma, é possível utilizar o dinheiro do empréstimo, para quitar as dívidas e limpar novamente o nome.

É muito importante ter um objetivo claro para uso do dinheiro, e se existem dívidas, se livrar delas o quanto antes.

 

Urgências e emergências

Ninguém está livre de passar por alguma urgência ou emergência em que seja necessário um dinheiro extra.

Das mais às menos básicas como: levar o carro a um mecânico, fazer aquela viagem de última hora, passar por um exame médico.

Embora o momento seja urgente, é importante, não fazer escolhas emocionais. Ou seja, avaliar com atenção quais opções de crédito podem contribuir neste momento.

O objetivo neste caso, além de resolver um problema pontual, é não criar outro como uma dívida indesejada ou maior do que se pode pagar.

 

Para ter o dinheiro extra necessário

Independente do motivo, quem precisa de dinheiro extra não quer esperar. Mas isso também não significa fechar negócio com o primeiro banco que aparece na frente.

Até porque, é preciso lembrar que além das diferenças de taxas de juros entre as modalidades, o mesmo pode acontecer entre os bancos.

Assim, um empréstimo no mesmo valor pode ser mais barato em um banco do que no outro.

Isso se deve, especialmente em função ao Custo Efetivo Total, que é a soma de todos os custos ao se tomar um empréstimo.

Leia tambémCusto Efetivo Total: Quais são os custos de um Empréstimo Consignado?

Embora muitas pessoas não saibam a parcela de um empréstimo não é apenas resultado da soma do valor empréstimo e da taxa de juros.

Pesquisar e utilizar simuladores de crédito consignado online, podem ajudar a comparar as propostas.

 

Investir no próprio negócio

Diferente de um financiamento, em que o dinheiro é destinado para um fim específico (geralmente compra de um bem ou acesso a um serviço), o dinheiro do empréstimo consignado pode ser utilizado para a finalidade que o tomador desejar.

Após a averbação do contrato, o dinheiro é liberado na conta indicada.

Leia tambémO que é Averbação no Contrato de Empréstimo Consignado?

Logo,  Aposentados, Pensionistas e Funcionários Públicos e Funcionários de empresas privadas podem usar o crédito contratado para reformas da casa, viagens ou investir no próprio negócio, por exemplo.

Muita vezes solicitar um empréstimo pode ser o primeiro passo para o investimento inicial de um novo projeto.

Como o Custo Efetivo Total do empréstimo consignado tende a ser menor que o de outras linhas de crédito, o empréstimo pode ser visto como um investimento. 

No entanto essa aplicação só retornará o valor no médio ou longo prazo, dependendo do tipo de negócio.

Agora que você já conhece alguns exemplos em que o empréstimo consignado pode ser uma opção, saiba quando ele não é indicado.

 

Quando não é recomendado solicitar um Empréstimo Consignado?

Mesmo sendo uma boa alternativa, o empréstimo consignado não é recomendado em casos como:

 

Fazer compras sem necessidade

Evitar gastos desnecessários é uma das maneiras de evitar o endividamento. Compras parceladas, gastos recorrentes de valores menores sem planejamento, aquisição de itens supérfluos.

Se a reserva do dinheiro, ou mesmo de um empréstimo não for utilizado a partir da definição de prioridades, será muito mais difícil manter o equilíbrio financeiro.

É por isso, que toda nova compra deve ser avaliada friamente do ponto de vista financeira. Na dúvida, os especialistas em finanças recomendam adiar a decisão.

Essa simples atitude, poderia evitar solicitar um empréstimo sem necessidade, por exemplo.

 

A margem consignável é mínima

Todo contrato de empréstimo consignado está sujeito à margem consignável. Isso quer dizer que, há um limite para ser gasto mensalmente, para não comprometer toda a renda.

A margem consignável é 35% da renda líquida mensal. 30% deste valor pode ser gasto com as parcelas do empréstimo e 5% para parcelas e saques no cartão de crédito consignado.

Leia tambémo que é Margem Consignável?

Quanto mais contratos de empréstimos, menor a margem, chegando, portanto, a margem mínima.

Como o próprio nome sugere, essa é uma margem de segurança que alerta para o fato de que, os gastos estão próximos do que é permitido.

Em outras palavras, isso pode representar um risco à saúde financeira. 

Outro ponto que pode ser considerado é que: entre usar a margem disponível para uma eventualidade  ou deixá-la para uma emergência, o melhor é deixar margem livre para as prioridades.

Ao quitar um contrato de empréstimo consignado vigente, a margem é novamente liberada.

 

Não há planejamento financeiro

Solicitar um empréstimo, na prática também quer dizer ter mais uma conta para pagar. Mais cedo ou mais tarde. Por meio do pagamento de um boleto ou desconto automático no contracheque ou benefício INSS.

Portanto, é desejável que para isso se tenha um planejamento financeiro mínimo.

Um exercício simples que pode ajudar é listar todas as contas atuais, para ter uma visão dos gastos. Do outro lado, anotar todas as fontes de receitas.

Se as contas fecham tranquilamente no fim do mês, indicam que o fluxo está dentro do esperado. Se o saldo é negativo, os gastos são maiores que os ganhos.

E aí, mais uma vez, talvez solicitar um empréstimo consignado pode não ser a solução.

Quem sabe então rever os hábitos financeiros não faça também com que seja criada uma nova percepção do uso do dinheiro?

 

Quer fazer um empréstimo consignado?

A bxblue pode te ajudar a contratar o consignado que você está precisando! Compare propostas de crédito consignado de diferentes bancos e escolha a melhor para você.

Simule seu consignado

Quando solicitar um Empréstimo Consignado?

Posts recomendados